8 dicas para elevar o numero de vendas

Quando não é o mercado que sinaliza o momento certo para aumentar as vendas, é o faturamento da em presa que está em baixa e precisa ser recuperado. Mas antes de atender essas questões é preciso analisar como impulsionar esse aumento. Para isso o empreendedor deve definir quais são as competências e carências da empresa. Não adianta por qualquer ação em prática, se as mesmas não são suficientes para atender a demanda.

Veja as alguns pontos que devem ser considerados antes de trabalhar no aumento das vendas. Essas dicas foram oferecidas pelo fundador da SaleSolution, Renato Romeo, e o professor especializado em PME da Fundação Instituto de Administração (FIA), Antônio Lage Terassovich.

 

Evite atropelos

Muitos empreendedores costumam agir por impulso e saem reduzindo preços sem estudar os cliente e adotar estratégias. Passam por cima do planejamento e não percebem que isso no lugar de solucionar o problema poderá trazer fortes dores de cabeça.
Não tome nenhuma atitude antes de traçar todo caminho e estar a par de como anda o seu mercado. Após esse estudo, uma implantação rápida pode ser o passo decisivo para o sucesso.

 

Arrume a casa

Pressionar seus vendedores sem saber como andam os processos da empresa não adianta. Não confie em improvisos e se for necessário procure ajuda. “O empreendedor precisa entender que a empresa tem necessidade de conhecimento”, fala o professo da FIA, Antônio Lage Terassovich. Todo gestor deve possuir uma noção de gestão de pessoas e contabilidade. “Se ele não tem umas das competências, ele tem três alternativas: contrata, terceiriza ou arruma um sócio” recomenda.

 

Trabalhe seu diferencial

Para fortalecer as chances de sucesso conheça seu diferencial e trabalhe nele. Outro ponto importante é sabe o que o seu cliente necessita “Ao focar no público, a empresa se torna competente e adquire o seu diferencial”, destaca Terassovich.

 

Faça uma análise 360°

Deve-se fazer uma análise geral sobre o que acontece dentro e fora da empresa. Segundo Romero, isso significa estar ciente sobre como anda o seu mercado – favorável ou em crise e qual ponto o concorrente é mais competente. Pense “Se as empresas da minha área vão bem e a minha não, tem algo de errado com ela”, diz Romeo.Entenda seu cliente Faça um diagnóstico de seus clientes e fornecedores, pois é a melhor forma de entender o que é mais relevante para ele e assim priorizar o que deve ser trabalhado. Por exemplo, uma empresa fabricante de roupas deve entender as necessidades do atacadista – com a frequência de troca de coleções ou volume necessário para cada compra -, assim como estar atenta ao gosto do cliente final, ajustando seu produto ao público alvo.

 

Amplie seu mercado

Antes e ampliar seu mercado verifique se sua empresa está saudável financeiramente para isso. Buscar novos mercados ou expandir geograficamente pode por a empresa em outro patamar, conta o professo da FIA.

 

Qualifique seus vendedores

Romero destaca “A capacitação do profissional de vendas é o que dá o retorno imediato à empresa” e completa que essa capacitação não é tão investida aqui no Brasil, pois muitos empreendedores acreditam que isso é só despesa. “O pequeno e médio empresário é ainda muito preso aos custos” a qualificação é um investimento para fortalecer suas vendas, e isso podes ser feito com ações internas ou com a ajuda de terceiros.

 

Atenção quando for mexer nos preços

Às vezes, diminuir os preços parece uma ótima ideia para aumentar o numero de consumidores. “Baixar é fácil, mas depois que aumentar, como explicar para o cliente?”, questiona Romeo. Mexer nos preços é uma tarefa muito delicada “É fácil de mexer, mas difícil de entender”, conta o professor Terassovich. Então não mexa nos valores se um bom planejamento.

 

Fonte: Exame