placas para salão de beleza

Placas para salão de beleza: o que considerar ao criá-las?

3 junho, 2017 3:00 am | Criado por | sem comentários | 5 meses

Quando falamos no mercado de estética e beleza do Brasil, é importante ter em mente que a identidade visual do seu negócio vai ser, basicamente, o primeiro contato do seu público com o seu negócio.

E, por ser um tipo de negócio cujo principal objetivo é desenvolver, aperfeiçoar e trabalhar na manutenção da beleza de seus consumidores, esse contato inicial deve ser impactante — algo que já deve começar, portanto, com a elaboração das placas para salão de beleza.

Afinal de contas, a preocupação com o design se traduz na atenção que você também dá à sua especialização e também à maneira com a qual você vai estender esse cuidado com seus clientes.

Por isso, é fundamental tratar a questão das placas para salão de beleza com muita atenção. E, neste post, vamos apresentar algumas ideias para estimular a sua inspiração para criar designs realmente atrativos para o seu público.

Saiba mais: Como o design de fachadas comerciais ajuda seus negócios

Tudo para criar placas para salão de beleza

Bom gosto, sofisticação e precisão na escolha dos elementos e das informações que são relevantes para seu público. Com alguns cuidados como estes, fazer a placa de seu salão de beleza será bem mais fácil do que você pode imaginar.

A relevância das placas para salão de beleza

Ao montar qualquer tipo de negócio, são amplamente divulgadas as atenções múltiplas que devem ser direcionadas à confecção de sua fachada. E, caso você já tenha passado por isso, deve saber o quanto de verdade existe nessa afirmação.

Acontece que, dentro de todo esse contexto, as placas para salão de beleza devem estar em completa harmonia e integração não apenas com a sua fachada, mas com toda a identidade visual de sua empresa!

Pense assim: uma placa para salão de beleza não é utilizada apenas como o cartão de visitas do seu negócio para os transeuntes: a mesma direção de arte empregada nela pode ser aplicada em uma série de outras maneiras também.

E isso tanto dentro do seu salão como nos materiais publicitários e, principalmente, nos canais digitais que mais podem atrair novos clientes até você — como um site, blog ou as redes sociais. Dessa maneira, muitos aspectos devem ser levados em conta, para que todos estes materiais conversem entre si, como veremos a seguir!

Confira também: O que é design e como ele ajuda sua empresa a vender mais

Entenda com quem a sua marca dialoga

É toda a fundação estrutural de sua empresa: a maneira com a qual você deseja que o seu negócio seja percebido, e como você vai interagir com o seu público.

Dessa maneira, as placas para salão de beleza devem conter elementos que permitam o reconhecimento imediato do consumidor com a sua empresa.

Uma preocupação que vai desde a escolha das fontes à seleção de imagens, uso de cores e diferenciais expostos nessa mídia.

Veja mais: Infográfico: curiosidades sobre cores para design de marcas

Cuidado com o excesso de informação

No mercado estético, é comum observar que o menos, muitas vezes, pode ser mais, em um look. Quando excessos ocorrem, o resultado pode sair muito além do esperado, com exageros desnecessários.

Com as placas para salão de beleza a ideia é a mesma:

Concentre-se em apresentar a sua empresa, não indo muito além das seguintes informações:

  • Nome do seu salão de beleza.
  • Informações de contato.
  • Diferenciais que você deseja explorar nesse material de comunicação.
  • Uma imagem que gere fácil reconhecimento e identificação do seu público-alvo.

Preze, portanto, pela relevância da mensagem que você deseja transmitir, e se preocupe menos em dizer muito em um curto espaço disponível para isso.

Do contrário, o seu enfoque pode se perder entre tantos outros elementos, tirando toda relevância das informações.

Confira também: Como criar texto para propaganda de salão de beleza

Materiais para placas de salão de beleza

É preciso muito cuidado ao escolher os materiais para suas placas. Principalmente se forem ficar expostas ao sol, vento, chuva e outras condições atmosféricas adversas.

Os mais comuns são:

  • Polipropileno: razoavelmente resistente, mas é preciso ter cuidado com a fixação das letras e imagens.
  • Placas de PVC: têm características semelhantes ao material anterior.
  • Chapas galvanizadas: é preciso verificar a questão da corrosão, em longo prazo.
  • Placas acrílicas: cuidado se ficarem em áreas externas, pois algumas delas aranham com facilidade.
  • Alumínio ou inox: a primeira é mais resistente à ferrugem, no entanto, não é tão resistente quanto o aço inox.

Aqui, é uma questão de custo benefício, converse com seu fornecedor sobre isso.

Observe o comportamento do mercado

Sendo um dos mais prolíferos setores comerciais do País, o mercado de beleza é dos mais competitivos também.

Por isso, ao trabalhar em conceitos e ideias em suas placas para salão de beleza, dê uma transitada em seu bairro ou em outras regiões para identificar como a concorrência tem se portado para dialogar com o seu consumidor.

Assim, você criar ideias originais a partir do que identificou de carência — fazendo um comparativo com o seu próprio público. E corre menos riscos de criar algo que pode gerar o efeito indesejado.

Lembre-se, então, que elaborar placas para salão de beleza é um exercício que se concentra em alguns pontos-chave:

  • A identificação do seu público.
  • O alinhamento com a identidade visual do seu negócio.
  • A mensagem objetiva, criativa e impactante.

Com isso, você tem muito mais chances de criar peças de comunicação cheias de atrativos para conquistar e fidelizar mais clientes para a sua loja.

Veja também: Nomes de salão de beleza famosos: inspire-se!

E, para saber mais a respeito de como elaborar placas para salão de beleza com design profissional e totalmente alinhadas com os seus objetivos, entre em contato conosco! Deixe suas dúvidas ou dicas nos comentários.

We Do Logos

Sobre o autor dessa postagem

Gustavo Mota

Fundador e CEO da We Do Logos, 35 anos, formado em design gráfico, pós-graduado em Marketing pelo IBMEC. Trabalha com internet há 17 anos. Possui larga experiência em soluções online e fundou uma das primeiras plataformas brasileiras de crowdsourcing, a We Do Logos. Apaixonado por empreendedorismo, é professor de inovação e planejamento, é mentor de startups, consultor do Sebrae/RJ, colaborador e palestrante da Endeavor além de mentor e palestrante de diversos eventos em todo Brasil como o Startup Weekend, Semana Global de Empreendedorismo, Semana do Micro Empreendedor e Feira de Empreendedorismo.