Como criar uma marca forte

Como criar uma marca forte em 8 passos

21 dezembro, 2015 3:56 pm | Criado por | sem comentários | 2 anos

Para criar uma marca forte que se diferencie no mercado é necessário posicionar – de forma muito clara e atraente – nos corações e mentes dos clientes o diferencial que seus produtos e serviços podem oferecerem a eles, fazendo com que prefiram sua marca, em detrimento dos concorrentes. Nesta postagem, vamos abordar como criar uma marca forte e desenvolver corretamente o trabalho de diferenciação.

O professor de Harvard, Robert Hayes, disse uma vez, há certo tempo atrás: “Há 15 anos, as empresas competiam no preço. Hoje em dia, é na qualidade. Amanhã, será no design.” Pois bem: o amanhã chegou, e já faz um bom tempo.

Não há como criar uma marca forte, competitiva e que agregue valor aos seus produtos e serviços, se as ações de marketing das empresas não estiverem focadas no design, no produto e na comunicação. Mas como se utiliza o design da marca para isso?

como criar uma marca forte

É preciso posicionar na mente do cliente o diferencial de seu produto ou serviço, por meio da criação de uma marca forte que transmita isso a ele de forma clara e atrativa.

“Diferenciação é o ato de desenvolver um conjunto de diferenças significativas para distinguir a oferta da empresa da oferta da concorrência.” Philip Kotler, em seu livro: Administração de Marketing, fonte de inspiração deste post.

Em outras palavras: sua marca tem que mostrar ao seu público alvo porque ela é melhor que as outras, qual a diferença que a faz tão especial! Afinal, como criar uma marca forte se ela não representa nada de diferente do que já está por ai? A marca da empresa simboliza sua oferta, esclarece ao consumidor o que ela oferece ao mercado, quais os atributos, características e benefícios de seu produto ou serviço.

Nesse contexto, se você quer saber como criar uma marca forte, terá que desenvolver estas duas ações na empresa:

  1. Definir qual será esse diferencial em seu produto ou serviço.
  2. Criar o design da marca para que o cliente enxergue isso claramente.

Para ajudar você nesta missão, criamos um guia passo a passo de como criar uma marca forte desenvolvendo poderosos diferencias para ela.

como criar uma marca forte

Veja também: Descubra a importância do design para empresas de todos os tipos!

Antes de conferir as dicas, conheça o exemplo de uma empresa que soube como criar uma marca forte investindo em design de forma criativa e com um investimento que cabia em seu bolso. Nosso cliente, o restaurante carioca Point do Macarrão começou pedindo um logo e em pouco tempo já estava com quase uma dezena de projetos com a We Do Logos, incluindo embalagem, uniforme, cardápio e até fachada de loja!

O resultado foi além do esperado: em pouco tempo os sócios perceberam aumento nas vendas e chegaram a receber propostas para franquiar seu negócio.

Como criar uma marca forte passo a passo

São 8 passos:

  1. Defina quem você é.
  2. Seja diferente.
  3. Saiba delegar as tarefas.
  4. Invista na identidade visual.
  5. Definição do modelo de valores para o cliente.
  6. Estabelecer uma hierarquia desses valores.
  7. Escolher um pacote de valores para o cliente.
  8. Checklist

Vamos lá?

Passo 1: Defina quem você é

A maioria dos empreendedores têm uma ideia bem clara do que sua empresa se propõe a oferecer, porém, na hora de passar isso para o público, as palavras não passam um conceito consistente. Este é um dos grandes desafios de como criar uma marca forte.

Essa linguagem precisa ser bem definida, caso contrário, você nem começará. A melhor forma de fazer isso é tentar criar uma sentença simples e bem descritiva, evitando proclamações pretensiosas.

É claro que a sentença não contará toda a sua história, porém, o importante aqui é ter clareza e brevidade ao comunicar sua marca.

Passo 2: Seja diferente

como criar uma marca forte

Por mais que esse seja um tema muito comentado, muitos empreendedores ainda caem na armadilha de adotar o discurso raso de que seu produto é o melhor do mercado.

No lugar disso, é muito mais importante que você explique claramente o por que seu produto ou serviço é melhor que o da concorrência e quais as vantagens de adquiri-lo.

Passo 3: Saiba delegar as tarefas

Apesar de precisar gerenciar tudo em sua empresa, você não precisa fazer todo o trabalho sozinho. Saber delegar as tarefas e se focar na empresa como um todo é um ponto importante quando se deseja construir uma organização.

