Como entrar no ramo das lotéricas

E anseio de muitos empreendedores abrir uma casa lotérica, porém, embora pareça que possuir esse tipo de negócio é como achar um pote de ouro, engana-se. Um loteria é como qualquer empresa, que necessitas de uma boa administração para que dê lucro.

 

 

Primeiro passo

 

Muitas pessoas acham que esse empreendimento é uma franquia, mas não é. Para abrir uma casa lotérica é preciso ter uma permissão da Caixa Econômica Federal, por meio de uma licitação que é divulgada no Oficial da União, ou pelo site da Caixa.

 

 

Estrutura

 

O visual é padrão. O mínimo de espaço que uma lotérica deve possuir são 12 metros quadrados. Quando é situado em locais como shopping ou dentro de outros estabelecimentos, onde divide o espaço com outras atividades, pode ser adotado o formato de quiosque.

 

 

Prestação de Serviços

 

Os serviços são as captações de apostas em jogos autorizados pela Caixa e a atuação como correspondente bancário da Caixa.

 

 

Unidade Simplificada de Loterias

 

A permissão é concedida, depois de cumpridas todas as exigências do edital, ao licitante que oferecer o maior lance na proposta de preços. O mínimo para a abertura de uma casa lotérica é de R$ 10 mil, já para quem deseja uma Unidade Simplificada de loterias o valor é de R$ 1.000.

 

 

Remuneração e rentabilidade
 
A remuneração do empresário é feita de acordo com as comercializações dos produtos lotéricos e prestação de serviços, levando em consideração a variação dos valores conforme a tabela vigente. Por exemplo, o rendimento de Loteria Federal é diferente do da loteria instantânea. A rentabilidade pode variar de acordo com o mercado ponto onde a casa está instalada e da qualidade da gestão do empresário.
 
 
Clique aqui e saiba mais detalhes de como abrir uma casa lotérica.

 

Fonte: Blog dos empreendedores

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *