Bloqueio criativo: como evitá-lo?

Ninguém está livre do famigerado bloqueio criativo. Normalmente, quando se está muito cansado ou ansioso, a sensação é que fica mais difícil ter boas ideias, o que é sempre um problema,  ainda mais para os profissionais que trabalham com design e artes em geral.

A boa notícia é que dá, sim, para se precaver contra esses bloqueios, e também aprender a lidar melhor com a situação quando ela acontece. Algumas dicas simples, como reservar um tempo para o descanso, manter um caderno para brainstorm e manter-se atualizado ajudam – e muito! – a evitar o bloqueio criativo. Anote as nossas ideias:

 

Tempo para o descanso

Sabemos que você está lotado de trabalho, mas passar horas sem descanso na frente do computador, deixando inclusive o trabalho seguir noite adentro, pode ser prejudicial para o seu corpo, mente e capacidade criativa.

A saída para o problema é se organizar melhor: não deixe o trabalho acumular e evite o desperdício de tempo, como passar preciosos minutos navegando na internet ou em redes sociais. Estabeleça períodos de trabalho (e de concentração total) e pausas para o descanso – vá fazer um café, dê uma volta no quarteirão, ou simplesmente pare uns minutos para olhar pela janela. Dê um descanso para a sua mente!

Outra boa dica é reservar um tempo diário para alguma atividade que não tenha nada a ver com o trabalho: atividade física, ler um livro, conversar com amigos… Estes momentos ajudam a combater o stress, um dos principais causadores de bloqueios criativos.

 

Caderno de ideias

Um caderninho de ideias que fique sempre a mão permite que você anote a qualquer momento uma boa ideia que teve (e que pode esquecer depois!), referências e até rabiscos. Esse brainstorm é extremamente útil nos momentos em que a inspiração demora um pouco mais pra vir. Você também pode usar algum aplicativo para smartphone ou tablet (existem alguns bem interessantes), mas lembre-se que o caderninho não fica nunca sem bateria e também não trava!

 

Mantenha-se atualizado

Acompanhar as novidades da sua área, ler as principais publicações e blogs, viajar e visitar galerias e museus são formas de se manter informado e criativo. Quanto mais repertório cultural você tiver, mais produtivo será.  

 

Não tenha medo do fracasso

Na maioria das vezes, o bloqueio vem da ansiedade – seja porque um prazo vai estourar, seja porque você se sente inseguro a respeito de como direcionar um trabalho. O medo do fracasso é um dos estopins do bloqueio: sentir que não vai ser capaz de terminar uma tarefa pode “travar” o processo criativo. Para evitar esse tipo de situação, não se leve tão a sério! Todos fracassam em algum momento, e a vida continua apesar disso. Se você estiver leve, sem medo de errar, o trabalho flui melhor

 

Rolou bloqueio? Mude de ares!

Se apesar de todos os cuidados você “travou”, não fique batendo cabeça: saia, dê uma volta, faça uma caminhada… Descanse, e procure fazer algo que não esteja ligado ao trabalho. Na volta, folheie seu caderninho, procure outras formas, outras referências para fazer o trabalho. Mude! O que não adianta é continuar tentando fazer as coisas do mesmo jeito achando que algo vai mudar. Bloqueios desse tipo não são permanentes, e você está somente precisando de uma mudança de ares.

 

E então, o que achou de nossas dicas? Deixe o seu comentário!