como fazer emprestimo para abrir uma empresa

Passo a passo de como fazer empréstimo para abrir uma empresa

17 outubro, 2017 7:46 am | Criado por | sem comentários | 1 mês

Quer dar dar início ao projeto de abrir uma empresa mas a falta de recursos financeiros é um fator que tem deixado o seu sonho de lado?

Recorrer à uma instituição especializada para fazer um empréstimo pode ser uma excelente maneira de tirar seu projeto do papel.

No mercado, existem diversos tipos de empréstimos para quem deseja abrir uma empresa, porém é preciso ter em mente que, o valor de cada parcela no final do mês deve representar, no máximo, 30% do lucro, caso contrário, o projeto poderá acarretar apenas prejuízos.

Para você que já está estudando a possibilidade e quer saber como fazer empréstimo para abrir uma empresa, listamos algumas  dicas para que o processo seja ainda mais fácil e sem dor de cabeça. Confira a seguir!

Saiba mais: Tudo o que você precisa saber para conseguir um empréstimo para abrir empresa

Como fazer empréstimo para abrir uma empresa

Quem deseja saber como fazer empréstimo para abrir uma empresa, já deve ter um planejamento financeiro e um plano de negócios pronto, para que o banco posso avaliar a saúde financeira de sua empresa, no futuro. Se este não for o seu caso, estude detalhadamente nossas dicas.

Confira: Procuro empresa para investir no Brasil! E por que não na Europa?

1-  Identifique a necessidade do financiamento

O primeiro passo para entender como fazer empréstimo para abrir uma empresa, é ter em mente o valor exato que pretende financiar e qual a finalidade de dar entrada nesse tipo de serviço.

Entre as providência a tomar podem estar as despesas de abertura de da empresa, a compra de equipamentos, a compra de um ponto comercial, formar o estoque, ou a necessidade de obras, por exemplo.

Veja também: Financiamento para empreendedor: dicas para não recorrer ao empréstimo

2- Pesquise sobre instituições financeiras

Faça uma pesquisa sobre as empresas que prestam serviço de financiamento e entenda como fazer empréstimo para abrir uma empresa da forma mais adequada à suas necessidade.

Alguns pontos essenciais que devem ser analisados são os custos e prazos, já que variam de acordo com a instituição escolhida e, principalmente, taxas de juros e garantias.

3-  Analise os fatores de restrição

Alguns aspectos como situação legal, capital próprio, garantias, etc., devem estar dentro dos requisitos exigidos pela empresa financeira.

Se você é casado, a situação financeira de seu cônjuge ou companheiro também será analisada. Além disso, se teve uma empresa no passado ou é sócio minoritário de outra empresa, isso também precisa estar em ordem.

4- Trace um plano de negócios

Ao entrar em contato com um banco para realizar seu empréstimo, será necessário comprovar que está apto a fazer a solicitação. Por isso, trace um plano para apresentar à instituição.

Algumas empresas, inclusive, fornecem uma ferramenta interna para que você apresente o seu projeto.

Veja mais: Financiamento para franquias: primeiro desafio do franqueado

5- Faça o pedido de financiamento

Após definir a empresa na qual irá fazer o pedido de financiamento, será necessário apresentar toda a documentação solicitada, bem como o plano de negócios citado anteriormente, que comprovará a viabilidade de dar entrada no pedido.

Em seguida, a organização financeira irá fazer uma análise sobre a solicitação e entrará em contato posteriormente para informar se o empréstimo foi liberado ou não.

6- Documentos mais comuns

Ao dar entrada em um empréstimo para  abrir uma empresa, é necessário apresentar alguns documentos que, geralmente, são solicitados pela maioria das instituições financeiras.

Confira alguns deles:

Documentos referentes à pessoa física:

Caso você solicite financiamento na categoria de pessoa física, documentos como identidade, comprovante de residência, CPF e o comprovante de rendimentos são pedidos pela instituição.

Para comprovar o rendimento, você poderá apresentar documentos como declaração de imposto de renda, folha de pagamento e DECORE para autônomos e empresários.

O comprovante de rendimentos é um dos principais documentos que devem ser apresentados, pois será por meio dele que a instituição definirá se o financiamento será liberado ou não.

Com base nos rendimentos do titular da conta, o banco determina o total de crédito que poderá ser fornecido, já que você pode comprometer apenas 30% do salário com as parcelas do empréstimo.

Além disso, é importante não haver quaisquer restrições e pendências em órgãos de proteção ao crédito, como o SERASA, CADIM e SPC. Caso contrário, seu pedido de empréstimo será negado de imediato.

Lembre-se: todos os documentos devem ser atualizados, com data máxima de 3 meses.

DICA: Linha de crédito e investimentos: como conseguir financiamento para abrir empresas?

Documentos referentes à pessoa jurídica:

Se o pedido de financiamento for feito pela modalidade de pessoa jurídica, será necessário apresentar o contrato social da empresa, plano de negócios, CNPJ e comprovantes de fluxo de caixa.

Isso acontece quando a pessoa já tem o CNPJ, mas precisa de capital para investir no negócio.

Para ter acesso aos documentos referentes à contabilidade da empresa, entre em contato com um contador para facilitar e agilizar o processo para você.

calculo de roi

Dica extra:

Antes de dar entrada no financiamento para abrir sua empresa, tenha em mente que ter um bom relacionamento com o banco escolhido pode ser um ponto positivo para você.

Por isso, antes de recorrer às diversas opções existentes no mercado, verifique as condições oferecidas pelo banco que já é cliente para poder fazer comparativos.

Ficou claro para você como fazer empréstimo para abrir uma empresa? Então, não perca mais tempo e comece agora mesmo a tomar as providências necessárias.

Confira também: Como conseguir empréstimo e alavancar investimentos em seu negócoio

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.