Atrair Clientes Novos ou Manter Clientes Antigos?

Investir recursos para atrair clientes novos ou manter clientes antigos é uma dúvida que paira na cabeça de muitos empreendedores que estão começando.

Sem uma base fixa de clientes, é claro que no primeiro momento o importante é atrair uma carteira fiel para criar um grupo de compradores que façam o negócio rodar.

Para quem já está há um tempo no mercado, provavelmente tem um bom fluxo de clientes fixos, mas nem sempre estes compram com a periodicidade necessária para que o negócio lucre.

Sendo assim, ambas as situações são extremamente necessárias para um negócio sobreviver.

Entenda mais como ambas as etapas se complementam e porque as duas são de igual importância.

Atrair Novos Clientes

De acordo com o consultor de Marketing e referência na área Philip Kotler: “Conquistar novos clientes custa de 5 a 7 vezes mais do que manter clientes atuais”.

Gastamos muito dinheiro investindo em marketing, estrutura física, produtos diferenciados, visando atrair o máximo de clientes novos e esquecemos o mais importante que é fidelizar aqueles que já consomem da marca.

O ideal é que haja um equilíbrio de esforços.

Atrair novos clientes é primordial para aumentar a cartela da empresa, aumentar as vendas e consequentemente os lucros.

Mas o ideal é saber em qual momento essa deve ser a prioridade e em qual momento a prioridade é a fidelização dos clientes. Até mesmo porque, para que haja um cliente a ser fidelizado, é preciso que haja pessoas vindo até a empresa.

Nessa etapa, o marketing de massa, a publicidade e investir em conteúdo são o foco.

No post de semana passada, falamos sobre Inside Sales, a técnica de atrair o cliente até a empresa, que diminui os custos fixos e aumenta a produtividade.

Uma vez que o trabalho de captação externa foi feito, é a hora de mostrar ao cliente o diferencial da sua empresa.

Manter Clientes Antigos

Não há marketing melhor para uma empresa do que um cliente que volta.

Quando um cliente retorna e adquire novamente seu produto, significa que você tem algum diferencial e de alguma forma está saindo na frente da concorrência.

E um cliente fiel demonstra satisfação dos compradores em relação aos produtos e serviços e passa credibilidade e confiança na marca.

E não tem segredo para manter cliente e fazer com que ele seja fiel a marca. 

Primeiramente, mostre por quê seu produto é melhor que o da concorrência e o que sua empresa tem a oferecer que é mais vantajoso para aquela pessoa.

Depois de identificar o problema, quebrar a objeção e finalizar a venda, os outros passos são os mais fáceis.

Basta um bom atendimento, um bom pós-venda e estar aberto a atendê-lo sempre como se fosse a primeira vez que ele vai a loja.

O resto é automático.

Além disso, um cliente que gosta de uma marca será o primeiro a indicá-la a terceiros quando tiver oportunidade. E aí, menos custos para atrair clientes novos.

Conclusão

Analise a situação da sua empresa, os meses em que há mais picos de venda e os meses em que a situação dá uma estagnada e trace um plano para equilibrar as duas situações.

Assim há uma otimização de tempo, melhor produtividade e evita-se gastos desnecessários.

Essa semana o episódio do nosso PodCast fala sobre esses dois temas.

Abordamos sobre os principais pontos de ambas as etapas e como agir em cada uma!

Então corre pras nossas plataformas e vem aprender mais! Esperamos você lá!

Estamos disponíveis no Spotify, Itunes, Anchor e SoundCloud.

E não esqueçam de acompanhar nossas redes sociais e compartilhar com os amigos para levar nosso conhecimento cada vez mais longe!