diferença de meta e objetivo

A diferença de meta e objetivo e como atingir os dois!

8 outubro, 2016 8:37 pm | Criado por | sem comentários | 8 meses

4♥No fundo, lá no fundo mesmo, poderíamos dizer que não existe diferença de meta e objetivo, uma diferença real. São sinônimos, palavra que significam a mesma coisa.

Mas, como diria aquele velho ditado: na prática a teoria é outra.

O objetivo parece ter mais importância que a meta e, na verdade, as metas seriam as etapas par se alcançar o objetivo final. Um exemplo seriam as famosas metas de vendas.

Independentemente de existir ou não essa diferença entre meta e objetivo, uma coisa precisa ficar clara: tanto a meta quanto o objetivo, precisam de 2 características principais:

  • Um valor, um número, uma cifra mensurável a ser alcançada.
  • Um prazo para que isso aconteça.

Alguns falam em objetivos qualitativos, mas, na verdade, isso pode ser interpretado como alcançar determinada qualidade ou estado, uma vez, por exemplo:

  • Objetivo: ser o líder de mercado até o final do ano.

Como você notou, objetivos, metas e planejamento são palavras que andam sempre juntas.

11 - eBook - Guia definitivo marketing startups-CTA-600x200px

Saiba mais: Modelo de Negócio Canvas: Tudo para planejar sua empresa

Mas vamos entender melhor esta diferença de meta e objetivo que é muito usada na prática dos negócios

A sutil diferença de meta e objetivo

O objetivo do futebol é o gol? Vamos pensar assim: me diga um sinônimo de gol, no futebol? Isso: meta. Quando se bate o tiro de meta, se chuta a bola próxima ao gol, daí o nome.

Então, a meta do futebol, aquilo que nossa equipe tem que fazer, são os gols.

Mas, então, qual o objetivo? O Objetivo poderia ser ganhar o jogo (nem sempre!).

Vamos entender melhor. Imagine um técnico instruindo seus jogadores no início de uma disputa e demonstrando sua liderança da equipe.

Ele poderia definir o objetivo da partida como ganhar o jogo?

Sim, existe algo mensurável, ser o vencedor. Ou você é ou você não é, a medida é um ou zero, mas é mensurável. E existe um prazo para conseguir isso, até o final da partida.

Portando:

  • Objetivo da partida: vencer o jogo (até os 90 minutos, claro).

Mas qual seria a meta?

  • Uma meta poderia ser: fazer ao menos 2 gols no adversário.
  • Outra meta ainda: não sofrer nenhum gol.

Mas e se o técnico tiver um planejamento mais refinado, de longo prazo, ou mesmo que dependa das características do jogo?

Veja também: Plano de comunicação empresarial: por que e como fazê-lo?

Diferença de meta e objetivo para uma situação específica

Definimos que o objetivo do futebol é ganhar o jogo, certo?

Mas você já viu isso antes, principalmente em jogos da copa do mundo, quando uma equipe fraca, na fase de mata-mata, depois de ter se classificado por milagre na fase de grupos, muda seu objetivo para empatar o jogo, depois empatar na prorrogação e, em seguida, rezar pra ganhar na disputa de tiros ao gol, no final da partida.

  • Assim, seu objetivo passa a ser: empatar o jogo.
  • E sua meta: ficar na defesa e não tomar gol.

A lição deste exemplo é simples: os objetivos e as metas mudam, conforme as situações enfrentadas.

E a diferença entre objetivo e meta pode mudar ainda mais, quando se pensa em longo prazo e se define uma estratégia.

Confira também: Conheça 4 tipos de estratégias de marketing digital

Diferença entre meta e objetivo em relação a sua estratégia

Agora o nosso técnico está pensando em longo prazo. Seu objetivo passou a ser ganhar o campeonato!

Portanto, a meta de cada jogo passou a ser a vitória, ou alguma variante, como no exemplo anterior, e os gols, ou a possibilidade de se defender e não levar nenhum, passam a ser metas táticas.

E estas metas podem ser levadas adiante, por meio de algumas atividades específicas de jogo (operacionais), como cavar faltas, segurar a bola em seu campo de defesa, demorar para pôr a bola em jogo, cobrar faltas com maestria etc.

Assim, chegamos a uma noda divisão da diferença de meta e objetivo:

  • Objetivo estratégico (macro): ganhar o jogo
  • Meta do jogo (metas táticas): a vitória (ou outra, dependendo do caso)
  • Metas operacionais: fazer tantos gols, cavar tantas faltas, segurar a bola em seu campo por tanto tempo, etc.

Viu como isso ficou parecido com uma empresa?

Confira no próximo tópico uma metodologia chamada OKR, que divide sua estratégia em objetivos e resultados-chave.

01 - eBook-Dicas Fantásticas de Marketing para Micro e Pequenos Negócios-CTA-600x200px

Metas e objetivos usando o método OKR

Objetives e Key Results (OKR) é uma famosa metodologia usada por diversas empresas do vale do Silício, com destaque também para o próprio Google.

A ideia é definir objetivos e metas (vamos usar a palavra metas para substituir o Key Results, ok?) em cascata, até chegar ao plano operacional.

Assim, o objetivo estratégico é definido e são determinadas metas para as diretorias, por exemplo. Essas metas dos diretores, se tornam seus objetivos, e eles definem as metas para seus gerentes, e assim por diante até o nível operacional.

O melhor jeito de entender isso tudo é com um exemplo.

Digamos que em uma empresa de calçados, o CEO e o Conselho definiram o seguinte:

  • Objetivo estratégico da empresa: Conseguir R$ 10 milhões de lucro até o final do ano.

Para isso, o CEO define as metas de seus diretores:

  • Meta do diretor de marketing: Atrair 300 mil visitantes por mês ao e-commerce da empresa e 100 mil à lojas próprias.
  • Meta do diretor de vendas: Vender 300 mil pares de calçados até o fim do ano.

Com estes objetivos definidos, estes diretores definem as metas de seus gerentes:

  • Gerente de comunicação (responde ao marketing): Fazer 2 postagens por dia no Facebook, mais 3 em outras mídias sociais e uma postagem no blog da empresa por dia útil da semana durante o ano todo.
  • Gerente de inovação (responde ao marketing): criar 2 novas linhas de calçados em 2 meses.
  • Gerente de vendas: Preparar uma campanha de incentivo para os vendedores em 2 meses.
  • Gerente de treinamento (responde a vendas): Desenvolver um treinamento sobre os novos calçados em 3 meses.

Desta forma, o objetivo de um torna-se a meta do outro, em uma sequência até os níveis operacionais.

Com esta metodologia, a Google cresceu espantosamente nos anos 90. Que tal aplicar em usa empresa?

Confira: Dicas sobre como estabelecer metas de vendas e atingi-las

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.