nomes para escritório de arquitetura

Passo a passo: como criar nomes para escritório de arquitetura

24 outubro, 2017 8:25 am | Criado por | sem comentários | 4 semanas

Criar nomes de empresas é um grande desafio para quem está começando a empreender. E, quando se trata de escritórios de arquitetura, o assunto pode ser ainda mais trabalhoso devido à imagem de criativo que esse tipo de negócio passa aos clientes.

Antigamente, arquitetos utilizavam os próprios nomes para dar cara às suas empresas, porém, com um mercado cada vez mais competitivo, se destaca quem realmente propuser nomes criativos e diferenciados, para chamar a atenção do público.

Para que você entenda como criar nomes para escritório de arquitetura, reunimos cinco passos essenciais que ajudarão – e muito – essa primeira fase do seu projeto.

Vamos lá?

Veja também: Nomes de construtoras: dicas para definir uma identidade de sucesso

Como criar nomes para escritório de arquitetura em 6 passos

Use toda sua criatividade e de sua equipe para criar algo memorável e que atraia o público certo para o seu negócio.

1- Analise o seu diferencial

Antes de dar início à criação de nomes para escritório de arquitetura, é preciso fazer um estudo sobre a marca em si. Analise, principalmente, o diferencial que sua empresa terá perante as que já existentes no mercado.

Afinal, é por meio do seu diferencial que os clientes poderão dar preferência para o trabalho que você realiza, o que fará com que se destaque no mundo da arquitetura.

E não importa qual seja o diferencial. Seu escritório pode se destacar pelo atendimento personalizado e pensado para cada cliente; pelas plataformas e softwares modernos e pouco exploradas pela concorrência; pela entrega do trabalho antes do previsto; pela alta qualificação dos profissionais ou pelo trabalho preciso e impecável.

O importante é ter um ponto que seja diferente da concorrência e que possa ajudá-lo de alguma maneira a criar nomes para escritório de arquitetura.

2- Defina o seu público-alvo

Analisar o público-alvo do seu futuro escritório de arquitetura é primordial para dar continuidade ao processo de criação do nome ideal para ele.

  • Por exemplo: se sua empresa é focada em design de interiores, não quer dizer que atenderá apenas clientes que desejam decorar suas casas ou apartamentos. Escritórios em geral, comércios, hotéis e hospitais são alguns estabelecimentos que precisam de um profissional da área para decorar o ambiente.

Já se o seu foco é cuidar de projetos comerciais em geral, deve partir para outro tipo de público. Fazer esse estudo antes de partir para as próximas etapas é essencial para orientar suas escolhas de nomes para escritório de arquitetura.

3- Estude o mercado de arquitetura

Nada como fazer uma boa pesquisa e se inspirar em outros nomes de escritórios de arquitetura nacionais e internacionais para poder dar asas à imaginação na hora de criar o seu. Em uma simples pesquisa na internet, você terá acesso a diversas empresas que abusaram da criatividade e são destaques no mercado.

Para facilitar, confira abaixo alguns exemplos de escritórios de arquitetura famosos dentro e fora do Brasil:

  • Modative
  • INÁ Arquitetura
  • Gensler
  • Ilha Arquitetura
  • A:M Studio
  • 23 Sul
  • Atelier 5
  • Concept
  • GRAFT
  • ZaaV

Confira: Conheça a história por trás de 7 nomes de marcas famosas

4- Marque um brainstorming

Muito utilizado como forma de reunir variados tipos de ideias, o famoso brainstorming pode ser dividido em duas partes.

Primeiramente, você deve reunir um grupo de pessoas e agrupar todas as sugestões dadas por eles. Explique o intuito do encontro e esteja aberto a ouvir todas as ideias, sem criticar nenhuma para não inibir os participantes.

Anote todas as sugestões em uma lousa ou caderno, independentemente se forem parecidas ou não. O importante é ter um leque de opções para que você possa, até mesmo, fazer adaptações futuras.

Após umas duas horas ou no dia seguinte, será preciso aprimorar todas as ideias, separar as mais apropriadas e estudar cada uma delas.

Aproveite o momento para discutirem todas as opções sugeridas, e fazer um filtro de quais se adequam mais ao seu escritório.

Comece separando as 15 favoritas, depois as 10, e assim por dainte, até chegar em, no máximo, três opções preferidas.

Dessa forma, será muito mais fácil definir o nome do seu escritório de arquitetura, não é mesmo?

5- Aprovação da ideia

Após marcar o brainstorming e definir o nome que mais gostou – ou dois deles, por exemplo, não seja precipitado em já encomendar cartões de visitas ou criar o seu site. Recomenda-se, também, fazer uma pesquisa com outras pessoas para ter certeza de que o nome realmente agrada a todos – ou a maioria, pelo menos.

Além da opção de fazer pesquisas on-line, você também pode pedir a opinião de pessoas próximas a você, como familiares, amigos e, até mesmo, clientes. Lembre-se, porém, que o ideal é pedir feedback de quem se assemelha ao seu público-alvo.

Não esqueça que, antes de oficializar o nome de seu escritório de arquitetura, é preciso verificar se ele já não é utilizado por outra empresa no mercado.

Após validar a ideia, você poderá partir para a etapa de criação de materiais de divulgação de sua empresa, tais como identidade visual, logotipo, site, etc. O importante é que um dos itens principais para a criação de seu escritório já foi definido: o nome.

Saiba mais: Descubra o segredo para criar nomes criativos para empresas

E se você que criar um nome para seu escritório de arquitetura com agilidade, qualidade e um peço justo, pode contar com a We Do Logos.

Você envia um briefing para o site e em pouco tempo recebe dezenas de opções de nomes de nossos redatores, para pedir alterações e quantos ajustes quiser, até conseguir escolher o melhor de todos para o sue negócio.

Saiba mais sobre a We Do Logos:

We Do Logos

 

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.