A relação disso com a construção da marca é que, no começo, as pessoas em sua organização são as únicas bases que existem para sustentar sua marca e as futuras expectativas.

Passo 4: Invista na identidade visual

Uma vez que você definiu seu posicionamento e sua identidade de marca, é hora de construir sua identidade visual: logotipo, fontes, cores, website, cartão de visita e papelaria. Jé pensou: como criar uma marca forte sem investir em sua imagem?

eBook-2015-11-06-5-passos-para-criar-Blog-e-Email-CTA-600x200px

Veja também: 5 dicas de design para aumentar as vendas da sua empresa

O design bem planejado é importante porque faz com que seu negócio comunique de maneira instantânea o que você deseja transparecer: confiança, inovação, luxo, status, etc.

Um ótimo exemplo é o site do trucadao.com.br design simples ele combina o laranja e o cinza da logo em toda a identidade visual do site e tem um cuidado de trazer ícones para gerar identificação com seus usuários.

Passo 5: Definição do modelo de valores para o cliente

como criar uma marca forte

É preciso que você faça uma lista de tudo aquilo que pode influenciar na percepção de valor de sua marca pelo cliente. Ficou complicado? Vamos facilitar para você: aqui vai uma lista de possíveis fatores de diferenciação:

  • Diferenciais de Produto: forma, características, desempenho, conformidade, durabilidade, confiabilidade, facilidade de reparo, estilo, design.
  • Diferenciais de Serviço: Facilidade de pedido, entrega, instalação, treinamento do cliente, orientação ao cliente, manutenção e reparo, variedade de serviços.
  • Diferenciais de Equipe: Competência, cortesia, credibilidade, confiabilidade, capacidade de resposta, comunicação.
  • Diferenciais de Canal: Cobertura, especialidade, desempenho.
  • Diferenciais de Imagem: Símbolos, mídia, atmosfera, eventos.

Por exemplo, se sua empresa é um hotel , diferenciais de equipe como cortesia e competência, podem ser muito importantes. Já se a empresa produz bolsas, além de diferencias do produto, como estilo e design, diferenciais de imagem, como símbolos e eventos, podem agregar valor à sua marca. Defina todos esses critérios em um alista!

Confira: Quanto do valor da marca se deve a logotipos famosos?

Passo 6: Estabelecer uma hierarquia desses valores.

como criar uma marca forte

Não será possível trabalhar com tudo que você listou. Para organizar isso melhor, crie 4 níveis ou pacotes de diferencias. Vamos exemplificar com uma oficina de reparo de motocicletas:

  • Básico: a oficina realiza os reparos corretamente e sem grandes demoras, a preço justo em um ambiente limpo com atendimento básico e educado.
  • Esperado: além disso, ela é limpa e organizada, os mecânicos entendem de seu ofício, são cordiais ao atender e os orçamentos são honestos.
  • Desejado: a oficina é impecável e você é atendido em uma sala separada da parte onde fazem os reparos por profissionais de atendimento, ficando longe de barulhos e da graxa. Um sistema informatizado faz os orçamentos e tem uma salinha de espera com revistas e cafezinho.
  • Inesperado: A oficina é impecavelmente limpa e decorada com uma exposição de motocicletas clássicas, além de papéis de parede com paisagens de estradas famosas para viajar de moto ao redor do mundo. Antes de sair de casa você já recebeu um orçamento preliminar, conforme preencheu um formulário online em um APP no seu celular. Ao chegar, uma atendente uniformizada o convida a ir a uma sala VIP, onde senta em uma mesa enquanto aguarda os técnicos confirmarem o orçamento. São servidos sucos e bolachinhas, enquanto você assiste vídeos incríveis de corridas de moto em um enorme telão.

Passo 7: Escolher um pacote de valores para o cliente

Agora a tarefa do marketing na empresa será definir como criar um pacote que supere o desempenho dos concorrentes. Isso não significa que só as empresas que oferecem um pacote do tipo inesperado se diferenciam. Não!

como criar uma marca forte

É preciso descobrir como os recursos, capital e os profissionais que a empresa tem podem oferecer um diferencial dentro do pacote escolhido para seu posicionamento. Deve ficar claro para o público que dentro desse nível de entrega de valor, sua empresa é a melhor escolha para o cliente, superando os concorrentes.

