Como fazer uma sessão de brainstorm? Confira 5 dicas

3 fevereiro, 2016 5:11 pm | Criado por | sem comentários | 2 anos

Brainstorm é, literalmente, “tempestade cerebral” em inglês. E, na prática, é isso que se faz mesmo: uma tempestade de ideias. Essas ideias partem do grupo envolvido na criação de um projeto, onde os participantes podem expor até as coisas mais esdrúxulas.

Uma boa ideia nasce em meio a uma chuva de ideias. Mais que uma dinâmica de grupo, o brainstorm desenvolve a capacidade criativa individual e coletiva. Ele encoraja as pessoas a compartilharem os pensamentos mais absurdos, pois aqui a censura é proibida, desperta mais opiniões dos outros participantes e ajuda a organizar todas a possibilidades antes de levar o projeto adiante.

ideia

Técnicas de Brainstorming

Não existem regras específicas para se fazer uma sessão de brainstorm, mas enumeramos aqui algumas dicas que podem otimizar o processo e fazer o trabalho ser mais produtivo.

1. Defina o tempo

O tempo do brainstorm vai depender das necessidades e do tamanho do projeto. Pode durar dez minutos ou uma hora, mas é importante que se delimite a duração, para que todos possam dar sua contribuição, mas não se perca o foco com outros assuntos.

2. É proibido censurar

Cortar o colega durante o brainstorm não é nada interessante. Aqui o processo criativo precisa fluir naturalmente e as pessoas têm que se sentir à vontade para falar tudo o que lhes passar pela cabeça. Quanto mais ideias, melhor!

3. Não esqueça de documentar

Depois de alguns minutos de uma chuva de sugestões, é bem provável que você esqueça boa parte do que ouviu ou pensou. Deixe sempre papel e caneta à disposição para todos, use seu smartphone para gravar o áudio/vídeo, enfim, use a criatividade para deixar tudo registrado.

4. Tenha um facilitador

A especialista em criatividade, Gisela Kassoy afirma que é fundamental que exista um facilitador na sessão de brainstorm. Ele é responsável por organizar a reunião e evitar que hábitos como a censura, citada anteriormente, aconteçam. De acordo com Kassoy os participantes não devem tentar defender suas ideias, uma vez que o objetivo do brainstorm é reunir o maior número de ideias possíveis para posteriormente fazer uma seleção e chegar ao objetivo.

5. Organize as ideias

Essa é a hora de ser seletivo. Corte o que não se adequar ao seu objetivo ou às capacidades financeiras da organização. Discuta o que for relevante e filtre o melhor direcionamento entre os que vocês anotaram. Feito isso, é hora de arregaçar as mangas e começar a trabalhar!

Faça sua sessão de Brainstorm com a We Do Logos

O brainstorm é uma das partes mais importantes do processo criativo, isto é, listar novas ideias é algo fundamental para a saúde do seu negócio. Na We Do Logos, você pode realizar uma sessão de brainstorm com segurança e praticidade, tudo muito simples. Basta preencher o briefing do seu projeto, falar sobre suas necessidades e claro, apresentar o orçamento disponível.

Rodapé-conheça-a-WDL

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.

Comentários estão fechados.