18 dicas para ter mais criatividade e 16 inspirações

29 fevereiro, 2016 7:52 pm | Criado por | sem comentários | 2 anos

Você já se perguntou: “de onde ele(a) tirou essa ideia?” E passou horas pensando e não achou uma solução? Bem, eu realmente me deparei com isso algumas vezes, o que me fez perguntar: onde eu encontro a minha criatividade? Como faço para que minha criatividade flua? Como posso aumentá-la?

Muitos afirmam que criatividade é um dom e que você nasce com ela. Concordo e discordo com essa visão ao mesmo tempo. Concordo quando ela é parcial e leva em consideração que criatividade pode sim ser algo natural desde o nascimento, mas que também pode ser ensinada, treinada e evoluída. E discordo dessa mesma visão justamente quando ela é extremista e afirma que criatividade não é algo que possa ser trabalhado.

Levando isso em consideração, fiz uma pequena lista de onde eu normalmente tenho minhas ideias e me deparei com uma coisa que eu sempre fazia para que minha criatividade fluísse: mindmapping (mapa mental – diagrama usado para resumir, visualmente, informações. Um mapa mental é muitas vezes criado em torno de uma única palavra ou texto, colocado no centro, para que ideias associadas, palavras e conceitos sejam adicionados e encontrar inspiração. Ficou curioso? Então confere abaixo uma explicação detalhada de como fazer um bom mindmapping e aflorar sua criatividade.

Confira também: 8 mentes criativas e seus hábitos estranhos

Mindmapping

Se você nunca fez um mindmapping chegou a hora de tentar pela primeira vez. Caso já tenha feito será que você realmente fez da melhor maneira? Existem centenas de modelos diferentes na internet, mas a chave para o aperfeiçoamento do mapeamento mental é criar seu próprio estilo.

How-to-create-a-mind-map-mindmap

  • Você usa palavras-chave? Imagens? Ambos?
  • Você usa uma variedade de cores?
  • Você usa um sistema de hierarquia? Um sistema de numeração? Esboços? Círculos?
  • Você usa palavras aleatórias para a inspiração ou você se relaciona com as palavras? Ambos?
  • As linhas e pensamentos são ligados? Ou você testa vários novos mapas mentais?

Você deve encontrar o melhor método para você, como uma chave para grandes ideias e fluidez da criatividade por meio do aperfeiçoamento do seu estilo pessoal, já que nem todos fazem as coisas da mesma forma. O ideal é ter um resultado positivo, independentemente de como. 😉

Encontrando inspiração

Se você está, realmente, sem ideias (mesmo depois de fazer um mindmapping), eu acredito que dar uma olhada no que outras pessoas fizeram e que obtiveram êxito (ou não) é uma ótima maneira de colocar os pés no chão novamente.

Tente procurar em livros, revistas, jornais, na internet, revistas especializadas e em qualquer outro lugar que você pode pensar! Muitos gostam de um tempo livre, escutar música, jogar videogame, ver um filme etc. Eu mesmo já tive várias inspirações lendo livros de literatura medieval etc. Não existe certo ou errado. O que você deve se concentrar é em chegar ao resultado final. Só tome cuidado para não fazer desse tempo “pensante” um momento de procrastinação.

Que tal uma ajuda? Saiba onde encontrar inspiração para o webdesign.

Faça anotações

Tenha sempre uma caderneta para anotar todas as ideias que lhe vêm à cabeça. Você também pode desenhar para representar seus pensamentos. Certifique-se de tomar nota de realmente tudo: ideias, cores, layouts, produtos novos, etc. Escrever ajuda a memorizar e, se por acaso você se esquecer, pode conferir as anotações para trabalhos posteriores.

Veja também: 10 ferramentas gratuitas para ajudar na criatividade e produtividade

Relacione ideias

20-Ideias-Criativas-Para-a-Prestação-de-Serviços-01

Uma das características de criativos é unir coisas que não possuem relação e fazer algo novo, que faça sentido. Essa é uma das principais correntes do pensamento criativo. Por exemplo, como exercício, imagine um novo produto que teríamos juntando temas como transporte público e indústria de calçados. Muitas ações de marketing, por exemplo, são feitas de relação de ideias e que ativam a mente do consumidor gerando um desejo incontrolável pela marca em questão. Mais abaixo no texto vamos te mostrar vários casos de sucesso!