Por exemplo: se você optar pelo pacote esperado de oficina de motos, talvez seja interessante focar em motoboys, desenvolver uma rede de franquias onde ele pode receber um atendimento decente e honesto, barato e seguro, sem luxo nenhum, mas muito prático e econômico, com uma rede de cobertura abrangente, com a qual ele pode contar em toda cidade (ou estado e país) em caso de panes ou emergências, ou mesmo para manutenção preventiva, troca de óleo e pneus. Que tal um plano de fidelidade?

Percebeu? O gestor de marketing deverá desenvolver um pacote de serviços e produtos integrados que superam os concorrentes na mesma faixa de entrega de valor, seja ela básica, esperada, desejada ou inesperada.

Passo 8: Checklist

como criar uma marca forte

Existem alguns pontos importantes que o responsável pelo marketing na empresa precisa verificar antes de bater o martelo sobre a proposta de entrega de valor da marca:

  • Importância: o diferencial oferece um benefício de alto valor a um número suficiente de compradores?
  • Superioridade: o diferencial é superior a outras maneiras de se obter benefícios?
  • Exclusividade: o diferencial pode ser facilmente copiada pelos concorrentes?
  • Acessibilidade: o comprador tem condições de pagar pelo diferencial?
  • Lucratividade: esse diferencial é lucrativo para a empresa?
  • Destaque: o diferencial está sendo oferecido de forma destacada?

Agora que você já sabe como criar uma marca forte, atente para um fato muito importante: tanto para este último item da checklist, quanto para criar o design de uma logomarca que transmita seus diferenciais para o público, você vai precisar de um bom profissional de design.

Depois de criar sua marca, seu sonho é que ela fixe na mente dos consumidores, correto? O que as grandes marcas fazem para isso ocorrer? E como marcas se transformam em verbos e você já nem lembra mais o nome original daquele produto? Confira abaixo dicas e exemplos práticos para te ajudar nesse desafio.

Saiba mais: Por que investir em design é a melhor estratégia competitiva.

Como criar uma marca forte: cases de sucesso que viraram verbo

Ter o próprio negócio é provavelmente o desejo de muitas pessoas, porém, poucos atentam para o fato de que isto requer um trabalho árduo.

Todos os dias, as tarefas do empreendedor englobam, além de sua função principal, o gerenciamento da empresa, contato com os clientes etc. Porém, todo esse trabalho sozinho não é o suficiente para garantir o crescimento e sucesso da empresa. Você precisará também de uma identidade bem definida.

Esse processo de branding traz algumas discussões complexas sobre quem você é e quem deseja atingir, além de saber como expressar tudo isso através do design e da linguagem.

Abaixo, confira dicas de como criar uma marca sólida para sua empresa.

Confira: Onde encontrar bons designers para fazer o logotipo da minha empresa?

Maizena: alguma vez você já foi ao supermercado em busca de amido de milho? No geral, as pessoas compram maisena, mesmo que a marca seja outra. A força do nome foi tão grande muita gente demorou em descobrir que maisena não era o nome do produto e sim da marca.

Band-Aid: se o machucado for pequeno, o band-aid é o suficiente para proteger a pele, correto? Criado pela Johnson & Johnson em 1920, esse curativo auto-colante é sucesso até hoje.

Leite Ninho: é quase impossível falar em leite em pó e não se lembrar do leite Ninho e sua linda lata amarela. Aliás, se existe uma empresa que sabe como criar uma marca forte, esta empresa é a Nestlé… Mesmo com a concorrência enorme até hoje e que o consumidor muitas vezes acabe comprando outra marca, na lista de compras deles está o “leite Ninho”.

Bom Bril: arear panela é com Bom Bril e não com palha de aço. Muita gente nem sabe que aquilo se chama palha de aço. Para a marca foi ótimo, pois como o produto é bom e emplacou, ir ao supermercado e ver o nome “Bom Bril” nos demais produtos chama a atenção e passa a ideai de qualidade, fazendo com que o consumidor o leve para casa.

Gillette: a gilete fez com que os homens pudessem dar adeus às navalhas e passassem a usar a lâmina de barbear. É por isso que até hoje as pessoas compram “Gillette”, mesmo quando a marca é outra.

Isopor: é isso mesmo, isopor não é o produto e sim a marca! Ela foi criada pela BASF para facilitar a identificação do material e hoje ele não é chamado de outra maneira. Ou você compra bandejas de Poliestireno Expandido (EPS) na casa de embalagens?

