De olho no alvo! | Bate papo com Marketing #1

Olá, de novo! Que felicidade encontrar você mais uma vez por aqui 😊

Meu nome é Everson Marinho, sou Analista de Marketing da We Do Logos e hoje quero debater um pouquinho sobre a importância que existe além do famoso “público alvo” que toda empresa precisa ter claramente em seus conceitos.

Imagine que você tenha o intuito de me vender ou até mesmo precisar falar sobre um produto ou serviço a partir destas informações:

“Oi, o meu nome é Everson e o meu e-mail é eversonmarinho@wedologos.com.br.”.

Estimar o quanto eu estarei aberto para o que você tem a dizer seria, no mínimo, nebuloso.

“Oi, o meu nome é Everson, eu tenho 24 anos, solteiro, moro no Rio de Janeiro, sou publicitário, gosto de ler livros de fantasia, viajar para lugares frios aos finais de semana, tenho medo de trânsito, sonho em ser pai, amo redes sociais, arte e como ela consegue personalizar absolutamente qualquer coisa e o meu e-mail é eversonmarinho@wedologos.com.br.”

Agora ficou muito mais fácil de se relacionar comigo, né?

E, até mesmo, além de ciar rapport (conexão/laço), conseguir falar a minha língua e entender previamente se faço sentido para o que o seu negócio tem a oferecer.

Identificar a linguagem do seu público (incluindo gírias!), te possibilita falar como ele e é aí onde está uma dica valiosa para fortalecer a conexão do que você está construindo. Falar português com quem entende português e falar alemão com quem entende alemão.

Estes pontos são considerados uma estratégia base, pois assim, você consegue direcionar as ações, comunicação e tomadas de decisão de marketing baseadas em público alvo e persona aumentando a assertividade de entrega.

Por exemplo, o público alvo da We Do Logos é formado por quem deseja abrir um negócio e portanto precisa de Identidade Visual, afinal, qualquer empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, necessita de uma imagem marcante para se diferenciar entre taaantos concorrentes e se posicionar profissionalmente no mercado.

Inclusive, precisamos conversar sobre isso: Se a sua empresa ainda não tem uma aparência exclusiva e atrativa, infelizmente, tenho uma péssima notícia para você: ela não existe ¯\_(ツ)_/¯

Por aqui, nós trabalhos com dois prismas: empreendedores experientes x pessoas que estão em busca de empreender, apesar de momentos e realidades distintas, com ações direcionadas para cada perfil, nós os ajudamos em ambos os casos.

Para conceituar o seu público alvo, você pode utilizar desde empresas especialistas em segmentação e análise de dados à fornulários para enviar para a sua própria base de clientes, a ideia é mapear pontos em comum entre os seus consumidores, geralmente formados por aspectos sociais e demográficos. Assim, a partir destas diretrizes gerenalistas, você entende como alcançar o perfil que está interessado no que a sua empresa vende.

Já a persona, é como uma pessoa real, com nome, valores, hobbies, objetivo primário, secundário…muito mais específico e detalhado do que o público alvo, que por sua vez é bem mais abrangente! Elas se relacionam, mas não são iguais.

Sabe quando você acabou de tirar alguém no amigo oculto de final de ano e precisa reunir a maior quantidade possível de traços e informações sobre aquela pessoa para acertar no seu presente?

Então, é exatamente isso!

A persona precisa ter desejos, medos, objetivos, interesses, faixa salárial, quanto mais detalhes, melhor.

E para definir esses detalhes, você pode utilizar pesquisas com perguntas específicas por e-mail, pesquisas programadas em pop-up em seu site ou blog com perguntas como “O que te trouxe até aqui?”, oferecer conteúdos de valor para estimular o seu público a responder questionários e participar genuinamente deste processo, converse com as pessoas online, busque grupos com o seu perfil de cliente ideal, analise comentários em produtos, feedback de clientes, etc.

Outra dica importante é identificar exatamente o oposto, quem não é a sua persona, uma persona negativa representa quem não é o seu cliente ideal, eles podem ser avançados demais para o seu material ou não estar dentro da faixa de preço do seu produto/serviço. Identifique esse perfil para definir claramente como você deve alocar o seu tempo de uma forma mais eficiente. Oferecer algo que seja realmente desejado e que possa ajudar os problemas/dores dos seus clientes que estão dentro do seu perfil principal de interesse.

Somente entendendo o público alvo e a persona do seu negócio, você será capaz de aplicar uma estratégia matadora para explorar todo o seu potencial de vendas.

E assim, acertar o alvo em cheio, sem desperdiçar muitos recursos.

Abração e até a próxima,

Eveson Marinho
Analista de Marketing
We Do Logos