financiamento para empreendedor

Financiamento para empreendedor: dicas para não recorrer ao empréstimo

3 junho, 2017 10:00 pm | Criado por | sem comentários | 6 meses

É comum que o empreendedor inexperiente imagine que para obter os recursos iniciais e conseguir desenvolver o seu negócio próprio, os empréstimos bancários apareçam como um solução imediata.

Acontece que, para evitar os juros altos da maioria das instituições financeiras, existem algumas boas opções a serem consideradas, a princípio, entre as várias modalidades de financiamento para empreendedor.

E, neste post, vamos conferir algumas delas, para que você tenha mais informações e consiga tomar a melhor decisão para desenvolver a sua empresa, sem o risco de acabar transformando um sonho de vida em um terrível pesadelo.

Saiba mais: Como conseguir empréstimo e alavancar investimentos em seu negócoio

Financiamento para empreendedor: um grande desafio

A seguir, listamos uma série de dicas para empreendedores que desejam saber como conseguir capital para abrir seu negócio próprio.

É muito importante se ter em mente que os empréstimos são obrigações que devem ser cumpridas sempre, sob o risco de comprometer até investimentos futuros.

Por isso, analise bem o seu caso e busque uma forma de financiamento que se encaixe em seu fluxo de caixa, sem apertos.

Por que fugir dos empréstimos bancários?

A resposta já foi antecipada na introdução deste artigo: os juros podem dificultar — e muito — o crescimento de sua empresa, que vai passar boa parte do seu tempo tendo que se virar para vender mais, como única alternativa para arcar com despesas cada vez maiores…

É assim que se cria a chamada bola de neve financeira.

Por isso, da mesma maneira que você já tem pronto um planejamento completo para a sua empresa se desenvolver, pondere também as variadas soluções disponíveis no mercado quanto à financiamento, de uma forma planejada e organizada.

Sem as taxas cobradas pelas instituições financeiras tradicionais — e com juros menores —, o respiro de alívio virá logo.

É recomendada, então, a elaboração de um plano de negócios para entender a necessidade real do financiamento, para o empreendedor.

E, principalmente, a viabilidade desse negócio. Esse tipo de projeção é fundamental para que você evite armadilhas diversas que podem surgir no seu caminho.

DICA de gestão: Aprenda como estabelecer metas em 4 passos fáceis de aplicar

Quais opções de financiamento para empreendedor existem?

O plano de negócios, que mencionamos anteriormente, ajuda a entender também quanto você vai precisar para tirar o seu empreendimento do papel. Sem falar que serve como parâmetro de argumentação ao se dirigir a um investidor ou instituição para pedir um financiamento para seu empreendimento.

E se você duvida disso, a seguir nós selecionamos algumas opções de financiamento para empreendedor que, por si só, já vão mostrar o quanto ter todas as informações do seu negócio já descritas podem ajudar a vender a sua ideia!

Veja mais: 6 dicas para fazer o planejamento anual do seu pequeno negócio

Capital oriundo de familiares e Pessoas Físicas em geral

Já considerou a captação de recursos a partir da boa vontade de seus amigos e familiares? Com isso, você pode criar modelos de negócios atrativos para quitar o débito sem juros ou taxas complementares, e oferecendo algumas vantagens para eles.

Uma delas — e a mais comum — é oferecer uma pequena remuneração, que será muito inferior a qualquer valor cobrado em uma instituição financeira.

Daí, inclusive, a importância do plano de negócios. Que familiar se recusaria a ajudar na condução de um empreendimento detalhado e imune à maioria dos imprevistos?

Confira: Confira como abrir seu próprio negócio com pouco dinheiro

Modalidades novas de financiamento para empreendedor

Muitas dessas contam com atrativos variados, como taxas de juros irrelevantes. E a origem desse dinheiro, muitas vezes, provém de agências governamentais que incentivam a pesquisa, inovação e o empreendedorismo.

Duas delas você confere logo abaixo:

Existem, ainda, outras instituições cujo foco é o desenvolvimento do empreendedorismo no País, concedendo auxílios diversos para quem deseja construir o seu negócio próprio.

Entre as vantagens estão as linhas de crédito com juros baixos e prazo de carência para iniciar o pagamento.

É o caso de:

Veja também: Financiamento para franquias: primeiro desafio do franqueado

Investidores anjos para financiamento

Vale considerar, também, como opção de financiamento para empreendedor, o auxílio de Investidores Anjos. Já ouviu falar nessa modalidade de negócio?

Os anjos dessa equação nada mais são do que uma pessoa — ou um grupo — com alto poder aquisitivo e com interesse em explorar boas oportunidades de negócio.

No Brasil, inclusive, os investidores anjos têm crescido gradativamente, promovendo boas condições comerciais para que os empreendedores consigam desenvolver o seu negócio sem juros altíssimos à espreita, no fim de cada mês.

Confira também: GUIA: como montar um negócio com pouco dinheiro e enriquecer

Escolha a melhor opção de financiamento para empreendedor

Você pôde perceber que os empréstimos bancários em instituições financeiras tradicionais são apenas uma pequena parcela de um amplo leque de soluções que você pode experimentar para conseguir o capital que precisa para montar o seu negócio.

Agora, independentemente de onde você vai conseguir o financiamento desse montante, essa é apenas a primeira etapa de um longo caminho a percorrer: o crescimento.

A partir daí, vai depender da aplicação correta de todos os conceitos planejados e da maneira como esses recursos serão aproveitados na condução de seu empreendimento.

Veja ainda mais dicas: Linha de crédito e investimentos: como conseguir financiamento para abrir empresas?

E, caso você já tenha tido alguma experiência com qualquer um dos modelos de financiamento para empreendedor analisados neste post, compartilhe conosco o que achou.

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.