Lovemarks: descubra o que são e como transformar a sua marca em uma

Tornar a sua marca uma lovemark, ou seja, a queridinha do consumidor. Quem não quer? A briga atual é grande. Muitas empresas sempre atuando nos mesmos ramos acabam disputando o coração do consumidor para tentar se tornar a mais lembrada por eles.

Sobre essa relação entre marca e consumidores, Kevin Roberts, CEO mundial da Saatchi & Saatchi e autor do livro Lovemarks – O Futuro Além das Marcas, prega que o amor é um fator essencial para uma boa relação entre público e empresa. De acordo com ele, o respeito pela marca está diretamente ligado ao amor e é nisso que aposta o conceito de Lovemarks.

Nessa mesma vertente, ele lembra e ressalta que respeito está diretamente ligado a manutenção da relação com o consumidor a cada contato. Se essa relação falhar? Se o descontentamento acontecer? Ele irá se afastar e procurará uma nova marca com a qual se identificará. A cobrança é grande, mas é possível obter sucesso.

lovemarks

Dentre os ensinamentos do autor da expressão estão: “Olhe para o seu consumidor e descubra o que ele deseja” e “Os seus concorrentes estão pensando com a cabeça. Siga a intuição. Pense e ouça com o coração”. Algumas marcas estão aprendendo a agir assim.

Como exemplo do poder dessa relação, podemos citar o caso dos Duocórnios, envolvendo a PepsiCo Brasil. Uma menina de nome Julianna mandou um desenho de dois seres mágicos com o nome “duocórnios” à Ruffles e em troca pediu a batata sabor costelinha que tinha edição limitada.

A empresa respondeu através da RIOT (agência digital da marca). Eles recriaram os Duocórnios e enviaram com um kit das Ruffles sabor costelinha. Mesmo com a edição  não tendo voltado ao mercado por causa do pedido da consumidora Julianna, a empresa garantiu que ela se lembrasse positivamente da marca por toda a vida, com um gesto simples, mas de grande valor.

Esse exemplo mostra que nem sempre é possível satisfazer tudo o que o consumidor quer, mas uma resposta com carinho pode transformar a situação de sem solução para uma relação de respeito entre cliente e marca. “Tem que fazer com que as pessoas se mexam pelo raciocínio emocional”, ensinou Roberts.

Como tornar a sua marca uma lovemark do grande público?

Isso não acontece da noite para o dia e nem há uma receita de bolo. Entender o consumidor e o que ele quer é o início disso. Tratá-lo bem e com muito respeito faz parte da manutenção dessa relação. Entenda que atualmente não basta investir em propagada, é necessário investir e muito em relacionamento com o cliente para se tornar uma lovemark.

Essa troca de carinho e uma visão até um pouco romântica da relação cliente versus empresa traz a fidelização que ultrapassa os limites da razão. É isso que fará com que sua marca se destaque no meio das concorrentes e vire uma de suas lovemarks.

Está preparado para o processo de construção de lovemarks? Conte pra gente nos comentários. 

Dica importante!

Se você deseja investir no design da sua marca, não deixe de conhecer a We Do Logos! O maior site de criação da América Latina está pronto para te ajudar com mais de 80.000 profissionais cadastrados na plataforma. Interaja e solicite quantas alterações achar necessário até ficar do jeito que a sua empresa merece.

lovemarks

 

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.