Google Adwords: como passar a mensagem certa nas campanhas de Display

21 março, 2017 6:17 pm | Criado por | sem comentários | 2 meses

Acredito que você já conheça Links Patrocinados e saiba que é possível anunciar nos resultados do Google através do Adwords, uma ferramenta criada pelo próprio Google para gerenciamento de anúncios. Dessa forma, você tem a opção de investir em palavras-chave relacionadas ao seu negócio e fazer sua divulgação através de anúncios de texto exibidos para buscas feitas normalmente no Google. Apesar de este ser o formato mais conhecido, há também outras opções interessantes que direcionam para o formato gráfico.

Caso seja interessante para o seu negócio, e nós vamos retomar este ponto posteriormente, o Google oferece a possibilidade de anunciar na GDN, ou seja, Google Display Network, que é a rede de anúncios em Display do Google. Este formato de campanha possibilita exibir seus anúncios gráficos tanto em websites da rede como também em aplicativos da PlayStore.

Como saber se é interessante para o meu negócio?

Anunciar na Rede de Display faz com que o seu produto e/ou serviço seja visualizado por muito mais pessoas. Muito além do que simplesmente aquelas que estão digitando um termo que busca exatamente pelo o que você oferece. Então, se o seu interesse é, principalmente, ampliar consideravelmente o conhecimento da sua marca, essa pode ser uma boa opção.

O importante é ter em mente que as chances de conversão são muito mais baixas do que nas tradicionais campanhas de pesquisa. Você está tentando criar uma necessidade e não simplesmente oferecendo uma solução para aquilo que o usuário já sabe que necessita.

Uma divulgação com maior amplitude também ajuda a manter a sua marca na memória dos consumidores, pois serão muito mais inserções e elas poderão se repetir ao longo do dia. Se esses fatores são relevantes para o seu planejamento, que tal testar as campanhas de Display?

Onde meus anúncios serão exibidos?

O Google possui uma imensa rede de websites que, segundo eles, atinge 90% das pessoas que estão circulando no universo online. Essa rede é composta por sites tradicionais, mas também outros canais que fazem parte, como o próprio Youtube, o Gmail, aplicativos e sites móveis também. São muitas oportunidades de exibição.

Um ponto relevante é que esses anúncios não serão exibidos aleatoriamente em todos os canais sem qualquer critério de segmentação. Segmentar adequadamente é fundamental para o sucesso da comunicação. Afinal, você não quer anunciar uma bola de futebol para quem busca por bolas de basquete. Caso isso ocorra, a experiência deste usuário será muito mais negativa do que positiva, pois ele não quer impactado por algo completamente fora de contexto. Por isso, fique atento à sua segmentação.

Quais as possibilidades de segmentação?

Bom, você pode utilizar apenas uma das possibilidades ou testar cada uma para identificar qual apresenta melhor resultado de acordo com o seu objetivo. Vou detalhar um pouco mais logo abaixo.

  • Remarketing: dentro do Adwords existe a possibilidade de criar listas com os visitantes do seu site ou de páginas específicas do mesmo. Estas listas são chamadas lista de remarketing e podem ser utilizadas como segmentação. Assim você poderá criar um anúncio gráfico, que será exibido em toda GDN somente para usuários que já visitaram o seu site.
  • Palavras-chave: outra opção é utilizar palavras-chave, assim como nos anúncios de texto. A diferença é que neste caso o Google irá considerar somente canais que contenham as palavras que você definiu ou termos diretamente semelhantes.
  • Canais: nesta segmentação você pode definir exatamente em quais canais você quer ou não quer exibir seus anúncios. Nem todos os websites que você define relevantes estarão disponíveis para anunciar. O próprio Adwords irá confirmar se está disponível ou não. Dentro de canais também entram aplicativos para celular e tablet.
  • Tópicos: de acordo com o perfil do seu público, você também poderá identificar tópicos que também sejam do interesse deles. Por exemplo, se está vendendo bolas de futebol, poderá selecionar tópicos como Esportes e quebrar por Esportes em Equipes e depois somente Futebol. Se você tiver bolas para várias modalidades, então selecione aquelas que fazem sentido. Há diversos tópicos como Tecnologia, Casa e Jardim, Comida e outros.
  • Interesses: este se parece com tópicos, mas se difere no que diz respeitos ao conteúdo, pois os tópicos consideram o conteúdo do website onde o anúncio será exibido, já os interesses consideram usuários que tenham um comportamento que indiquem que eles possuem afinidade por algo. Eles podem ser entusiastas de moda ou amantes de música. Por isso os anúncios poderão aparecer em sites com conteúdos diversos, mas somente para pessoas com interesses específicos.
  • Informações Demográficas: esta última opção possibilita uma segmentação bem simples do público. Eu recomendo utilizá-la juntamente com alguma outra segmentação, para garantir um foco maior. São três critérios: gênero, idade e se tem filhos ou não.

