3 tendências de design para logos

Você pensa que existe uma fórmula para logos de sucesso no design? You know nothing! Logotipos de sucesso dependem não só da experiência e vivência do designer em questão, como também da apropriada depuração do conceito que irá nortear o projeto. Uma leitura importante do mundo das grandes marcas atualmente, é o conceito e valor agregado da marca como experiência. Para o empresário do setor de design Délcio Almeida, a questão do estilo próprio e o acesso a recursos infinitos fazem com que as configurações dos logos fiquem muito parecidas. “Uma marca deve traduzir o negócio da empresa ou do evento, não algo passageiro. O conceito sempre será o ponto mais importante de qualquer processo de criação, tanto nas escolhas visuais, quanto na utilização de símbolos’’, defende Almeida.

Um logo bem feito, que expresse a personalidade do produto, é elemento chave dentro do complexo processo de branding, que pertence mais aos consumidores do que à própria marca e deve unir seu conceito e aplicabilidade. Pensando nisso, destacamos 3 tendências universais da indústria de logos:

1. Flat-Design

Na contramão da febre dos cinemas 3D em todos os shoppings do país, temos o flat-design e sua grande sacada de trocar a ilusão do 3D pela simplicidade do 2D, extraindo de ícones os sombreamentos e texturas. Com uso de monogramas e de tipografias estilizadas, o flat-design se destaca, fundamentalmente, pelas formas limpas, planas, de fácil leitura e compreensão. Um dos maiores propulsores da onda flat-design é o Windows 8. O seu layout clean – com botões de comando em forma de quadrados, retângulos e círculos – acaba deixando a interface com o usuário bem mais prática e tecnológica.

3 tendencias de design para logos

2. Limpos e leves

Os logos estão cada vez mais sutis e leves, pois o mercado já percebeu que quando são de fácil leitura ou identificação, aumenta a probabilidade de fidelização com o cliente. No entanto, para se chegar a tal grau de simplicidade gráfica é preciso – mais uma vez – trabalhar e retrabalhar o conceito por trás do logo, tanto na linha do flat-design quanto do tradicional. Um grande exemplo deste trabalho vem de uma das maiores referências do design brasileiro e internacional, Alexandre Wollner, são logos como Itaú, Masp e Hering conhecidas mundialmente. Wollner segue uma linha simples sem muitos elementos visuais e sem perder a originalidade. Para o designer, um logotipo bem pensado nunca perde a sua atualidade e a potencialidade de representar os valores de determinada empresa, produto ou serviço.

3 tendencias de design para logos

3. Retrô

Tonalidades fortes típicas de cores “quentes” como laranja e vermelho e suas análogas instrumentalizadas com o efeito de opacidade são uma constante no catálogo retrô, assim como a infalível combinação entre preto, branco e vermelho. Em ações de rebranding, diversas marcas têm se revitalizado, testando cores novas em logos que voltem a impactar o consumidor. Muitas vêm aderindo ao conceito retrô, conquistando consumidores através da nostalgia. Como no caso da Granado, empresa de cosméticos e perfumaria fundada em 1870 que passou por recente processo de resgate da marca com enfoque tradição das “pharmácias”, com o uso de fontes estilizadas nos logos. Vale lembrar que desenhar letras é uma arte minuciosa e utilizá-la para combinar com designer de uma logo é um trabalho cauteloso.

3 tendencias de design para logos

Agora que já descobriu as principais tendências do design para logos, está na hora de colocar as ideias em práticas! Lembre-se: a dica número um para uma logo de sucesso é a sua representação de identidade e ideologia da empresa! Caprichem nas ideias e surpreendam seus clientes! Na We Do Logos você tem milhares de profissionais de design gráfico preparados para criar uma Identidade Visual bem criativa e exclusiva para o seu negócio! Faça como outras 15.000 empresas e deixe que a We Do Logos cuida da Logo da sua empresa.

 

4 Comentários


  1. Que com que curtiu Talita! 🙂


  2. Legal o texto, o conceito de limpar a informação e deixar ela com uma cara de venda não é uma missão fácil, hoje a concorrência é muito grande e todos querem chamar a atenção. Mas Investir em um bom layout, estudar o propósito dele é uma cosia que poucos fazem. Gosto, e não gosto do Flat Design, depende pra quê..


  3. Oi Pedro, tudo bem? Valeu pelo comentário! Realmente o Flat Design é uma tendência atual, mas sabemos que em breve teremos novas tendências, então vai muito do posicionamento do cliente e também dos objetivos deles né? Obrigada pelo seu comentário! 🙂 Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *