Dicas de empreendedorismo

Dicas de empreendedorismo que você precisa conhecer

4 maio, 2016 5:29 pm | Criado por | sem comentários | 5 meses

Dicas de empreendedorismo sempre são bem vindas! Para ter um negócio de sucesso, o empreendedor precisa antes ter uma boa ideia em mente, um pouco de criatividade e muita vontade de trabalhar para tocar sua pequena empresa para frente. E quanto mais conhecimento tiver, melhor!

Mas depois que o negócio começa a de fato dar certo, ele cresce, e para que ele continue crescendo, é inevitável a contratação de uma equipe para fazer com que a empresa decole de vez. Ai, boas dicas de empreendedorismo podem ajudar bastante!

12 - eBook - Guia Definitivo de Marketing Digital para PMEs-CTA-600x200px

Veja também: GUIA: O que é empreendedorismo, tudo que você queria saber

Abaixo, confira diversas dicas de como ser ao mesmo tempo um bom empreendedor e um bom gestor.

Dicas de empreendedorismo

Dicas de empreendedorismo

Veja mais: Tudo sobre empreendedorismo: alavanque seu sucesso!

Dicas de empreendedorismo: ser gestor e empreendedor

Ao empreendedor não bastam apenas uma mente criativa e força de vontade, pois você também precisará aprender como lidar com seu pessoal, pois a capacidade gerencial e a liderança são características essenciais para se chegar ao lucros. Veja algumas dicas de empreendedorismo para conseguir isso em sua empresa.

1. Saiba delegar as tarefas

Para que você se dedique aos assuntos importantes da sua empresa, é necessário descentralizar as obrigações. Por isso, delegue tarefas operacionais, como atender telefone e organizar o estoque.

Descentralize também funções importantes, que possam ser realizadas por outras pessoas qualificadas e saiba como reter esses bons funcionários na sua empresa. Ofereça segurança e valorize seu ambiente de trabalho com conforto e horários flexíveis, por exemplo.

Outra dica importante para quem deseja que as tarefas da empresa saiam tão bem como se fossem feitas pelo próprio dono, é treinar os colaboradores pessoalmente, dizendo como as tarefas devem ser executadas, definindo processos e estabelecendo padrões.

Entretanto, tome cuidado para não parecer tão informal. Em uma empresa pequena, geralmente as relações se tornam mais pessoais entre a equipe, mas essa aproximação jamais deve ser confundida com informalidade. Demonstrar profissionalismo é essencial, pois reforça a credibilidade.

2. Tenha sensibilidade para resolver conflitos

Você deve ser sempre imparcial e buscar a maneira mais justa para resolver um problema entre seus colaboradores. Quando um conflito surgir, escute os dois lados, entenda as razões e pontos de vista de cada um e tenha a postura mais racional possível, para que o clima da equipe não seja prejudicado.

Outro ponto importante que deve ser observado é o respeito às diferenças. A melhor forma de resolver conflitos é evitando-os, por isso, não fomente a discussão de assuntos polêmicos, que podem gerar desentendimentos desnecessários.

3. Assuma seus próprios erros e compartilhe realizações

Não há nenhum problema em errar, pior que isto é não assumir suas falhas. Assuma seus erros e explique-se, assim você evita que se espalhem boatos que podem gerar desconfiança e distrações.

Mas assim como é importante se desculpar pelas falhas, é importante também celebrar os acertos. Por isso, comemore as conquistas e divida-as com a equipe. A vantagem dessa atitude é que ela enche o ambiente de bons ânimos e pode ser um fator que vai ajudar a melhorar a produtividade.

4. Incentive a comunicação

Uma das obrigações de um bom gestor é estar sempre atento ao bem estar da equipe, e ser uma pessoa disposta a ouvir já é dar um passo à frente daqueles que não se preocupam com o diálogo.

Valorize o canal de comunicação com a sua equipe e esteja sempre disposto a ouvir e valorizar as opiniões de seus colaboradores, pois elas podem trazer ideias que vão ajudar você a melhorar vários aspectos no bom funcionamento da sua empresa.

5. Dê feedbacks produtivos

Seus pessoal precisa saber o quão produtivo está e onde está errando. Seja criterioso, mas seja também justo na hora de passar o feedback para a equipe.

