o que fazer para vender mais

O que fazer para vender mais: 6 dicas para bater suas metas

2 setembro, 2016 10:06 am | Criado por | sem comentários | 1 ano

Em tempos de crise ou de fartura, a pergunta que aflige todo profissional de vendas é: – O que fazer para vender mais?

E o motivo é simples: toda vez que se supera uma meta de vendas ou se conquista uma nova fatia de mercado, o objetivo muda, é recalculado. Em outras palavras, o profissional busca conseguir ainda mais, não apenas fidelizando os clientes existentes – fazendo-os comprar mais vezes, valores maiores e por mais longo tempo de relacionamento com sua empresa –, mas, além disso, trazendo novos clientes para adotarem seus produtos e serviços.

E o que fazer para vender mais? Afinal, se o vendedor já deu seu máximo para atingir a meta anterior, como se “reinventar” para atingir o próximo objetivo?

É na busca por essa resposta que selecionamos uma série de dicas sobre o assunto. Analise cuidadosamente cada uma delas e como poderão ajudar você e sua equipe a vender cada vez mais!

Uma dica rápida: para vender mais você precisa se antecipar a venda e ter uma boa política de reembolso. Ela vai te ajudar a gerar credibilidade e conquistar mais clientes.

O que fazer para vender mais: 6 direcionamentos que trazem resultados

1- Preparar-se corretamente para cada venda

Este é um pré-requisito que todo ótimo vendedor de alta performance já conhece: quanto mais tempo você dedicar à preparação da venda, estudar o mercado, o perfil do comprador, sua abordagem durante a reunião e que técnica de negociação pretende usar, entre outras coisas, menos tempo levará para fechar a venda. E é esse o objetivo!

Por isso, não foque no fechamento: abra um caminho suave natural para ele!

2- Como prospectar clientes

O que fazer para vender mais? Vamos combinar que a prospecção de novos clientes é fundamental. E mais uma vez a informação e o relacionamento são fundamentais.

Defina um perfil dos clientes que mais compram de sua empresa e segmente esse perfil em mais e menos lucrativos, por sazonalidade e até por seu mix de produtos. A seguir, é preciso procurar no mercado clientes semelhantes a estes para oferecer seus produtos e serviços. E as maneiras de fazer isso são muitas:

  • Indicações de clientes atuais;
  • Buscas em sites na internet;
  • Pesquisa nas mídias sociais;
  • Retomar clientes antigos;
  • Frequentar feiras de negócios;
  • Participar de fóruns de discussão e blogs na internet referentes ao seu mercado;
  • Procurar compradores de uma empresa cliente que se transferiram para outra;
  • Usar técnicas de marketing de conteúdo, criando um blog com materiais relevantes para seu público.

3- Técnicas de PNL: Programação Neurolinguística

Salientamos que o vendedor deve ir bem preparado para o momento do fechamento, mas isso não significa que não há como se beneficiar e usar técnica especiais nesse momento. É o caso do PNL em vendas. Entre suas práticas mais efetivas podemos citar:

  • Espelhamento: mimetizar os movimentos, gestual, postura e até acompanhar a respiração do comprador para criar rapport e uma identificação positiva.
  • Pensar pelas regras do outro: entenda o “esquema mental” do cliente e argumente da maneira que faz sentido para ele.
  • Âncoras: são sentimentos positivos que você deve associar ao momento da venda, não como um momento de conflito e angústia, mas de resolução e alívio.

4- Técnicas de negociação

É importante não apenas saber o que fazer para vender mais, mas saber também o que fazer para vender melhor. E técnicas de negociação são fundamentais para isso.

O objetivo é persuadir o cliente de que sua proposta é a ideal. Para isso, é preciso definir os limites abaixo dos quais você não cederá e definir também a proposta mais vantajosa.

Ao longo do processo, faça barganhas e concessões, sempre exigindo compensação quando ceder, para que haja equilíbrio entre as partes. É fundamental descobrir o que o comprador valoriza e usar isso da melhor forma em sua barganha, para atingir seus objetivos.

Uma técnica de fechamento muito usada é guardar na manga uma última concessão e só usar em caso de emergência, caso o comprador crie um impasse nos momentos finais da negociação.

5- Atendimento ao cliente

Se você atende bem seus clientes, tornando-os fiéis, pode conseguir mais: torná-los leais e advogados de sua empresa, recomendando-a para outros clientes e, por consequência, impulsionando suas vendas.

Por isso, é importante não apenas saber como melhorar o atendimento ao cliente, mas se dedicar também ao atendimento de clientes difíceis, que podem ser excelentes referências, quando satisfeitos com sua empresa.

6- Capacitar-se cada vez mais

Sair por aí fazendo telefonemas e correndo de cliente em cliente sem planejamento não é a atitude ideal. Mas o que fazer para vender mais, então? Estude, leia, faça cursos e treinamentos de vendas, leia os melhores livros de marketing que puder!

Muitos não entendem que vivemos em um ambiente extremamente dinâmico, em que as regras do jogo mudam a todo momento e é preciso estar preparado para isso.

Hoje, a informação está sempre disponível, tanto na internet como em escolas, universidades e mesmo bibliotecas, e muitas vezes de forma gratuita, como em e-books, webinars, blogs e diversas outras maneiras de acesso à conteúdos de qualidade.

Busque conhecimento! Assim, a distância entre você e suas metas de vendas vai diminuir consideravelmente!

Este post foi escrito por Gustavo Paulillo, CEO do Agendor, app que ajuda milhares de vendedores a organizar e aumentar as vendas diariamente. Atualmente o Agendor atende a mais de 15 mil clientes.

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

We Do Logos

Um pouco de Marketing, Design, Empreendedorismo e muita Inovação é o que você vai ver por aqui! Boa Leitura