Briquedos Estrela se renova para conquistar o mercado digital

A Estrela, tradicional empresa de brinquedos brasileira, pretende renovar sua marca e voltar ao mercado com a mesma força que tinha nos anos 80. Para que isso aconteça a companhia destinará 75% da verba de R$ 20 milhões para os investimentos de marketing, além de apostar nas novas mídias para atrair a nova geração de consumidores.
Um dos motivos para essa renovação é a melhora da sua situação financeira, que segundo a companhia foi abalada na década de 90 com a abertura da economia brasileira. Em 2009 a empresa teve que recorrer ao Programa de Recuperação Fiscal (Refis) do governo fiscal por conta de uma dívida consolidada até o final do ano passado de R$ 114 milhões em impostos.
Outro motivo é se adaptar ao mercado, que ganhou um novo rumo graças aos produtos eletrônicos, digitais e o comercio dos produtos chineses, um dos grandes concorrentes. Isto dificulta muito a Estrela já que seu forte são os tradicionais jogos de tabuleiro.

“O produto chinês é 40% mais barato por conta da disparidade entre as moedas do Brasil e da China frente ao dólar americano”, afirma Carlos Tilkian, presidente da Brinquedos Estrela.

Com a demanda de entretenimento voltada ao público infanto-juvenil, a estrela vem incorporando novas tecnologias aos seus produtos. Um dos objetivos é levá-los as plataformas para que haja maior interação com o público. A tecnologia 3D no jogo Detetive e o desenvolvimento de aplicativos digitais para levar seus principais jogos às redes sociais, tablets e smartphones estão dentro das renovações

Fonte: Brasil Econômico