Interessante né? Quais outras marcas você já considera sinônimo do próprio produto? Aposto que várias! 😉 Você também já imaginou como serão as marcas no futuro? Como elas irão evoluir seus símbolos e formas de comunicação? Uma grande corrente atual é a “minimalista”, onde podemos dizer que menos é mais. Separamos evoluções de algumas marcas e como elas ficariam se levassem em consideração o minimalismo.

Exemplos de sucesso como estes existem em todos os níveis e tamanhos de negócios. Quer saber como criar uma marca forte, criando seu logo ou mesmo uma mascote da marca com um bom briefing e auxílio de designers profissionais? Faça como a EMBRAER que solicitou a criação da mascote de um des seus aviões para a We Do Logos. Confira aqui exemplos de mascote para marca criados por 8 de nossos designers para esta concorrência criativa.

Como criar marcas fortes: A Evolução Minimalista dos Logos

Em 2011, o site Stock Logos publicou uma breve revisão da história de logos famosas, além de uma estimativa de como será a aparência de cada uma no futuro. Curiosamente, a sua previsão de logotipo do Microsoft em 2020, parece semelhante ao do novo Windows 8, anunciado no começo deste ano.

Confira também: Logotipos famosos, como as pessoas memorizam as grandes marcas?

Apple

como criar uma marca forte

IBM

como criar uma marca forte

Xerox

como criar uma marca forte

Microsoft (previsão de 2020 se concluiu bem antes!)

como criar uma marca forte

LG

como criar uma marca forteVolkswagen

como criar uma marca forteStarbucks

como criar uma marca forte

Incrível essas evoluções, né? Mostram realmente que existem empresas que sabem o segredo de como criar uma marca forte! Algumas nem dá para acreditar que pode ser real, mas a Microsoft, por exemplo, usa hoje um logo quase idêntico ao da previsão. O que nos leva a crer que tudo pode ser real! 😉

E já que estamos falando em como criar marcas fortes, não poderíamos esquecer de uma das histórias mais marcantes do empreendedorismo mundial que é a criação do Google. Uma empresa que certamente mudou a vida de muita gente e o jeito de se fazer pesquisa. Confira abaixo um pouco dessa história e também como o google usa sua identidade visual para engajar seus usuários durante a pesquisa no site!

eBook - Guia para criar sua id visual e divulgar sua marca-CTA-600x200px (1)

História do Google

Larry Page e Sergey Brin se conhecem no campus da universidade de Michigan, em Stanford. Os estudantes de ciências de computação, um dia chegaram à idéia de criar um sistema de buscas, o então chamado BackRub, um ano depois muda o nome para Google, que é um trocadilho com a palavra ‘googol’, termo matemático que representa o número que começa com dígito 1 seguido de cem dígitos 0, simbolizando a missão da dupla de organizar esta infinita quantidade de informações na internet.

Devido ao capital limitado dos rapazes, o buscador operou em servidores de Stanford por cerca de um ano. Entretanto, para os padrões da universidade, ele praticamente sugava toda banda larga da internet. Para dar continuidade, precisariam se instalar em outro local. Em agosto de 1998, Andy Betchtolsheim investe 100 mil dólares na empresa dos garotos de Stanford, a Google Inc. Com o dinheiro, a primeira instalação da equipe é a garagem de Susan Wojcicki, situada em 232 Santa Margarida, Menlo Park, e foi fundada oficialmente em 4 de setembro de 1998.

goggle-logotipo-1024x426No dia 15 de setembro, o domínio Google.com foi registrado. E em 27 de setembro o Google, lançaram oficialmente o site a fim de ajudar os internautas a encontrar o que buscam na internet. Ainda em setembro de 1998, os estudantes de Stanford contratam seu primeiro funcionário, Craig Silverstein. Em dezembro de 98, uma grande conquista para o Google: a revista PC Magazine o lista no “Top 100 Web Sites” o site como principal mecanismo de pesquisa e diz que “tem uma capacidade incomum de retornar resultados extremamente relevantes”.

Em 1999, a empresa começa a crescer substancialmente. Não só passa por duas mudanças de endereços no mesmo ano, como também contrata seu 41º funcionário, o chef de cozinha Charlie Ayers, escolhido através de um concurso julgado por todos os 40 trabalhadores da equipe. Nos anos 2000 o Google começa sua expansão. Com 1 bilhão de paginas indexadas, o site também torna-se um poliglota e inclui 15 novas línguas em suas versões. Além disso, no fim do ano, a empresa ainda lança o Google adwords e a barra de ferramentas do Google.

