o que conferir em uma landing page

16 coisas que você precisa conferir na sua landing page

31 março, 2016 11:35 am | Criado por | sem comentários | 2 anos

Não importa se você está configurando uma landing page pela primeira ou pela bilionésima vez: é fácil esquecer alguma coisa. Embora ela seja apenas uma página do seu site, existem inúmeras variáveis para equilibrar. Algumas delas são mais importantes que as outras; portanto, se você se perder no caos, poderá deixar de ganhar conversões valiosas.

Existem várias formas de conseguir o equilíbrio da landing page. A melhor coisa a fazer para garantir isso é ter uma lista de verificação à mão incluindo tudo que você não pode esquecer de fazer. Assim, sempre que você quiser publicar uma landing page, poderá conferir rapidamente todos os itens para ter certeza de cumpri-los antes de seguir adiante.

Se você quiser uma lista de verificação para ajudar a simplificar a criação da sua landing page e os processos de otimização, continue lendo. Vamos mostrar os principais elementos que você deve incluir na sua landing page antes da publicação, divididos em três categorias: o conteúdo da página, o design e a experiência do usuário. Use essa lista de verificação como ponto de partida. Provavelmente você vai precisar consultar outras listas de verificação de outras empresas com itens específicos de tecnologia.
6fbdb2cb-bf87-462a-8eaf-b29fea41258a

Conteúdo da landing page 

Esta seção é dedicada a todo o conteúdo que você coloca na landing page, como texto, imagens e formulário. Ela detalha os elementos que você cria para a landing page. Para questões mais amplas, como layout ou experiência do usuário, pule para as seções abaixo.

Texto

 1) Os títulos usam palavras que provocam ação. 

O título da landing page é como qualquer outro título: ele deve instigar as pessoas a fazerem algo. Neste caso, a intenção é que o usuário preencha o formulário da landing page. Seu texto deve incluir palavras orientadas para ação, que comuniquem o valor da oferta conforme a intenção da landing page. Por exemplo, compare “Lista de verificação gratuita: um guia prático para otimizar anúncios do Facebook” com “Ebook para anúncios do Facebook”. O primeiro é muito mais atraente.

 2) O título corresponde ao texto original.

Como as pessoas chegam à sua landing page? Você precisa ter certeza de que o texto da landing page equivale ao que está na fonte de referência. Por exemplo, se seu tráfego está vindo de uma pessoa que clicou em um CTA do seu blog, você deve usar uma linguagem semelhante no título e no CTA. As fontes de referência definem as expectativas do que estará na sua landing page. Evite que as pessoas se frustrem ao clicar nas fontes.

 3) O subtítulo conciso descreve as vantagens da oferta.

Pense em seu subtítulo como uma extensão mais prática do título. O título deve chamar atenção, mas indicar o que acontecerá quando as pessoas preencherem o formulário. O subtítulo é menos chamativo. Ele é muito claro sobre os benefícios daquela oferta. Portanto, se seu título é “Lista de verificação gratuita: um guia prático para otimizar anúncios do Facebook”, o subtítulo deve dizer algo como “Aprenda tudo sobre como obter mais tráfego, leads e clientes do Facebook”.

 4) O texto tem que ser atraente e fácil de pesquisar e percorrer.

Agora, vamos falar do texto da página de destino propriamente dito. As pessoas não precisam ler essa parte da página para saber do que trata a sua oferta, pois isso já foi informado pelo título e pelo subtítulo. Mas se elas quiserem mais informações sobre a oferta, poderão encontrá-las no corpo do texto. Não existe um tamanho definido para ele. Apenas lembre-se de que ele precisa ser informativo e atraente, além de fácil de pesquisar.

Os marcadores podem ajudar nas pesquisas. Além disso, pense em estruturar os parágrafos com poucas frases, o que ajuda as pessoas que usam dispositivos móveis a pesquisarem a página. Se precisar de ajuda para fazer um texto informativo e atraente, obtenha aqui uma lista de verificação específica para o texto da página de destino (em inglês).

 5) O título, a URL e a meta description da página são otimizados para pesquisa.

Se você espera obter tráfego, leads e clientes de longo prazo nas suas landing page, precisa otimizá-la para os mecanismos de pesquisa. Confira se o título, a URL e a meta description contêm palavras-chave. O objetivo não é necessariamente classificar você nos mecanismos de pesquisa, mas fazer as pessoas clicarem na sua listagem, caso encontrem você. Se você precisa aperfeiçoar as capacidades da sua landing page para SEO, confira este post (em inglês).

Imagens

Aprenda a conquistar seus clintes com imagens

 6) A imagem é um sinal do que virá depois que você preencher o formulário.

As pessoas sempre dizem que você deve usar uma imagem “convincente”. Mas o que significa “convincente”, afinal? As melhores imagens de landing page são aquelas que dizem o que está por trás dessas páginas. Sendo assim, se as pessoas vão acessar um ebook sobre publicidade no Facebook, sua imagem deve ter uma representação visual de alta qualidade desse ebook. Não use, por exemplo, uma foto de alta qualidade de uma praia, mesmo se sua oferta prometer um aumento para quem baixá-la. Faz sentido?

 7) A imagem tem um texto alternativo.

