como organizar o financeiro de uma empresa

Como organizar o financeiro de uma empresa com API e a nuvem

6 agosto, 2016 2:54 pm | Criado por | sem comentários | 1 ano

Tudo começa com muita empolgação, vontade de trabalhar, nem sempre recursos suficientes, mas toda força de querer empreender, ser dono do próprio nariz e vencer com o próprio negócio. E na hora que sua empresa – sua startup – decola, começam a faltar braços para funções não tão legais, como burocracia, papelada e uma das mais importantes tarefas de um administrador: como organizar o financeiro de uma empresa?

Às vezes, se o empreendedor tem experiência em departamentos financeiros de outras empresas que trabalhou, isso pode ser mais fácil. Mas é claro que nem sempre é assim. Pelo contrário…

calculo de roi

Saiba mais: Os principais erros ao se controlar as finanças de uma empresa

Além de fundamental para a correta gestão de seus recursos, quem não sabe como organizar a parte financeira de uma empresa, com certeza, terá graves problemas de caixa e desperdício de recursos.

Mas calma! Você já apreendeu a não desistir nunca! Sabe que com planejamento, pesquisa e a solução certa, toda adversidade pode ser superada!

Nesta postagem vamos passar 2 tipos de orientações de como organizar o financeiro de uma empresa:

  • 6 dicas práticas e objetivas sobre finanças na empresa.
  • O poder dos APIs e a integração de aplicativos para organizar o financeiro empresarial.

Preparado para tirar um peso das costas, acabar com desperdícios de recursos financeiros e ganhar muito tempo com automação de diversos procedimentos?

Então vamos nessa!

Como organizar o financeiro de uma empresa

Antes de falarmos sobre APIs que integram aplicativos de gestão de pagamentos, fazem emissão de notas fiscais e outros, fique atento as estas 6 dicas práticas.

6 dicas fundamentais de como organizar a parte financeira de uma empresa

1- Separe seus negócios das finanças pessoais

Pode parecer uma dica óbvia, mas a verdade é que muitos empresários fazem uma bagunça quanto a isso, principalmente em pequenas e até médias empresas, focadas na liderança do empreendedor.

Além de poder trazer problemas até no âmbito fiscal, ao pagar contas pessoais com recursos da empesa e vice-versa, você só vai tornar muito mais difícil um controle financeiro adequado.

2- Ter uma visão realista de suas finanças

Quanto entra mensalmente em média? Quais suas despesas fixas e variáveis? Existem uma sazonalidade que afeta vendas e receitas?

Ter total controle de seu fluxo de caixa e das obrigações que deve cobrir com o tempo é fundamental. Uma dica é fazer provisão para décimo terceiro salário, por exemplo.

Veja também: Confira como abrir seu próprio negócio com pouco dinheiro

3- Pense em longo prazo

Como vai a economia e seu mercado? Fique atento a mudanças de demanda e antecipe-se às dificuldades pensando em como fazer frente às suas obrigações em diferentes cenários, assim como, em caso de resultados muito positivos, como investir da melhor forma essas entradas.

4- Registros e acompanhamento constante

Não tem como organizar o financeiro de uma empresa sem registrar tudo que entra e tudo que sai. É preciso criar rotinas, ou usar Apps e integrações com APIs, como você vai ver mais adiante!

5- Diminuir seus custos

Se você fizer tudo que dissemos acima, será muito mais fácil detectar desperdícios e gastos desnecessários. E o segredo para isso, em muitos casos, é usar sites de crowdsourcing e concorrência criativa, economizando muito e ganhando agilidade.

Confira: Como cortar gastos na empresa com 7 sites de colaborativos

6- Usar aplicativos e automatizar fluxos

Vamos falar detalhadamente sobre isso no tópico a seguir, mas a jogada é usar uma série de aplicativos financeiros baseados na nuvem, muitos deles com versões freemium (gratuitas com algumas limitações de uso) integrá-las entre si e ganhar um tempo enorme acabando com tarefas repetitivas, além de ter um controle muito maior do seu financeiro.