Ser sincero é um ponto importante, mas tenha sempre em mente que algumas críticas podem ser destrutivas e desanimar o seu funcionário, sendo assim nocivas ao seu desenvolvimento. Procure sempre agregar incentivos às críticas e adote uma postura equilibrada.

Gerir um negócio e lidar com pessoas diferentes umas das outras às vezes pode requerer alguma paciência, por isso, seguir estas dicas pode ser um bom começo para que seu relacionamento com sua equipe possa ser saudável e ajude sua empresa a ficar cada vez mais produtiva e agradável.

Quer mais uma dica de empreendedorismo? Use sites de concorrência criativa para fazer seus materiais de comunicação, veja este depoimento:

CTA-Caixinhadesurpresa

A We Do Logos realiza milhares de projetos como este. Quer conferir a qualidade e criatividade de alguns deles? Acesse aqui nosso portfólio criativo e veja tudo que a We Do Logos faz para seus clientes!

Dicas de empreendedorismo: filmes que vão inspirar sua gestão

Fomos buscar neste artigo da revista EXAME a opinião de Pedro Grawnder e Marco A. Oliveira, que escreveram o livro “Os filmes que todo gerente deve ver”, onde elegeram três obras indispensáveis para o repertório dos líderes empresariais, confira:

 
1- Capitão Phillips, de Paul Greengrass, com Tom Hanks
 Ainda em cartaz nos cinemas, “Capitão Phillips” conta a história real de Richard Philips, capitão do cargueiro norte-americano Maersk Alabama, que ficou refém de piratas somalis durante cinco dias, em abril de 2009.
Ao colocar a sua própria vida em risco, Phillips salvou toda a tripulação do navio. Por esse motivo, Grawnder e Oliveira o consideram um líder muito inspirador.
Segundo eles, a narrativa expõe diversas atitudes que um líder precisa ter, como estar disposto a se sacrificar pelo bem de seus colegas e subordinados e ter consciência dos riscos ligados às suas decisões.
Para os autores, a principal lição do filme é a liderança pelo exemplo de Phillips que, mesmo em uma situação extrema, manteve-se no controle e soube fazer tudo que era possível por sua equipe.
 
2- Jobs, de Joshua Michael Stern, com Asthon Kutcher
 Como o próprio nome indica, “Jobs” narra a vida do fundador da Apple, Steve Jobs. O filme retrata desde a sua juventude hippie até ele se tornar o presidente e cérebro de uma das maiores empresas de tecnologia do mundo.
Na definição de Grawnder e Oliveira, “Jobs” é uma obra capaz de inspirar qualquer profissional a dar o melhor de si. Isso porque mostra os desafios que Steve teve durante a sua carreira e como conseguiu superá-los.
Os autores, porém, fazem um alerta: o filme faz Jobs parecer uma pessoa sem defeitos, desqualificando aqueles que não acreditaram em suas ideias.
Os dois lembram que, na vida real, ninguém é perfeito e nem atinge o sucesso se rejeitar o ponto de vista de quem discorda de suas visões de mundo.
 
3- Círculo de Fogo, de Guilhermo del Toro, com Charlie Hunnam
 Uma série de criaturas mostruosas vindas do mar começam a travar batalhas com os humanos e, para conseguir vencê-los, a humanidade cria robôs gigantes, capazes de duelar. Essa é a história contada em “Círculo de Fogo”.
A grande mensagem que o filme transmite, na opinião de Grawnder e Oliveira, é a importância do trabalho em equipe.
Na narrativa, pessoas de todos os cantos do mundo precisam se unir para construir os robôs. Além disso, as máquinas gigantes só funcionam quando seus pilotos trabalham em conjunto.
Em uma das cenas de destaque do longa, o líder da organização glogal que produz os robôs faz um discurso que enfatiza o trabalho de equipe. Para os autores, o texto dito pelo personagem serve de inspiração para os líderes motivarem seu pessoal a completar um projeto desafiador.
 
CTA-Blog2016-600x200px-Nome-Zappin

Confira: Como criar um slogan que fixe na mente dos clientes? 5 exemplos para você se inspirar!

