cores para escritório de advocacia

Decore com 4 dicas de cores para escritório de advocacia

13 maio, 2017 5:35 pm | Criado por | sem comentários | 1 semana

Uma das profissões mais tradicionais de nossos tempos, a advocacia foi gradualmente inserida na sociedade como uma atividade formal, que transparece a sobriedade na postura de seus profissionais e, consequentemente, nas cores para escritório de advocacia.

Com isso, ficou estabelecido um parâmetro geral para definir a cor da advocacia. O que não significa, necessariamente, que você deve se ater apenas às tonalidades mais comuns praticadas entre os profissionais do setor.

E, para trazer um pouco mais de cores para escritórios de advocacia, nós reunimos neste post tudo o que você precisa saber a respeito das tonalidades para o seu ambiente corporativo.

Saiba mais: Trabalhe sua imagem com o papel timbrado na advocacia

Quais são as principais cores para escritório de advocacia?

Como mencionamos, os tons sóbrios que fizeram história como as principais cores para escritório de advocacia não devem ser negados. Pelo contrário: eles pautam todo o tradicionalismo dessa antiga profissão.

No entanto, isso não deve ser o único aspecto a ser analisado ao compor os ambientes de sua empresa. Menos um padrão, enxergue as cores tradicionais desse segmento como uma diretriz para quem deseja se manter alinhado com as tendências do mercado.

Isso significa, portanto, apostar nas seguintes tonalidades:

  • Azul
  • Marrom
  • Branco
  • Preto
  • Cinza

Além disso, é possível pensar em combinações interessantes, como os tons metálicos para adornar o escritório — cujo principal elemento para a mobília é a madeira em diferentes tonalidades, sendo as mais escuras as tradicionais.

Ou seja: ao pensar na cor da advocacia, talvez o marrom amadeirado se destaque como a tonalidade principal para decorar escritórios. Mas, a seguir, vamos apontar algumas outras dicas para você ir além da mistura de tons neutros. Acompanhe!

Veja também: Qual a importância da identidade visual na advocacia?

1- Não se prenda à formalidade

A primeira dica para flexibilizar as cores para escritório de advocacia é pensar que, dependendo do seu ramo de atuação, o ambiente pode ser também mais descontraído.

Isso se aplica a, por exemplo, profissionais cujos clientes são mais jovens e descolados, como empreendedores de startups. Além disso, a presença de marca dos advogados também deve estar em alinhamento com os seus próprios objetivos.

Dessa maneira, se o seu escritório de advocacia não lida com situações formais, por que se apegar às cores tradicionais de quem exerce a profissão?

Leia mais: Dicas para criar folder para escritório de advocacia

2- A iluminação para ajudar nas cores para escritório de advocacia

Com base no que falamos anteriormente, independentemente da paleta de cores escolhidas — podendo ir da aquarela colorida ao uso de tons clean, como o branco —, convém fazer uso da iluminação natural para explorar as sensações transmitidas pela sua cor da advocacia.

Isso se traduz no uso de muitas janelas espalhadas pelo escritório, o que ajuda a manter o ambiente sempre ventilado e bem iluminado — algo que pode fazer a diferença até mesmo se você usar mais cores escuras.

Confira também: 10 dicas de como divulgar um escritório de advocacia

3- Traduza organização nas cores para escritório de advocacia

Não importa o setor de especialização do seu escritório: na advocacia, organização é tudo para lidar com os clientes e trabalhar com cada caso da maneira mais agilizada e eficiente.

E isso pode ser algo que você tem a reforçar na escolha de cores para o escritório de advocacia. Laranja e vermelho, por exemplo, costumam exprimir esse tipo de sensação às pessoas. Por isso, vale a pena usar esses tons em algum canto do seu escritório.

Vale a dica, entretanto: por se tratar de tons fortes, não exceda em seu uso, pois elas podem cansar a vista rapidamente.

Veja: Logo advocacia: deve ser bem equilibrado, como a boa justiça

4- Confira as cores para escritório de advocacia mais utilizadas

Como as cores vão exprimir muito da identidade do seu escritório de advocacia, fica a nossa última e mais importante dica: una os tradicionalismos da profissão com o seu expertise.

Ou seja: por mais que você esteja inovando no meio, apostando em um público-alvo que pouco conheça a base tradicional da advocacia, para mirar a satisfação desses clientes, o equilíbrio na escolha das cores faz com que você consiga afirmar e reforçar a sua presença de marca.

Uma maneira prática e eficiente de conquistar um novo perfil de clientes, e, ainda, apresentar-se da maneira tradicional ao resto do mercado.

Inspire-se aqui: Saiba qual é o significado das cores ao redor do mundo

Precisando criar um logotipo, fazer a papelaria, cartões de visita, layout para site, folders e outros materiais de comunicação que combinem com a cor que escolheu para seu escritório de advocacia, com qualidade e preço justo?

Pode contar com a We Do Logos! É só se cadastrar e fazer seu pedido em nosso site, definir o preço e o prazo e rapidamente, em 24 horas, já estará recebendo as primeiras opções de artes para dar sua opinião, pedir ajustes e solicitar quantas alterações quiser, até tudo ficar exatamente do jeito que você imaginou.

Depois, é só escolher a que mais gostou e usar na divulgação de seu escritório de advocacia. E o melhor de tudo: o processo é online e sem burocracia.

Confira mais alguns bons motivos para usar a We Do Logos:

E, agora, queremos ouvir de você: quais foram as cores para escritório de advocacia que você escolheu para o seu negócio? Compartilhe conosco nos comentários deste post!

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.