Como escolher o tipo de papel para cartão de visita

A escolha de qual o melhor papel para cartão de visitas influencia completamente o resultado final. Para muitos, pode parecer apenas mais um detalhe, mas ele é fundamental. O tipo de papel para cartão de visita vai depender muito do posicionamento de sua empresa e da identidade visual que você escolheu. Escolher um papel para imprimir cartão de visita com brilho, por exemplo, anda meio fora de moda e as opções mais elegantes costumam ser foscas e acetinadas.

tipo de papel para cartão de visita

Na verdade, existem dezenas de tipos de papel para cartão de visita: couché, vergê, supremo, artesanais e diversas outras escolhas. Dizer qual o melhor papel para cartão de visita seria arriscado, mas, mais abaixo, você verá em detalhes como imprimir cartão de visita.

identidade visual da marca

Cuidado com as manchas de dedo em seu cartão

Este detalhe está diretamente ligado com os tipos de papel para cartão de visita que você escolher. A verdade é que papel para impressão de cartão de visita com brilho pode causar este incoveninte das manchas de dedo! Se você é daqueles  que acredita que o tipo de papel para cartão de visita tem que ter brilho, saiba que terá que conviver com as machas e marcas de dedo. A seguir você vai ver mais explicações sobre isso.

Qual o melhor papel para cartão de visita

Se interessou? Tem mais em nosso blog: 5 dicas para fazer cartão de visita de bom gosto e qualidade.

Entenda um pouco sobre gramatura

O tipo de papel para cartão de visita não leva em conta apenas nomes ou materiais. A gramatura também é muito importante. E não tem como imprimir um cartão de visitas sem pensar nisso. Usualmente indicamos uma gramatura de ao menos 200g/m², menos que isso já seria um tipo de papel para cartão de visita que ficaria muito mole.

Qual o melhor papel para cartão de visita

Foi pego desprevenido? Nunca mais! Entenda: Cartão de visita empresarial: Não saia pra trabalhar sem ele.

Escolha o tipo de papel para cartão de visita adequado ao seu estilo

Afinal, de que adianta criar uma peça diferenciada, super criativa e imprimir em um tipo de papel para cartão de visita totalmente inadequado? Fazer isso condenará seu trabalho à lixeira, uma vez que ele vai desgastar rapidinho e a pessoa que o pegou não vai se importar em descartar um cartão feio e velho. Além disso, um papel de boa qualidade transparecerá aos seus contatos o seu empenho com a sua imagem, seriedade no negócio e preocupação com os clientes.

Independente do seu segmento, você deve prezar pela qualidade do material, então, mesmo que o seu cartão de visitas seja o mais simples possível, procure produzi-lo bem. O acabamento é tão importante quanto a criação, por isso, opte por tipos de papel para fazer cartão de visita que não vão desgastar rapidamente e também por uma gramatura mais alta, para que ele não amasse ou rasgue com facilidade.

Qual o melhor papel para cartão de visita

Dê uma olhada nestes modelos de cartão de visita desenvolvidos pelos designers da We Do Logos para esta empresa de financiamento imobiliário, foram 28 opções, enviadas por 12 designers.

Se você ainda tem dúvidas de como criar, imprimir, fazer, ou de qual o melhor papel para cartão de visita, pode ficar tranquilo, desenvolvemos um passo a passo que explica direitinho como imprimir cartão de visita.

Saiba mais: 5 Dicas para fazer cartão de visitas com apresentação profissional

Como imprimir cartão de visita:

1. Formato e margens

O tamanho padrão de um cartão de visitas é 9 x 5 cm. Porém, muitas pessoas personalizam da forma como consideram melhor, ou até mesmo, mais diferente, fugindo um pouco do padrão. É preciso lembrar que ocupar toda a área disponível pode parecer irresistível, mas é fundamental deixar margens em todas as bordas. Isso traz uma sensação de leveza ao cartão.

2. Fontes para o cartão

Na hora de pensar em como fazer cartão de visita para imprimir, um conselho é importante: utilize o menor número possível de tipologias em um mesmo cartão, pois pode torná-lo cansativo. Escolha uma ou duas fontes para não correr o risco de errar.