Dicas de empreendedorismo: como incentivar a inovação em sua empresa

Muitas empresas abrem e fecham todos os dias no mundo inteiro. Todos querem saber o segredo do sucesso e como manter estas empresas a todo vapor, mas este cenário não é formado apenas por um único, mas vários fatores. O consumidor evoluiu, o mercado está cada vez mais competitivo e profissionais qualificados são cada vez mais necessários, pois poucos são os que conseguem exercer sua função com excelência. Manter, motivar e investir em profissionais são medidas utilizadas por grandes companhias atualmente, com o objetivo de crescerem empresa e funcionário lado a lado.

Um dos pontos mais procurados por empresas em perfis profissionais é a capacidade de inovação, de ter ideias que possam melhorar o funcionamento da mesma, o atendimento ao cliente e tantos outros pontos externos e internos de uma pequena ou grande empresa.
A responsabilidade de incentivar essa inovação também deve partir do empregador, que precisa buscar conhecer e aproveitar os talentos de seus profissionais . Mas, como incentivar a inovação?

Deixe de lado as barreiras hierárquicas e permita que cada um possa buscar o novo, possa agir como um só. As pessoas precisam se sentir parte daquilo que fazem e constroem, assim elas vão querer sempre melhorar porque o crescimento da empresa também é o seu.

Você provavelmente já passou pela situação de tentar resolver um problema e passar por vários setores, com aquela clássica frase “esse problema não é do meu setor”. é isto que acontece em muitas empresas, funcionários que não se importam em resolver problemas que não são do seu “setor” quando eles podem sim ajudar.

Dicas de empreendedorismo

Saiba mais: 6 regras de ouro para aprender a empreender

No livro “A hora da verdade” Jan Carlzon, então presidente executivo da companhia de aviação escandinava SAS, conta como conseguiu superar uma das maiores crises da história da companhia, invertendo a pirâmide hierárquica e dando poder as pessoas da linha de frente, que estavam em contato direto com o cliente. De acordo com Carlzon “A hora da verdade” é o momento em que o cliente está ali em contato com o funcionário, naquele instante é formada uma imagem da empresa e aquela experiência vai ter grande influência na fidelização daquele cliente.

É preciso motivar a equipe e dar liberdade para que eles possam agir em vários momentos. O livro traz vários casos em que situações problemáticas em potencial tornam-se motivo para o cliente fazer uma propaganda positiva da empresa.

Dicas de empreendedorismo

Confira também: Como ser um empreendedor: os segredos que não te contaram!

Outro fator importante para inovação é ter pessoas diferentes trabalhando juntas. A partir da diversidade e de boas conversas é que nascem grandes ideias.

Recompense. O ser humano é movido por recompensa, se um funcionário se esforça, inova, muda, ele merece ser premiado por isso. Incentive a todos, procure mantê-los instigados a realizar um bom trabalho, dê motivos além do salário para eles fazerem além de seu trabalho, por mais simples que seja esse incentivo, não deixa de ser um incentivo.

Uma para incluir em nossas dicas de empreendedorismo e que é muito importante: Independente do tamanho do seu negócio lembre-se de que ele é feito de pessoas, e cresce através do trabalho árduo de cada um, incentivar e reconhecer isso é o primeiro passo para alcançar bons resultados.

Agora que você conheceu todas estas dicas de empreendedorismo, uma pergunta importante: sua empresa já tem um identidade visual definida, como logotipo, papelaria ou layout para site? Para conseguir tudo isso por um preço justo, pode contar com a maior plataforma de criação da América Latina. Na We Do Logos você escolhe o prazo e quanto quer pagar, pede quantas alterações quiser e logo receba as primeiras opções de arte em poucas horas. E mais: Compromisso total com sua satisfação ou seu dinheiro de volta em até 5 dias úteis!

Compare as vantagens da We Do Logos com outras soluções de design:

Tabela comparativa

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Pedro Renan

CMO da We do Logos, founder da Logovia, especialista em Inbound e Marketing de conteúdo, certificado pela Hubspot, Rock Content e Resultados Digitais. Cursou Administração na FGV, com passagens pelas áreas financeira, comercial e atendimento. Pedro é apaixonado por empreendedorismo e inovação.

Comentários estão fechados.