franquias bijuterias e acessórios

As 5 principais franquias de bijuterias e acessórios e como abrir a sua

27 dezembro, 2017 1:30 pm | Criado por | sem comentários | 3 semanas

Com o setor de franquias batendo cada vez mais recordes no Brasil, muitos investidores que desejam abrir o seu próprio negócio acabam não sabendo como começar sua trajetória de sucesso nesse mercado.

Segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising), a quantidade de franquias no país cresce mais de 10% ano ano, desde 2003. Para quem deseja abrir franquias de bijuterias e acessórios, por exemplo, o mercado é também muito promissor: entre os anos de 2014 e 2015, o número de unidades nesse segmento subiu 22%.

Quer saber como começar o seu negócio? Confira nossas dicas a seguir e conheça as principais franquias desse nicho no país!

Dicas de marketing

Dicas de como abrir uma franquia de bijuterias e acessórios

Ter em mente o tipo de franquia que deseja  abrir já é um primeiro passo a ser tomado. Para você que deseja saber quais as próximas etapas para abrir franquias de bijuterias e acessórios, atente-se em algumas dicas primordiais:

1- Faça o primeiro contato

Após definir em qual a franquia irá investir, será necessário acessar o site da empresa para efetuar um cadastro e dar início ao processo. Com todos os dados informados, o franqueador entrará em contato para fazer algumas perguntas e entender quais são suas intenções com a loja.

O ideal é que, após esse primeiro passo, você comece a se familiarizar com o assunto. Para isso, pesquise minuciosamente sobre a franquia e o mercado, entenda como funciona cada etapa e tire todas dúvidas pertinentes.

Ao firmar o contrato, leia cada cláusula com muita atenção. Esclareça cada ponto e, caso ache necessário, contrate um advogado para ajudá-lo.

2- Crie um plano de negócio

Antes de dar início à compra de franquias de bijuterias finas ou de acessórios femininos, é de extrema importância fazer um planejamento financeiro. Faça uma planilha detalhada e coloquei cada item na ponta do lápis. Pense também em gastos extras que vão além do investimento inicial, como custos mensais, etc.

Entender cada processo e seus custos é essencial para que você se programe da melhor forma possível e não tenha surpresas futuramente.

Saiba mais: Quero montar meu próprio negócio, e agora?

3- Hora de levantar recursos

Após criar um plano financeiro, será possível avaliar exatamente quanto será necessário desembolsar para abrir franquias de bijuterias e acessórios. Custos como documentação, locação do espaço e o pagamento de royalties para o uso da marca devem ser contabilizados. Também existem valores extras como toda a parte operacional do negócio.

Na impossibilidade de ter o dinheiro na conta, estude a realização de um financiamento ou empréstimo no banco de sua confiança. Portanto, avalie quais instituições oferecem juros mais baixos.

Confira este post de nosso blog com diversas dicas: Financiamento para franquias: primeiro desafio do franqueado

4- Documentação e registro da franquia

Por ser muito burocrático abrir um negócio no Brasil podia levar mais de três meses. Para facilitar esse processo, algumas administrações municipais criaram um programas especiais em parceria com os governos federal e estadual, visando reduzir esse tempo para apenas uma semana.

Porém, para que seja, de fato, um processo rápido, é preciso que o futuro franqueador tenha todos os documentos necessários em mãos.

Consulte um contador e peça orientação aos franqueadores para que todo esse processo ocorra da melhor forma.

Veja mais dicas aqui: Abrir empresa: tudo o que você precisa saber!

5- Escolhendo o ponto do imóvel

Antes de definir em qual local será instalada sua franquia, atente-se em analisar qual o seu público-alvo. Para isso, pesquise a região onde pretende abrir a loja para poder entender o comportamento de consumo da população do entorno do local  e veja se tem relação com franquias de bijuterias finas ou acessórios.

Cinco franquias de bijuterias finas e acessórios femininos

Com tantas opções de franquias de bijuterias e acessórios espalhadas pelo país, é preciso ter em mente qual tipo de loja mais se adequa com suas preferências, principalmente por conta do investimento total que você terá que desembolsar para dar início a unidade.

Confira a seguir dados de algumas das principais franquias de acessórios femininos:

1- Balonè Fashion Bijoux

Com diversas lojas espalhadas pelo Brasil, a Balonè foi criada em 2017, e é bastante conhecida no mercado de franquias de bijuterias e acessórios por ser uma marca ousada, contemporânea e despojada.

É uma das lojas que mais se destacam no ramo de acessórios fast fashion, e um de seus maiores diferenciais é oferecer novidades toda semana para as clientes, sempre se inspirando nas principais tendências da moda.

  • Taxa de franquia: R$ 30 mil
  • Investimento total: R$ 285 mil
  • Faturamento médio: R$ 60 mil
  • Royalties: 23%
  • Prazo médio de retorno: de 24 a 36 meses

2- Euro Acessórios

Há quase 20 anos no mercado, a Euro Acessórios é voltada para o mundo feminimo e está no setor de franquias desde 2011. Possui lojas espalhadas em diversos estados e também conta com um e-commerce para facilitar as compras. Nos últimos anos, a marca ampliou seu leque de produtos, lançando linha de óculos solares e semijoias.

  • Taxa de franquia: R$ 20 mil
  • Investimento total: R$ 89,14 mil
  • Faturamento médio: não informado
  • Royalties: isenta
  • Prazo médio de retorno: de 6 a 18 meses

3- Mapa da Mina

No mercado de acessórios e semijoias há mais de 20 anos, um dos principais destaques do Mapa da Mina é a fabricação própria de produtos, o que torna os valores mais acessíveis.

A marca utiliza instrumentos de última geração visando a qualidade e alta durabilidade de suas peças. Possui mais de 15 lojas espalhadas em São Paulo e no Rio Janeiro.

  • Taxa de franquia: R$ 25 mil
  • Investimento total: de R$ 180 mil a R$ 250 mil
  • Royalties: incluso no produto
  • Faturamento médio: R$ 80 mil
  • Prazo de retorno: de 4 a 10 meses

4- Morana

Mais de 280 lojas da marca estão em operação atualmente no Brasil, o que torna a Morana uma das maiores franquias de acessórios femininos no mercado. Criada em 2002, também faz parte do cenário internacional, com unidades em Nova Jérsei, Flórida, Houston e Califórnia.

  • Taxa de franquia: R$ 40 mil
  • Investimento total: R$ 325 mil
  • Royalties: 23%
  • Faturamento médio: R$ 80 mil
  • Prazo de retorno: de 24 a 36 meses

5- My Gloss

Um dos maiores destaques da My Gloss, marca especializada em acessórios femininos, é fazer o lançamento de cerca de 80 modelos semanalmente. A empresa preza pela alta qualidade e agilidade na produção dos produtos, e conta com mais de 90% de materiais nacionais.

  • Taxa de franquia: R$ 55 mil
  • Investimento total: R$ 370 mil
  • Royalties: 5%
  • Faturamento médio: R$ 75 mil
  • Prazo de retorno: de 24 a 36 meses

Veja mais: Seja o seu patrão: 4 dicas para abrir seu próprio negócio

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.