Dicas de marketing

Quebre regras

Outra forma de ser criativo é deixando as regras de lado. Livre-se das correntes e pense em novas ideias ou até mesmo coisas já existentes, mas de uma maneira a qual ninguém pensou. Muitas vezes a mente imagina novos conceitos que podem ser esquisitos e estranhos, mas que não devem ser deixados de lado. Henry Ford uma vez falou: “Se eu perguntasse a meus compradores o que eles queriam, teriam dito que era um cavalo mais rápido.” Isso não quer dizer que você deve ignorar pesquisas e sim que você não pode ter medo de inovar e arriscar!

Um grande exemplo brasileiro disso é o site Hub do Empreendedor! Mais de 35 empresas se uniram para montar um portal onde qualquer usuário pudesse ter acesso gratuitamente a mais de R$ 100.000. O grande intuito é criar um local onde ele encontra todas as demandas que necessita além de ter um preço mais acessível por elas.

Informe-se

Para ser criativo, é preciso que a mente seja constantemente alimentada com informações, pois quanto mais fatos, acontecimentos e outros assuntos você souber, maior a possibilidade de solucionar algo de forma criativa. Para isto, leia livros, veja notícias, observe tudo ao seu redor, converse com pessoas, entre outros.

Biografias são sempre excelentes leituras, pois você consegue dissecar a vida de grandes pessoas e notar seus grandes erros, acertos, forma de pensar etc. Para isso separamos 16 títulos de autobiografias e biografias famosas para te ajudar a ter ainda mais inspiração e informação!

Esqueça os medos

medos

Não tenha medo de se arriscar, pois a criatividade lhe permite explorar o desconhecido. Para isso, reconsidere o conceito de erro para “tentativa”. Deste modo, você não se amarra à máxima de certo e errado.

Também não tenha medo de experimentar coisas incomuns e novas: sabores, culturas, viagens, entre outros. Conheça o novo, principalmente se for exótico, pois lhe dará uma visão totalmente diferente do que você já vivenciou. Existem pessoas e/ou empresas que possuem até metas de erro. É impossível você fazer sempre tudo certo. O que te diferenciará das outras pessoas não é a quantidade de erros e, sim, o que você aprende com eles!

Sou brasileiro e não desisto nunca.

Leve a sério a citação acima. Não desista das suas tentativas. Como já dito, não veja como errado, mas como experimentações ou combinações. Não pare na primeira ideia. Esgote todas as possibilidades e aumente sua capacidade de ter novas inspirações.

Normalmente 80% das suas ideias irão falhar ou não trarão o resultado que você espera. E você precisa ficar consciente disso e sereno com essa situação, pois um psicológico forte ajuda muito na hora de ser mais criativo.

1% inspiração e 99% transpiração

Criatividade não é apenas ter uma ideia sensacional num estalar de dedos, mas é desenvolvê-la através de um trabalho árduo. É preciso agir, praticar e trabalhar sem cessar para transformar em realidade um projeto. Tenha muita convicção na hora de defender sua ideia e de convencer as pessoas que ela é algo incrível e inovador, fruto de uma mente criativa, mas também muito suor.

Como visto, ser criativo não é fácil, não é algo que você nasce sabendo (ou pode ser), mas vai adquirindo com o passar do tempo. As dicas acima são exercícios fundamentais para te ajudar a pensar fora da caixa. Uma boa dica de inspiração muitas vezes são imagens. Dependendo da forma que você olha elas possuem significados totalmente distintos.

doicas de design para quem trabalha em casa

Dicas simples para desenvolver a criatividade

Se você também concorda comigo que criatividade pode ser trabalhada e ensinada, então confere abaixo essas dicas para você se tornar mais criativo a partir de agora!

• Relaxe – Tome um momento para fazer algo que te faz feliz, que te traz alegria, que você ama, que centraliza você. Medite, faça uma caminhada, nade, leia algo que o coloca de bom humor, escreva um diário – escreva seus pensamentos.

• Seja grato – Pensar em todas as coisas pelas quais você é grato produz um fluxo de energia e vibração positivas. Os momentos de alegria nos deixam abertos á energia criativa.

