5 Dicas para quem quer começar a utilizar testes A/B

11 maio, 2017 7:48 pm | Criado por | sem comentários | 7 meses

Independente de qual área você atua, é necessário entregar sempre a melhor experiência para seus consumidores. Uma das maneiras mais utilizadas para garantir que a experiência de quem visita seu site, ou utiliza seus sistemas, seja cada vez melhor é a utilização de testes A/B.

Ao dividir os visitantes de uma página em dois ou mais grupos e entregar para cada um deles uma página diferente, é possível validar qual versão irá gerar uma melhor experiência para seus usuários de acordo com seus objetivos de negócio. Utilizando testes A/B, você pode validar diferentes interfaces de páginas, conteúdos, landing pages e até mesmo e-mails.

É importante que exista uma avaliação prévia do que será trabalhado. Para que você esteja preparado para utilizar esta incrível ferramenta de otimização, separamos algumas dicas que acreditamos serem muito úteis neste momento inicial:

1. Não existe teste A/B malsucedido

Algo muito comum de acontecer com quem está iniciando na execução de testes A/B é decepcionar-se com os primeiros resultados onde a versão original apresenta um desempenho melhor do que a nova versão que está sendo validada. Ao perceber que a versão proposta não gerou melhores resultados, consideramos muitas vezes como um teste “que deu errado”. Afinal, a ação não trouxe uma nova percepção. Este é um pensamento errado, pois a conclusão de que a sua abordagem atual é a melhor opção também é uma resposta importante.

Testes feitos com base em hipóteses geram, na maioria das vezes, aprendizados que levam você a entender mais sobre seus usuários e sobre a própria execução dos testes, ajudando a refinar as hipóteses e a construir testes ainda melhores. Por isso, prepare-se para errar e aprender muito ao testar novas abordagens e lembre-se também que isso evita que você coloque no ar algo que vá prejudicar suas conversões a longo prazo.

2. O Teste A/B não irá aumentar as conversões sozinho

Ao procurar conteúdo sobre Testes A/B na internet, somos impactados por diversos cases de empresas que conseguiram triplicar suas conversões ou que conseguiram melhorias significativas testando mudanças sutis, como uma cor. O problema é que estes cases fazem parecer que conseguir bons resultados utilizando testes A/B é algo extremamente fácil.

Na verdade, testes A/B apenas vão validar mudanças que vão ser criadas por você e por sua equipe. A qualidade ou o impacto dessas mudanças nos usuários do seu site ou sistema é que irão gerar ou não os resultados esperados ao final de todo esse processo. Para criar propostas significativas é preciso conhecer o seu público.

3. Construa boas hipóteses

Um dos erros mais comuns na execução de testes A/B acontece, quando tentamos validar algo novo, é pensar nos testes apenas como uma mudança e não como uma hipótese a ser validada. Isso acontece principalmente quando nos baseamos em testes executados por outras empresas, pensando em testes apenas como “alterar a cor do botão de compra”.

O problema com essa abordagem é que dificilmente ela irá gerar algum aprendizado sobre seu produto ou seu público e também não deixará claro qual métrica será utilizada para medir o sucesso do teste. Um bom exemplo de hipótese para este caso seria: “a taxa de cliques no botão de compra é baixa. Aumentando o contraste do botão em relação ao conteúdo ele terá mais destaque e isso aumentará a taxa de cliques”. Neste exemplo, é possível entender, em poucas palavras, o problema, o que será testado, a justificativa do teste e qual a métrica que será utilizada. Facilitando o entendimento de todos sobre o teste e permitindo gerar aprendizados a respeito da hipótese criada.

4. Documente e compartilhe seus testes A/B

Ao registrar seus resultados e compartilhar com sua empresa, você alinha o conhecimento de toda a equipe, ou toda empresa, em relação ao que foi realizado, os resultados e principalmente em relação aos aprendizados com os testes. Além disso, ao documentar os testes, você evita que um mesmo teste seja realizado duas vezes.

5. Nem sempre teste A/B é a melhor opção

Executar testes A/B é uma das melhores ferramentas para a otimização e para a melhoria da taxa de conversão. Porém, necessita de um número razoável de acessos para ser considerado válido. Por este motivo, no caso de novas páginas ou novas empresas, o esforço utilizado para aumentar a taxa de conversão pode ser melhor utilizado caso seja direcionado para divulgar mais seu produto e atrair novos visitantes, principalmente quando houver profissionais suficientes para as duas coisas acontecerem simultaneamente em sua empresa.

Conclusão

Teste A/B não é uma ferramenta mágica que irá dobrar seu volume conversões e gerar dinheiro da noite para o dia. Independente se o seu objetivo é aumentar a quantidade de vendas, cliques ou o preenchimento de formulários, você precisará de esforço e pesquisa antes de planejar as mudanças e validá-las com um teste A/B. Ainda assim essa é uma das melhores e mais seguras maneiras de otimizar seu site ou serviço e garantir que cada mudança seja sempre para melhor e alinhada com o perfil do seu usuário.

Esse post foi escrito por Bruno Cambraia da Kinghost.

Sobre o autor dessa postagem

We Do Logos

Um pouco de Marketing, Design, Empreendedorismo e muita Inovação é o que você vai ver por aqui! Boa Leitura