como funciona o fies

Entenda como funciona o FIES e inscreva-se já

10 agosto, 2017 1:03 am | Criado por | sem comentários | 6 dias

Se você sonha em fazer um curso superior, mas não tem grana e nem preparação suficiente para ingressar em uma universidade pública, fique por dentro de como funciona o FIES e confira se é uma saída para o seu caso específico.

O FIES foi criado pelo Ministério da Educação em 1999, com o objetivo principal de permitir que estudantes de baixa renda consigam concluir o ensino superior, mesmo sem dispor de renda suficiente.

Isso porque o programa permite o financiamento das mensalidades dos cursos de graduação, com taxa efetiva de juros facilitada e abaixo do mercado, atualmente em apenas 6,5% ao ano. Bom, hein?

Precisando se capacitar para tocar seu negócio, alavancar sua carreira ou conseguir um bom emprego? Veja, a seguir, como funciona o FIES e descubra a melhor maneira de ajudá-lo a realizar seus objetivos profissionais ou empresariais.

Saiba mais: Produtividade pessoal: 5 dicas para fazer mais e enrolar menos

Como funciona o FIES: tudo que você precisa saber:

Inscrever-se no FIES é mais simples do que a maioria das pessoas acredita. Na verdade, todo o processo é online, feito pela web, e basta ficar atento aos detalhes, procedimentos e datas para que sua inscrição se realize sem problemas, confira este passo a passo que criamos para você se inscrever sem complicações.

Inspire-se com este texto de nosso blog: Como ser um empreendedor: os segredos que não te contaram!

1- Inscrições:

As inscrições ao FIES acontecem 2 vezes ao ano. A do segundo semestre deste ano (2017) já passou – foi do dia 25 ao dia 28 de julho, mas fique atento porque em janeiro as inscrições abrem novamente para uma nova leva de candidatos interessados em fazer um curso superior com financiamento bem camarada das mensalidades.

A inscrição ao programa é efetuada somente pela internet – no Sistema Informatizado do FIESX e é gratuita.

Acesse este link no internet para ter acesso aos formulários e procedimentos de inscrição: SisFIES

Veja também: 10 dicas práticas para melhorar a produtividade no trabalho

2- O que é preciso para participar do FIES:

Para entender como funciona o FIES em relação aos critérios de participação, separamos uma lista de procedimentos e documentos obrigatórios, veja:

  • Ter feito o ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio, a partir de 2010;
  • Ter obtido nota mínima de 450 pontos na média das provas;
  • Não ter zerado na redação;
  • Ter renda familiar mensal bruta, de no máximo 3 salários mínimos, por pessoa, não mais;
  • Ter um fiador para o financiamento.

ATENÇÃO: Para entender todas as regras de como funciona o FIES, acesse o site oficial, onde há todos os detalhes para participação estão explicados em detalhes.

Veja mais: Dicas imperdíveis para aprender a gerir seu tempo e aumentar a produtividade

3- Confira as novidade para o FIES em 2018

Uma boa notícia para os estudantes que querem cursar o ensino superior em 2018 é que o fundo de Financiamento Estudantil – FIES terá novas regras.

Entenda como funciona o FIES a partir de 2018:

O governo federal anunciou as mudanças no Palácio do Planalto, em Brasília. Uma delas é que serão ofertadas 100 mil vagas a juro zero. A ideia é evitar a inadimplência no programa, fato que vinha gerando problemas nas edições anteriores. Segundo dados do Ministério da Educação, a porcentagem de ex-alunos com pagamentos atrasados é de 46%.

Entre as mudanças aplicadas estão o prazo para o início do pagamento. Antes o estudante tinha 1 ano e meio para começar a pagar. Em 2018, assim que sair da faculdade e começar a trabalhar, terá o desconto médio de 10% no salário, como um crédito consignado.

No total, o novo FIES vai garantir 310 mil vagas. Serão 3 modalidades do FIES:

  • FIES 1: Vai ofertar 100 mil vagas por ano, a juro zero, para estudantes com renda familiar mensal de até 3 salários mínimos per capita;
  • FIES 2: Vai ofertar 150 mil vagas por ano, para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste a juros baixos, para estudantes com renda familiar mensal de até 5 salários mínimos per capita;
  • FIES 3: Vai ofertar 60 mil vagas por ano, a juros baixos, para estudantes com renda familiar mensal de até 5 salários mínimos per capita.

Para o Ministro da Educação, Mendonça Filho, essas mudanças de como funciona o FIES vão garantir maior número de vagas e a continuidade do programa, sem deixar de atender a população que mais precisa.

Confira estas dicas: Aprenda a traçar suas metas profissionais em 5 etapas

Fazer um curso superior pode ser uma excelente maneira de se capacitar para estar ainda mais preparado para tocar o seu negócio e ser mais produtivo em seu dia a dia de trabalho.

Aliás, se você está em busca de mais produtividade, não deixe de baixar este kit com 3 e-books sobre o assunto e já comece a estudar antes do início das aulas:

Confira também: Os melhores hacks de produtividade para ampliar seu sucesso

Preparado para o FIES? Explique para a gente o que o motivou a procurar esta forma de financiamento do estudo superior e, se você já fez, foi aprovado e está aproveitando sua bolsa de ajuda, conte para gente como foi ou está sendo está experiência, é só colocar seu depoimento nos comentário abaixo.

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.