3. Tamanho da fonte

Tome cuidado para não exagerar no tamanho das letras, porque pode acabar sendo desnecessário e ocupar espaço demais. No entanto, deixar a fonte muito pequena pode exigir demais de quem tem alguma restrição na visão. O ideal é sempre imprimir e analisar se a leitura não está prejudicada.

4. Cores escuras em cartões de visita

Isso costuma surpreender negativamente ao receber o material já impresso. Os fundos escuros, na hora da impressão, costumam invadir as letras claras, extremamente finas ou pequenas. Por isso, é preciso atentar-se ao escolher determinada fonte e, caso seja necessário, deverá engrossar as fontes mais finas para evitar as surpresas desagradáveis.

5. Escolhendo outras cores

Se você está pensando em como fazer cartão de visita para imprimir, provavelmente já deve ter começado a pensar nas cores do seu cartão. Um cartão com cores escuras de um lado e claras de outro pode correr o sério risco de manchar. Essas manchas acontecem quando os impressos são empilhados antes de estarem completamente secos. Para evitar esse problema use algum tipo de laminação.

Veja também: Confira dicas de design para cartão de visita

6. Frente e verso

Atualmente, a diferença entre os valores para imprimir um cartão somente usando a frente ou explorando os dois lados é muito pequena. Então, muitas vezes, para preservar a marca sem elementos muito próximos a ela, o ideal é deixar um lado reservado para comportar os dados gerais e o outro para estampar a marca, sem muitos detalhes que prejudiquem a leitura inicial.

7. Qual o melhor papel para cartão de visita

A escolha do papel, normalmente, influencia completamente o resultado final. Para muitos, pode parecer apenas mais um detalhe, mas ele é fundamental no processo de como fazer cartão de visita para imprimir. O papel mais usado é o couché fosco e é também o mais indicado para quem não quer correr riscos. É um papel que costuma deixar as cores vivas, já que não absorve demais as tintas como um papel “uncoated” (um exemplo é o sulfite). Tudo depende da proposta do cartão. É possível obter resultados gratificantes com o papel supremo, que tem um custo menor por ser menos nobre. Já o papel vergé pode trazer surpresas desagradáveis, além de absorver bastante a tinta, sua textura pode dificultar a leitura de tons claros. Portanto, atente-se e faça a escolha ideal para seu cartão.

Não recomendamos papel para fazer cartão de visita com brilho. Além de ficar um pouco popular demais, deixa muitas marcas de dedo, prefira papéis foscos!

8. Gramatura

Afinal, o que de fato significa 250g ou 300g? O certo é, por exemplo, dizer 300g/m², e representa o peso do papel por metro quadrado. Isso significa que, quanto mais pesado, mais grosso o papel é. Um cartão impresso em um papel mais encorpado não dobra fácil, não rasga e nem é preciso dizer que pode refletir um pouco sobre a solidez do seu negócio.

9. Manchas de dedo

Essa dica vale para qualquer impresso. Quem nunca pegou em um folder ou em um cartão de visita preto e percebeu que, em poucos segundos, ele fica todo manchado pela gordura e/ou suor da pele? Isso acontece na maioria dos papéis, mas o que mais sofre desse mal é o couché brilho. Uma boa dica para amenizar o problema é usar a laminação fosca.

10. Acabamentos e facas especiais

A laminaçāo fosca é àquela camada que parece um veludo sobre o cartão. Ela sempre cai bem, protege o impresso e dá aquele visual de acabamento sofisticado.

tipo de papel para cartão de visita

Cartões de visita artesanais

Pode ser que sua área compreenda (e exija) mais criatividade na elaboração do seu cartão. Por isso, você pode optar também por cartões artesanais, aqueles feitos à mão!

Dica importante!

Na hora de pensar em como criar e como imprimir cartão de visita, seja inovador, pois este pedacinho de papel representa você e o seu negócio para o cliente. A We Do Logos conta com mais de 80 mil designers para criar sua logomarca, seu cartão de visita e muitos outros materiais. Pra ver um exemplo de cliente satisfeito com o trabalho da We Do Logos, confira este CASE de Sucesso do restaurante Point do Macarrão.

Conheça mais sobre a We Do Logos e saiba como podemos te ajudar:

Confira as principais vantangens:

Tabela comparativa

9 Comentários










Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.