como fazer politica de privacidade para site

Porque e como fazer política de privacidade para site

2 junho, 2017 10:00 pm | Criado por | sem comentários | 5 meses

A política de privacidade para site não é apenas um conteúdo institucional que as empresas devem acrescentar em suas páginas.

Por isso, saber como fazer politica de privacidade para site representa um papel fundamental no relacionamento com os seus usuários, pois transmite mais confiabilidade ao conteúdo que eles estão navegando.

Isso porque nesse pequeno trecho de texto legal deve haver uma explicação clara, objetiva e prática a respeito das maneiras com as quais as informações coletadas dos usuários serão utilizadas por sua empresa, sempre de forma ética.

Para compreender mais a fundo o que é política de privacidade para site e constatar toda sua relevância, acompanhe nossa explicação de como fazer política de privacidade para site de forma correta, evitando erros que podem ter graves consequências no futuro.

Saiba mais: Conheça 4 tipos de estratégias de marketing digital

Como fazer politica de privacidade para site sem perda de tempo

A política de privacidade pode evitar muita do de cabeça para você. Isso porque ela vai deixar bem claro para seus usuários como seus dados e hábitos de navegação serão tratados por sua empresa.

Seja cuidados e paute sua atuação pelo respeito a todos aqueles que visitam seu site.

Por que ter uma política de privacidade para site?

Em suma, a política de privacidade se concentra em expor todas as práticas realizadas, em seu site, com relação aos dados coletados dos seus visitantes.

Isso significa, por exemplo, que devem ser explicados o que ocorrem com os cookies (que são as informações de navegação), as fontes de tráfego e a localização, entre tantos outros dados.

Cabe, inclusive, espaço para explicar também o que será feito com essas informações, uma vez que essa relação de confiança, quando quebrada, deve ser cobrada pela parte que se sentir lesada.

Afinal, muitas empresas usam dados para repassar a outras empresas. E isso deve estar bastante claro na política de privacidade de um site, como não sendo praticado em seu negócio.

Além disso, pode acontecer também de você divulgar landing pages em páginas de anúncio do Google, por exemplo. Nesse caso, com uma política bem estruturada, você não só confere transparência nas relações com os usuários e se previne de qualquer ação, mas, na verdade, o próprio Google considera isso uma exigência para anunciar.

Portanto, providencia com urgência sua política de privacidade, para poder fazer sus campanhas de marketing digital e geração de leads sem problemas.

Veja também: Tipos de marketing digital: 6 estratégias para aplicar em sua empresa

Como montar uma política de privacidade completa?

Com o conceito devidamente explicado por aqui, vamos nos aprofundar um pouco mais no âmbito prático da questão e aprender algumas dicas bastante úteis para montar uma política de privacidade para o seu site:

  • É importante apontar em quais páginas, e de quais maneiras, os dados dos visitantes poderão ser coletados (convém detalhar as informações por meio de um formulário).
  • Ao coletar um e-mail, explique porque ele foi solicitado e como ele será utilizado.
  • Expanda a questão, e explique que outros tipos de dados pessoais do usuário estão protegidos (como o número de telefone).
  • Caso utilize cookies, explique como esse recurso será utilizado.
  • Diferencie — e aponte — onde serão coletadas informações por formulário e onde serão coletadas via navegação.
  • Explique que eles podem navegar em modo anônimo para evitar que qualquer dado seu seja coletado.
  • Como já mencionado, caso vá utilizar as informações com terceiros — como outras empresas — deixe isso claro para os seus visitantes (embora não seja uma prática recomendável).
  • Fale a respeito dos botões de engajamento, como compartilhamento de posts.
  • Fale também da política de privacidade do servidor onde seu site está hospedado.
  • Identifique os meios para que os usuários alterem as informações concedidas.
  • Comente que eles serão notificados de qualquer alteração na política de privacidade para site.
  • Abra espaço pra as informações de contato, de modo que eles possam tirar dúvidas.

Com isso, você tem em mãos grande parte das informações que podem fazer toda a diferença para quem quer saber como fazer política de privacidade para site de forma completa e capaz de proteger a você, e aos seus visitantes também, de qualquer inconveniente.

Lembretes finais:

Vale lembrar, contudo, que as informações acima são pensadas para uma política de privacidade para sites em geral.

Em caso de e-commerces, por exemplo, existem algumas outras particularidades que devem ser exploradas também — mas isso pode ser assunto para um outro post.

Veja mais: Como aumentar as vendas pela internet sem segredos!

Muitas empresas precisa redigir uma política de reembolso, contrato de confidencialidade, política de privacidade e muitos outros documentos legais deste tipo para garantir que seu negócio está operando de forma correta.

E como providenciar tudo isso de uma forma ágil e rápida?

Nossa dica é que você cesse agora mesmo o site Guru PME.

Ele disponibiliza, gratuitamente, soluções prontas para questões legais como essas, agilizando o seu negócio e fazendo você ganhar mais tempo, para poder ganhar ainda mais dinheiro!

O site consiste de uma série de geradores automáticos de arquivos e documentos (não apenas legais, mas alguns de marketing, também) em que você pode completar alguns campos de formulários e rapidamente terá à sua disposição os materiais que precisa para deixar seu site ou sua empresa em ordem.

Acesse agora: Guru PME

E então, ficou com alguma dúvida a respeito de como fazer política de privacidade para site?

Deixe as suas questões no campo de comentários deste post e, assim, vamos expandir a discussão e sanar qualquer ponto que possa ter ficado em aberto!

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.