Em 2001, mais crescimento. Inúmeras contratações e parcerias importantes são anunciadas, a empresa ganha seu primeiro escritório internacional em Tóquio, a busca de imagens é lançada e o número de arquivos indexados chega à incrível marca de 3 bilhões.

Confira também: Entenda como funciona o Google para empresas

Na última década, o Google cresce e torna-se importante na história da internet em si. Aperfeiçoando seu site e lançando novas plataformas, redes sociais e outros serviços, a empresa que começou em Stanford apenas como um buscador, hoje oferece inúmeras oportunidades e está bem condizente com sua missão tão “megalomaníaca” de organizar as informações do mundo e torná-las mundialmente acessíveis e úteis.

A Google é uma empresa que se reinventa a cada dia, buscando realmente fazer parte da vida do usuário e os doodles são apenas um exemplo desta estratégia. Sua missão é seguida de à risca pelos funcionários e colaboradores e seu sucesso é um reflexo disso.

Doodles do Google: como recriar uma marca forte todo dia!

A Google, uma das marcas mais valiosas do mundo, completa 14 anos em 27 de setembro de 2012. A empresa de Larry Page e Sergey Brin começou como um site de buscas e hoje atua em redes sociais, plataforma de bloggers, sistema de anúncios e um enorme montante de serviços online. Em poucos anos de vida, tornou-se fundamental na vida de algumas pessoas e na própria história da internet. Criou uma marca tão forte que, através dos doodles, é possível mudar seu logo eventualmente sem perder a identidade. A seguir, veja alguns doodles interessantes e saiba mais sobre a história de sucesso da Google.

Doodles e identidade

Doodles são mudanças engraçadas, divertidas e até mesmo espontâneas que o Google faz com sua logomarca celebrando feriados, aniversários ou datas importantes para a humanidade. Como se fossem figurinhas colecionáveis de um álbum, essa idéia agradou usuários do mundo inteiro, que estão sempre ansiosos por um novo doodle.
Enquanto para inúmeras empresas, fazer uma mínima alteração na marca é algo impensável, na Google isso já faz parte de sua identidade. É uma maneira criativa e inovadora de evidenciar seu logotipo.

1st-doodle-google-burning-manA imagem acima mostra o primeiro doodle. A idéia surgiu dos próprios fundadores desenharam um homem por trás da segunda letra “O”, quando participaram do festival Burning Man, simbolizando uma pessoa livre que finalmente saiu do escritório. Em 2000, pediram a Dennis Hwang, atual webdesigner, que fizesse um doodle para o Dia da Queda da Bastilha. Desde então, tornou-se um acontecimento regular na página inicial e hoje conta com uma equipe para sua produção. Veja a seguir alguns exemplos de doodle.

Em 2009, o homem fez 40 anos de sua chegada à Lua e lá estava o Google para celebrar a data.

doodle-google-40-anos-homem-na-lua
Veja este exemplo. Na época das grandes discussões envolvendo a SOPA e PIPA, o Google fez sua contribuição. É interessante destacar que com uma mínima parte aparecendo, ainda assim é possível identificar a marca.

doodle-google-sopaO google também homenageia alguns países, entre eles, o Brasil. Veja só a imagem de comemoração da escolha do Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas em 2016.

doodle-google-rio-2016

Nos 125 anos de Tarsila do Amaral, o Google também prestou sua homenagem.

doodle-google-tarsila-do-amaral-125-anos
Até no aniversário do Menino Maluquinho o Google estava presente!

doodle-google-menino-maluquinhoOutro aniversariante que não foi esquecido pelo Google foi Freddie Mercury. O cantor quecompletaria 66 anos em 2012 se estivesse vivo, foi homenageado no seu aniversário de 65 anos. Para isso, os designers produziram mais que uma imagem. No dia 5 de setembro de 2011, foi ao ar uma curta animação com a música “Don’t stop me now”. Veja o doodle de aniversário do Freddie Mercury.