Nunca otimize seu marketing para as melhores situações. Confie em mim, isso nunca funciona na vida real. Por isso, mesmo se você tiver escolhido uma imagem perfeita da sua landing page, pode ser que ela não apareça. Talvez haja algo de errado com o navegador do visitante. Talvez haja algo de errado com o seu site. Seja qual for o motivo, não deixe de ter um plano B: adicionar texto alternativo às imagens. Bônus: esse texto é rastreável, então ele pode dar aos mecanismos de pesquisa mais um motivo para incluí-lo na pesquisa.

Formulário

 8) O formulário é o tamanho adequado para o objetivo da landing page.

Seu formulário não precisa ser curto ou longo para ser eficiente. Ele só precisa corresponder ao objetivo que você tem para a página. Então, se você quer vários contatos do seu formulário, mas não se importa com a qualidade deles, utilize a versão curta. Se você se preocupar mais com a qualidade do que com a quantidade, prefira a versão longa. A chave é saber o objetivo da sua landing page e considerá-lo ao definir o tamanho do formulário.

 9) O botão de envio do texto é personalizado. 

Olhe para a parte inferior do seu formulário. O botão que envia o formulário diz “Enviar”? PARE. A linguagem desse botão deve ser orientada para ação também. Por exemplo, em uma  landing page de um ebook, você pode alterar esse botão para “Obtenha seu ebook gratuito agora”. Muito melhor que o “Enviar” genérico.

 10) O formulário ativa o perfil progressivo para visitantes que retornam. 

Algumas pessoas que preenchem nossos formulários de landing page já preencheram formulários em nosso site. Ou seja, se você tem um banco de dados de contato, já tem as informações delas. Então por que fazê-las preencher informações das quais você não precisa? Para evitar isso, você pode ativar o perfil progressivo. Ele vai mostrar novos campos de formulário para os visitantes que estão de volta. Você vai obter mais informações de seus leads e clientes, e eles terão menos campos para preencher quando voltarem ao seu site (isso é especialmente útil nos dispositivos móveis).

Layout da landing page

Agora, vamos observar os elementos que afetam a página como um todo, e não apenas o conteúdo que você está criando.

 11) O conteúdo da landing page é aprovado no teste de piscar.

Mesmo depois de conferir todos os itens da lista de verificação da sua landing page, você ainda deve voltar e fazer o “teste de piscar”. Olhe para sua página durante cinco segundos (também conhecido como o tempo que você precisa para piscar novamente). Você sabe sobre o que é a landing page? Qual é a proposta de valor? Como chegar à oferta por trás da landing page? Se você não sabe, precisa repensar os itens acima.

 12) O menu de navegação superior é removido.

Essa é uma das coisas que você precisa testar por conta própria para confirmar, mas nossos testes mostram que a remoção da barra de navegação superior melhorou as taxas de conversão nas nossas landing page. Se você está fazendo o mesmo com as suas, confira se a barra de navegação foi removida.

como criar landing pages

 13) O layout é responsivo.

Você quer que as pessoas sejam capazes de preencher o formulário da sua landing page, seja qual for o dispositivo que usem. Mas, se seus visitantes que usam dispositivos móveis estiverem lutando para pinçar e rolar a página, as chances de desistirem serão grandes. Por isso, verifique se o layout da sua landing page é responsivo para que as pessoas possam acessá-la, não importa a largura do navegador utilizado. Seu software de marketing já deve ter esse recurso, mas é sempre inteligente conferir se ele está funcionando antes de você publicar.

Experiência do usuário da landing page

Agora, vamos falar sobre alguns dos recursos da página ligados à experiência do usuário do seu site.

 14) Conteúdo inteligente tem tokens lógicos padrão.

Nada mais constrangedor e perceptível que um conteúdo inteligente mal configurado. Provavelmente você já recebeu emails dizendo “Olá, [NOME]”, certo? É lamentável, mas esse conteúdo só é visível para uma pessoa, e não todas que visitam sua landing page. Por isso, se você quiser dar um passo a mais e personalizar sua landing page com tokens inteligentes, confira se os itens “padrão” foram personalizados e estão corretamente posicionados nos locais lógicos. Por exemplo, você pode usar “visitante”, como o token padrão, de modo que, quando não tiver o registro de contato de uma pessoa, poderá dizer apenas “Olá, visitante”, e não “Olá, NOME”.

 15) O conteúdo do formulário leva em conta os dispositivos móveis.

Se você tiver otimizado seu conteúdo da página de destino para dispositivos móveis, confira se as pessoas poderão preencher os formulários em um dispositivo móvel ou se pelo menos terão uma forma fácil de encontrá-lo quando voltarem ao computador. Se seu conteúdo não for otimizado para dispositivos móveis, pelo menos garanta a ativação de um email de retorno para que os contatos possam acessar a oferta mais tarde.

 16) A página de agradecimento e/ou emails de retorno foram definidos e estão funcionando.

Finalmente, mas não menos importante, verifique se todo o processo de conversão funciona. Depois que as pessoas preencherem o formulário, elas são levadas à página de agradecimento? Elas de fato recebem um email de retorno? Confira se tudo está funcionando corretamente para seus contatos.

Qual desses itens você costuma esquecer? Conte para a gente nos comentários.

Leia mais sobre como criar uma landing page fantástica:

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.

Comentários estão fechados.