funil de vendas marketing digital

Entenda a função do funil de vendas no marketing digital

12 janeiro, 2018 7:43 pm | Criado por | sem comentários | 4 dias

Criar estratégias utilizando o funil de vendas no marketing digital é a chave para quem busca formas inteligentes de alavancar os negócios.

Com o crescimento exponencial da tecnologia e o aumento do número de adeptos das compras online, é impossível ignorar as potencialidades do mundo virtual – e, claro, as estratégias de marketing online.

Para se ter uma ideia do poder de vender pela internet, considere que só a Black Friday do ano passado gerou faturamento de mais de dois bilhões de reais. Quem soube vender, vendeu muito bem.

Está convencido de que investir nas plataformas virtuais é uma excelente ideia? Então permita que falemos um pouco sobre a utilização do funil de vendas no marketing digital, uma vez que esta é uma das estratégias mais utilizadas por empresas campeãs e tem o costume de produzir excelentes resultados.

Saiba mais: Entenda o conceito de marketing digital e como aplicá-lo

Por que utilizar o funil de vendas no marketing digital?

Uma estratégia de marketing digital válida deve, em primeiro lugar, ser direcionada para um público específico. Ao definir a sua persona, que é o seu “cliente ideal”, é possível construir um trajeto de vendas bem sucedido. Com isto em mente, podemos ir adiante.

O funil de vendas, que também é chamado de pipeline, consiste em conscientizar o cliente acerca de um problema específico e então conduzi-lo até a solução, que é a venda de um produto ou serviço.

O funil de vendas no marketing digital, portanto, tem como objetivo fazer com que o cliente identifique e aceite o que você oferece como necessário para ele naquele momento.

Veja também: Entenda o conceito de marketing digital e como aplicá-lo

Quais são as etapas do funil de vendas?

A utilização do funil de vendas no marketing digital não é homogênea, mas dividida por etapas. Do topo ao fundo do funil, as abordagens precisam ser diferentes. Entenda mais sobre cada estágio abaixo:

1 – Topo do Funil

O topo, a parte mais abrangente do processo de criação de uma estratégia de funil de vendas em marketing digital, tem como objetivo atrair a persona, previamente definida, até você.

Esta é uma fase de descobertas, de introdução. Pense que esta pessoa ainda não sabe que possui um problema a ser resolvido.

Como atraí-la até você? Por meio de conteúdo direcionado, mas não tão específico. Isto pode parecer um pouco confuso de início, mas tenha calma, porque esta não é uma fase de vendas. Por enquanto, concentre-se em criar uma boa quantidade de material relevante, que atenda ao perfil daqueles para quem o seu produto ou serviço foi feito, e em conquistar confiança.

2 – Meio do Funil

O usuário identificou-se com o material proposto por você, tornou-se consciente de seu próprio problema e está interessado no que você tem a dizer. Nesta fase do processo de vendas, o indivíduo já possui a intenção de contratá-lo, mas precisa ter um pouco mais de certeza antes de prosseguir.

Esta é a hora de iniciar um diálogo mais “pessoal” com ele, ou seja, é o momento de transformar visitantes em leads. Leads são pessoas que, por meio do preenchimento de dados em um formulário, demonstram interesse em consumir o que você tem para oferecer.

Dentro do funil de vendas em marketing digital, os leads costumam ser gerados a partir da assinatura de uma newsletter, a qual estabelece um contato direto entre a empresa e o consumidor e, ao estreitar os laços, aumenta a possibilidade de compra.

Nesta fase do funil de vendas, o usuário já possui maior conhecimento sobre a sua empresa. O conteúdo já não deve mais ser básico e abrangente, mas aprofundado e direcionado para o problema. Estamos quase no momento decisório e na solução, que é a compra.

3 – Fundo do Funil

Neste instante, a sua preocupação deve ser com o engajamento do seu comprador.

Você já tem vias de acesso e pode, portanto, enviar a ele informações de sua preferência. Ao receber mensagens regulares – desde que não invasivas, o que deve ser salientado! – e úteis, o seu comprador verá que a sua empresa está preocupada em oferecer não apenas uma boa experiência de compra, mas atenção e satisfação em diversos âmbitos. Este é o seu diferencial.

Não há nada mais relevante para um consumidor do que saber que está comprando de uma empresa idônea, disposta a auxiliá-lo na resolução de seus incômodos e que possui uma abordagem mais personalizada, quase íntima. Esta proximidade, como é de se imaginar, é saudável e garante longevidade aos negócios.

Veja mais: Todas as formas de marketing digital agora ao seu alcance

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.