Freddie-Mercury-doodle-googleAlém de imagens, os doodles do google também são interativos e proporcionam ao usuário momentos de diversão. Este é o “Piano do Google”, homenagem ao aniversário de 78 anos (em 2012) do Dr. Robert Moogs, inventor do sintetizador Moog analógico eletrônico, aparelho de teclado que possuía um timbre de som fantástico que foi responsável por definir uma geração de música, utilizado por Stevie Wonder, The Doors e até mesmo The Beatles. Divirta-se como os usuários e toque o piano do Google.
doodle-google-piano
Outro doodle do Google interativo que fez sucesso foi um joguinho bastante conhecido – Pac-Man. No aniversário de 30 anos do game, a empresa lançou um doodle com as mesmas funcionalidades do jogo, sendo a única diferença o formato, feito com as letras do Google. Divirta-se e jogue o pac-man do google.

doodle-google-pac-man
Durante esses anos de sucesso, viu-se que sua marca chama bastante a atenção dos usuários. Os doodles do Google tem uma força visual é tão grande que a própria marca brinca com eles, mexendo em seu formato e, mesmo assim, não perde sua identidade. Entretanto, para chegar a esta força que tem hoje, a empresa passou por muita coisa. Veja a seguir um pouco de sua história nestes 14 anos.

O google é ou nao é uma empresa sensacional? É incrível como eles tratam a percepção de marca, como interagem com o público e usam o design ao seu favor. Certamente um grande aprendizado para todos nós.

Para finalizar que tal você ver exemplos práticos e reais de todos os conceitos que detalhamos no texto?

Como criar uma marca forte: marcas de luxo

O mercado de luxo tem um público muito selecionado e, principalmente, bastante exigente e específico. Assim, as empresas que atuam nessa área devem trabalhar muito bem seus pontos de contato com o cliente, agregando valor desde os produtos ou serviços até a identidade visual.

Em Nova Iorque, existe um escritório especializado em branding e design para marcas de luxo, o The Group, que tem uma abordagem bastante criativa e interessante em seus projetos. Abaixo, selecionamos três identidades visuais de marcas de luxo desenvolvidas por eles para servir de referência e inspiração.

eBook - Guia do comerciante - Como destacar sua loja no universo da moda-Blog-e-Email-CTA-600x200px

Ai Fiori

O Ai Fiori é um restaurante que fica em uma das avenidas mais luxuosas de Manhattan. E ele dá uma verdadeira aula de como criar uma marca forte. A identidade visual se destaca pelos detalhes refinados, como os grafismos floridos no “F”. Confira!

Ai-Fiori-elements (1)Ai-Fiori-Graphics1Ai-Fiori-logoAi-Fiori-menuAi-Fiori-menusAi-Fiori-Stationery

Dê uma olhada: Conheça a história das marcas famosas e mais caras do mundo.

CTA-Blog2016-600x200px-logo-alimentos-restaurante

Sandy Leong

Sandy Leong é uma designer de joias e vende seus produtos em boutiques selecionadas e no seu website. A marca precisou de uma reformulação para conquistar uma imagem mais sofisticada e o conceito por trás da identidade visual são formas esculturais baseadas nas formas das joias de Sandy. Neste caso, fica claro que não basta saber como criar uma marca forte, é preciso também descobrir sempre maneiras de recriar e reinventar sua marca!

Sandy_Leong-2

Sandy_Leong-5Sandy-Leong-1Sandy-Leong-3Sandy-Leong-4Sandy-Leong-6Sandy-Leong-7

 Não perca: O significado das cores para logomarcas e como escolhê-las

04 - eBook-2015-11-06-Marca-forte-ajuda-a-vender-Blog-e-Email-CTA-600x200px

Captain Morgan

Para lidar com a competição no mercado de bebidas alcoólicas, a marca de bebidas Captain Morgan trouxe um novo produto para o portfólio e chamou o The Group para fazer um lançamento especial para bartenders e imprensa. O kit reflete a história da marca, mostrando-a como tradicional, mas também ousada, além de encantar o público com um novo produto, de altíssima qualidade. É, nada como criar uma marca forte com ajuda de excelentes materiais como esses!

captain-1captain-2captain-3captain-4

Como conseguir o melhor design de marca com ótimo preço?

Você percebeu, não tem como criar uma marca forte sem investir em design e comunicação. Mas como chegar lá?

criação de logotipos

Com o We Do Logos, o maior site de concorrência criativa da América Latina, com mais de 85.000 designers cadastrados e preparados para desenvolver seus materiais de comunicação e logotipo que vão passar todos os diferenciais de sua empresa para o cliente!

Você cadastra seu pedido de material de comunicação no site, como logos, banners para internet ou layout para sites, define o preço que vai pagar (a partir de valores mínimos) e já começa a receber em, 24 horas, dezenas de propostas para avaliar e pedir ajustes, até chegar na arte do jeito que você queria.

E tem mais, você pode pagar no cartão em 12 vezes e caso não goste de nenhuma opção enviada, recebe seu dinheiro de volta!

como criar uma marca de sucesso

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.

Comentários estão fechados.