Confira também: Hub do Empreendedor: tudo o que você precisa em um só local

Como organizar o financeiro de uma empresa com Apps e API

Antes de darmos toda pista de quais aplicativos usar e como integrá-los com API, vamos entender melhor como elas ajudam na automatização financeira.

O que são APIs?

Se você não sabe o que significa API, aqui vai: a chamada Interface de Programação de Aplicativos é uma maneira de transformar os dados de um site compreensíveis para um computador, permitindo que este possa interpretá-los e fazer edições.

Isto é especialmente importante para integrar softwares de gestão e outros baseados na nuvem (portanto acessados por um site) e fazer com que aquilo que acontece em um aplicativo seja imediatamente enviado para outro, evitando que um funcionário seu tenha que fazer isso manualmente.

Um exemplo simples: imagine que você usa uma ferramenta de gestão e pagamentos em seu e-commerce. É possível integrar essa ferramenta com uma planilha do Google onde você faz seu controle de entradas financeiras e toda vez que um pagamento for confirmado, uma nova linha com o valor será acrescentada em sua planilha. Legal, não?

Veja agora alguns exemplos de como organizar a parte financeira de uma empresa usando essas técnicas.

5 ferramentas financeiras e como integrá-las com APIs

Iugu

Uma ferramenta para gestão de pagamentos online bastante versátil que conta com facilidades tanto para os usuários, que podem se aproveitar de uma compra mais ágil e até comprar com um clique; como para os administradores do negócio, que têm ciência se os pagamentos foram aprovados, recusados e outros status.

NFe.io

Emitir nota fiscal eletrônica sempre é uma dor de cabeça. Com esta ferramenta todo processo fica bem mais simplificado e ágil, evitando complicações futuras por erros e atrasos.

Pagar.me

Outra ferramenta de controle de meio de pagamento muito usada por diversas empresas. Tem facilidades como antecipação de receitas e um chekout bastante transparente.

Google Sheets

Ou Google planilhas, em português, é uma das ferramentas colaborativas na nuvem mais usadas, porque permite integrar equipes e informações de forma ágil, com edição simultânea, além de amplo espaço de armazenamento.

Nibo

Uma conhecida ferramenta online para controle contábil e financeiro de médias e pequenas empresas, ideal para quem quer ter suas finanças plenamente organizadas.

Como integrar tudo isso com API?

Quer saber como organizar o financeiro de uma empresa integrando estas ferramentas? Confira:

Imagine o custo de ter que desenvolver essas integrações entre aplicativos com uma equipe própria… Hoje, empresas igualmente baseadas na nuvem oferecem integrações prontas das ferramentas, bastando aderir a seus serviços e fazer o set-up das automatizações que sua empresa necessita em 2 minutos.

Algumas das mais conhecidas são a Pluga e o Zapier. O Zapier é um gigante internacional, e a Pluga é uma empresa brasileira integrante do FINTECH, com a vantagem de integrar aplicativos BR, como o Agendor, o RD Station, vários sistemas de pagamentos brasileiros, e mais.

automacao-na-empresa

Veja alguns exemplos do que você pode fazer:

  • Incluir novos pagamentos em uma linha de planilha de controle financeiro.
  • A cada pagamento aprovado em sua ferramenta de pagamento, um “contas a receber” aparece no Nibo.
  • A cada pagamento aprovado em sua ferramenta de pagamento, é gerada uma nota fiscal no NFe.io

E estes são apenas alguns exemplos de integrações possíveis via API, e todas elas são excelentes maneiras de como organizar a parte financeira de uma empresa. Pesquise na internet e encontre as integrações mais interessantes para o seu negócio.

Veja mais: Comece agora! 6 dicas para redução de custos na empresa

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.

Comentários estão fechados.