Agora que você já sabe as principais informações sobre as campanhas de display, vamos falar do que realmente importa neste artigo: como passar a mensagem certa através dos anúncios gráficos. São 7 dicas que garantirão maior engajamento e que garantem alinhamento com as regras do Google Adwords.

1. Defina a sua comunicação

É importante que esta peça esteja alinhada a outras veiculações. Se você quer comunicar uma promoção de um produto específico e esta promoção já está sendo comunicada em um banner no seu site. Quando for criar os anúncios gráficos procure manter a mesma comunicação para que ocorra uma “conversa” com o usuário. Assim, ao chegar até seu site, ele identificará rapidamente a promoção. A sua landing page também poderá ter uma comunicação alinhada. Isto com certeza fará diferença na experiência e ainda reforçará a sua promoção.

2. Pense com cuidado nas cores

 

Evite utilizar uma fonte amarela em um fundo branco, por exemplo. É importante pensar em uma combinação de cores que exiba de forma clara o que você quer comunicar. Se você optar por utilizar as mesmas do seu logo, isso já criará alguma identidade visual. O ideal é sempre ter a ajuda de um profissional qualificado, que irá criar algo bonito e objetivo ao mesmo tempo.

3. Dê destaque ao seu produto e/ou serviço

Aproveite o espaço para destacar o seu produto. Escolha uma imagem de qualidade e real daquilo que você oferece. Assim, o usuário poderá ter uma noção muito maior dos detalhes, o que poderá aumentar o interesse. Evite utilizar imagens semelhantes ou que foram encontradas na internet nas suas campanhas de display.

4. Exiba o preço ou não

Se o seu preço é o grande diferencial desta promoção, tente expô-lo. Aproveite também para dar destaque ao preço praticado antes da promoção. Assim ficará fácil perceber o valor e a vantagem daquele desconto. Outra opção legal é destacar o percentual de desconto que está sendo oferecido.

5. Exponha suas condições de pagamento

Dá para parcelar em até 12x sem juros? Seu possível cliente precisa saber disso. Deixe claro suas condições de pagamento. Pode ser essencial para despertar interesse comunicar as possibilidades de parcelamento, as condições ou até mesmo um desconto para pagamento à vista.

6. Tenha um CTA

CTA é a sigla para o termo, em inglês, call-to-action. Ou seja, “chamar para uma ação”. Não basta você pensar em todos os itens acima e esquecer de convidar este usuário a clicar no seu anúncio, a visitar o seu site ou a comprar o seu produto. Utilize um CTA claro e objetivo. Ele poderá ser em formato de botão ou somente parte do texto, mas opte por algo que atraia o clique para sua campanha de display.

7. Não esqueça do seu logotipo!

Esta é a última dica, mas provavelmente a mais importante. Do que adiantaria milhares de pessoas visualizarem seu anúncio, mas não saberem que é você quem está anunciando? Nunca esquece de incluir o seu logotipo nos anúncios. É possível que o usuário veja o anúncio, mas opte por não clicar e sim buscar no Google pela sua marca. Se o logo não estiver lá, ele jamais saberá de onde vem aquela comunicação.

Dicas bônus

Quando você estiver preparado para criar suas campanhas de display, lembre-se de utilizar a ferramenta Display Planner do Adwords. É só acessar Ferramentas no menu superior e lá estará ela. Essa solução é essencial para descobrir canais relevantes para o seu anúncio e também para ter previsões de resultados. O próprio Google ensina de maneira mais completa como utilizar esta ferramenta.

Outra dica que poderá ser útil é a de excluir alguns tipos de canais das suas campanhas. Quando você acessa os canais, há no rodapé da página a opção de excluir categorias de sites. Esta opção possibilita excluir todos os sites que se inserem em categorias específicas que não são interessantes para você. É possível excluir conteúdo erótico, sites sobre tragédias e outros.

Uma última dica é sempre conferir os formatos de banners aceitos pelo Adwords. Aqui você encontra todas as opções disponíveis.

Sem dúvida você já está preparado para começar a criar campanhas de display e exibir de maneira muito mais visual o que sua empresa tem a oferecer. Seguindo estas dicas será muito mais simples e você só precisará se preocupar em garantir o sucesso.

Esse post foi escrito por Patricia Guaragna Souza Sperk da Kinghost.

Sobre o autor dessa postagem

We Do Logos

Um pouco de Marketing, Design, Empreendedorismo e muita Inovação é o que você vai ver por aqui! Boa Leitura