folder digital

Folder digital: programas e dicas criativas para fazer o seu

17 junho, 2016 7:22 pm | Criado por | sem comentários | 2 anos

Quando alguém procura folder digital pode estar atrás de 2 coisas diferentes:

  • A arte em um arquivo digital para imprimir um folder.
  • Um folder digital que possa ser exibido em sites ou enviado por e-mail.

Na verdade, dependendo do formato e do tipo de arquivo que você quiser usar em seu folder digital, as duas artes podem ser as mesmas, apenas variando um pouco o tipo de fechamento de arquivo.

Por exemplo: Você pode encomendar a um designer a criação de um folder com a intenção de imprimir. Ele vai usar o programa de editoração gráfica de sua preferência, possivelmente o InDesign (o mais indicado), mas alguns outros programas digitais podem auxiliar em momentos específicos da criação, como o famoso Photoshop (para tratar as imagens e fazer montagens), ou o Illustrator (para ilustrar). Alguns designers gostam de usar o polêmico Corel Draw. Independentemente do software escolhido pelo profissional, normalmente as boas gráficas pedem que o arquivo seja salvo em PDF, seguindo certas características especiais. Ora, este mesmo formato pode ser usado em sites e em e-mails para se enviar um folder digital, apenas otimizando o fechamento do arquivo, salvando mais leve e sem marcas de corte, por exemplo.

eBook-2015-11-06-5-passos-para-criar-Blog-e-Email-CTA-600x200px

Saiba mais: 5 dicas de como elaborar um folder de divulgação atrativo

Outra maneira de fazer isso é exportando o arquivo do folder digital para um formato Power Point ou outros programa de exibição de slides.

Existe ainda a opção de fazer com que o folder no site simule o movimento das páginas de um folheto, como se fosse uma imitação 3D de um folder real. Para isso, é preciso chamar um Web Designer ou programador para dar este efeito de páginas sendo viradas em seu site. Mas, de qualquer forma, você precisará que alguém crie o folder primeiro, para depois poder usá-lo dessa forma em seu site.

Mas na hora de fazer seu folder digital, seja para qualquer um dos motivos acima a que ele se destinar, qual a melhor maneira de atrair o público e passar sua mensagem com mais efetividade? Confira a seguir algumas boas maneiras de conseguir isso!

Veja também: Folder institucional: uma mostra da qualidade de sua empresa

Dicas de como fazer um folder digital

Mantenha sua identidade visual

Muitas empresas se esquecem que já tem um logotipo e uma marca consolidadas e que estas possuem cores que já são conhecidas de seu público. Imagine que você recebesse um folder da lanchonete Subway e em vez de seu tradicional verde e amarelo, que você está acostumado, ele aparecesse todo em vermelho e com apenas alguns detalhes em amarelo, as cores do McDonald’s. Não iria gerar uma tremenda confusão em sua cabeça? Por isso, mantenha as cores de sua identidade visual intactas, com no máximo algumas leves variações na paleta de cores que, aliás, devem estar determinadas em seu manual de uso da marca e emprego do logotipo.

E se você não tem um logo e uma identidade visual ainda, aproveite para fazer isso antes de iniciar a criação de seu folder digital.

Você sabe? Qual a diferença entre identidade visual e design gráfico?

Formatos fazem toda a diferença

É claro que se sua intenção e enviar apenas forlder digital por e-mail ou manter no site, não terá como variar formatos, serão sempre como um tipo de folhetinho ou PDFs. Mas folders impressos podem ter cortes diferenciados na capa, na forma de seu produto, por exemplo. Isso pode ficar bem legal!

Outro detalhe bacana é um elemento vazado (um corte ou abertura) na capa que revele uma imagem interna do seu folder, algo que ficaria bem interessante para folders de turismo.

Usualmente os folders podem ter 1, 2 ou 3 dobras. Na verdade, podem ter quantas dobras você quiser, apenas tome cuidado para não transformar seu folder em uma sanfona!

As dobras são ótimas porque aumentam a área contínua do folder para você poder usar uma faixa longa do papel e aplicar imagens grandes ou gráficos, linhas do tempo, mapas, infográficos e outros recursos visuais bem interessantes.

Confira: Dicas essenciais para definir o Formato de seu Folder

Originalidade sempre chama atenção

Tanto no folder digital como no impresso existem outros recursos além do formato que podem ser usados para trazer originalidade à peça. Tente fugir do comum… uma capa com uma única cor chapada e apenas a primeira letra do nome de sua empresa pode causar uma curiosidade incrível e vontade de abrir o folder e ver o que tem lá dentro, por exemplo. Ou usar apenas uma imagem linda, uma foto artística tirada por um fotógrafo profissional, isso também ajuda.

E se você combinar ideias como essa com um corte (como comentado no item anterior) e acabamentos especiais como o verniz UV de reserva, que confere um brilho sutil a apenas alguns detalhes estrategicamente escolhidos do folder, sua criação pode ficar realmente surpreendente e chamativa!

Fique atento: Por que você precisa investir em folders criativos para o seu negócio?

Imagens de qualidade

Um folder não pode conter apenas textos, mesmo um folder técnico ou institucional. Um material gráfico, por excelência, deve aproveitar todos os elementos visuais possíveis que conseguir para atrair seus clientes e explicitar seus diferenciais. Cores e formas já foram citados aqui, assim como fotografias de qualidade. Mas ilustrações, gráficos, mapas, infográficos e outros recursos como estes vão fazer seu material ficar muito mais rico e atraente. Afinal, quem nunca ouviu a famosa frase (sempre atual): uma imagem vale mais que mil palavras!

Veja mais: Saiba a diferença entre folder, flyer, panfleto e folheto

CTA21-Blog2016-600x200px-Folder-001

Na We Do logos você pode criar folders, logotipos, sites e diversos outros matérias de comunicação para sua empresa!

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.

Comentários estão fechados.