A ciência por trás da criatividade

Jonah Lehter é jornalista especializado em neurologia. Seu ultimo trabalho foi tentar entender a ciência por trás da criatividade, através das pesquisas que estavam sendo realizadas neste sentido. Os resultados estarão em seu próximo livro, intitulado “The Science of Creativity”.

Uma das questões para essa pesquisa era entender como acontece o insight – o momento Eureka! Para isso testes forma aplicados para qual o momento mais propenso para acontecer. A descoberta mostrou dois momentos do insight, quando vem a ideia e quando vem a certeza desta idéia.

Nos milissegundos que isso ocorre uma parte do cérebro é ativada, essa parte é responsável pelas interpretações de metáforas e através dela os cientistas podem dizer se a pessoa terá um insight ou não.

O insight tem a ver com ondas alfas no nosso cérebro e quando estamos focados em um problema só o vemos. Por isso é bom dar um parada para respirar e se tranqüilizar, pois o insight só ocorre em estado de relaxamento.

Na pesquisa percebeu-se que o ambiente também pode influenciar. Para isso o seguinte teste foi realizado – Pessoas diferentes tiveram a missão de resolver um problema. Dois quartos, um azul e o outro vermelho, serviram como ambiente para resolução deste problema. A pessoa do quarto azul teve duas vezes mais insight que a do quarto vermelho. Segundo os pesquisadores o azul nos remete a cenas mais relaxantes como o céu, por exemplo. Já o vermelho, tom mais quente, remete a lembranças como sangue e perigo, uma cor mais restritiva.

Mas, relaxar não é a única saída. “Criatividade é um verbo plural. Existem muitas formas de se achar novas ideias” falou Lehrer.

Fonte: http://abcdesign.com.br

Imagem para ilustração retirada da internet