• Agrade sua imaginação – A imaginação é altamente visual. Tente fechar os olhos e imagine que você está em uma cena, qualquer cena. Ok – escolha o seu cenário ideal, pratique vendo os detalhes do ambiente nesta cena. Veja as cores, as texturas, toque algo. Qual é a sensação? O que você ouve? Você sente cheiro de algo? Qual é a temperatura? Etc. Isso o torna mais relaxado também.

• Esteja no momento – Cada músico ou artista excelente irá dizer-lhe que, quando eles estão criando uma obra, não há pensamentos, eles estão completamente no momento e experimentando o fluxo. Atletas chamam isso de “estar na zona”. Você pode praticar a consciência do momento presente dando total atenção a tudo o que você está fazendo: comer, lavar a louça, arrumar a cama, etc. Meditação ajuda tremendamente. O livro “The Power of Now” (O poder do Agora) de Eckhart Tolle é também altamente recomendável.

• Seja inspirado – Pratique ver as coisas bonitas que o movem emocionalmente. Percorra um livro que contenham imagens provocadoras, vá a uma galeria de arte, leia algo inspirador, converse com alguém que acalme-o.

• Desenhe – Isso pode soar engraçado, mas uma das maneiras eficazes para a prática de entrar em contato com o seu lado criativo é através do desenho. O ato de desenhar obriga-o a ver as coisas de forma diferente.

• Procure Alternativas – Seja curioso. Tente se perguntar como fazer algo diferente. Ao ver a solução para um problema, pergunte-se: “Quais são as outras alternativas de se fazer isso?”. Desenvolva o pensamento de que “há sempre uma outra maneira”, mesmo quando as alternativas parecem ‘inviáveis’.

• Seja aberto – Nunca desligue nenhuma ideia que vem à sua maneira, não julgue seus pensamentos. Agradeça qualquer ideia que vem à você, mesmo aquelas que parecem “estúpidas” ou “óbvias”. Desta forma, você incentiva ideias mais criativas.

• Pense no papel – Em algumas folhas em branco, comece a anotar suas ideias. Anote tudo que vem à sua cabeça: palavras aleatórias, frases, ideias, pensamentos: às vezes você pode querer circular algumas coisas e desenhar linhas que conectem as ideias. Quando a inspiração bater, siga-a. E se, de repente, você tiver uma ideia diferente, anote-a em algum lugar específico na página ou em uma folha em branco.

Vamos dar uma pausa? rs. Espero que sua cabeça já esteja fervilhando de novas ideias, de coisas a mudar, de métodos a adotar e de uma nova vida a partir de agora! Entretanto, como prometido, confere abaixo esses exemplos fenomenais de como a criatividade foi posta nas alturas e essas empresas criaram campanhas “fora da caixa”.

Exemplos de criatividade e inspiração

  • Batata do McDonalds

batata-mc

batata mc 01

  • Ariel: Na Estrada

ariel na estrada 1

ariel na estrada 2

ariel na estrada 3

  • Ferramentas Craftsman: Chave inglesa

Ferramentas Craftsman Chave inglesa

  • Ariel – Super Macio

ariel super macio

  • Smart Brabus: Salto

Smart Brabus Salto 1

Smart Brabus Salto 2

  • McDonald’s: A chegada do pão de banana

McDonald’s A chegada do pão de banana

  • Allstate Insurance: Seguradora de carros na Marina Tower

Allstate Insurance Seguradora de carros na Marina Tower

  • Unitech: Caixas

Unitech Caixas 1

Unitech Caixas

  • Victoria’s Secret

 

Victoria’s Secret

Victoria’s Secret 1

  • Smart: Mini outdoors

Smart Mini outdoors 1

Smart Mini outdoors 2

  • Oltimer Restaurants: Túnel

Oltimer Restaurants Túnel

  • Fiat

fiat

  • Beach park

beach park

  • Sprite

sprite

  • Lego

lego

  • Nescafé

Nada acorda você como Nescafé

Se você pretende investir em criatividade e ações fora da caixa, como criação de logos, por exemplo, uma opção com excelente custo é ótimos resultados é o We Do Logos, o maior site de concorrência criativa da América Latina. Dê uma olhada neste projeto de criação de logos desenvolvido por nossos designers.

Confira porque diversas empresas tem optado pelo We Do Logos:

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.

Comentários estão fechados.