Começar um E-commerce Com Pouco Dinheiro? É Possível?

Começar um e-commerce é uma alternativa que já passou pela cabeça de quase todos os empreendedores.

Na época das redes sociais, cada vez mais os consumidores são influenciados pelas ferramentas on-line, além da comodidade de adquirir aquilo que se deseja, no sofá de casa e na hora que quiser.

No instagram por exemplo, temos lojas de tudo quanto é tipo, onde você pode fazer o pedido via Whatsapp e receber em menos de uma semana.

Além disso, na maioria das vezes preferimos pagar um pouco a mais por um produto, que será entregue na nossa casa, sem que precisemos nos deslocar de loja em loja para achar aquele modelo específico ou o menor preço.

No momento atual, estamos passando por uma situação incomum, onde o mundo todo se viu obrigado a ficar em casa e lojas estão fechando definitivamente ou temporariamente.

Será que um negócio de vendas on-line nesse momento não poderia ser uma opção para tentar salvar seu negócio?

Veja abaixo alguns números e dados do e-commerce no Brasil.

Números do E-commerce no Brasil

De acordo com a Webshoppers, responsável pelos estudos e relatórios mais confiáveis da área, em 2018 o e-commerce registrou 123 milhões de pedidos e faturamento R$ 53 bilhões.

Além disso, 58 milhões de clientes fizeram pelo menos uma compra pela internet.

De acordo com os relatórios as regiões brasileiras que registraram maior crescimento no e-commerce foram:

  • Nordeste com aumento de 27%;
  • Norte com aumento de 22%;
  • Sul com aumento de  20%.

A Rock Content fez uma pesquisa sobre compras on-line e pra maioria dos clientes as grandes vantagens de comprar on-line são:

  • 70% dos entrevistados consideram os preços mais baratos do que em lojas físicas;
  • 69% veem mais facilidade de comparação de preços e produtos;
  • 67% preferem pela comodidade.

No episódio 8 do PodCast Fala Empreendedor, falamos sobre o ramo de food service e como os restaurantes foram transformados por conta do volume de compras através de aplicativos.

Mas a regra não é somente para serviços de alimentação. No geral, as pessoas estão tendendo a comprar mais online.

A We do Logos por exemplo, é uma agência de design totalmente digital. Há dez anos nós vendemos e realizamos todos os processos pela internet.

Com esse dados em mãos, vamos ver o que é preciso para começar sua loja on-line, quais as principais etapas e como fazer para que venda.

Como Iniciar Vendas On-line

É quase impossível começar a empreender com 0 reais. Porém, com pouco dinheiro já é possível começar um e-commerce.

Por pouco dinheiro, eu digo o suficiente para comprar o mínimo de material para gerar capital que faça o negócio rodar.

Se você quer abrir uma loja de bijuterias, com R$ 200 reais você compra material suficiente para produzir e vender tendo um lucro de pelo menos 50% do valor inicial investido.

E conforme o tempo for passando, esse capital de giro vai aumentando, até a empresa conseguir se sustentar sozinha.

Se você já tem os produtos e só falta implementar, uma possibilidade é utilizar o Instagram para divulgar e vender.

É um volume menor e exige menos processos, mas ainda assim já é um passo.

Se a sua estrutura é maior, tem um estoque, dá pra apostar em uma maior escala como criar um site, vender para mais regiões.

Mas vamos começar do começo.

Passo a Passo Para Começar um E-commerce

O primeiro passo é definir o seu nicho. Qual produto você pretende vender, quem são as pessoas que compram e onde elas se encontram?

O segundo passo é definir o seu produto ou serviço. Você quer vender cursos online, mas quais cursos? Para quem?

Depois é essencial criar sua marca, sua identidade visual, aquilo que vai fazer você ser reconhecido no meio online.

Sem essas etapas, não é possível criar um posicionamento, e sem posicionamento você não vende.

Sem uma marca forte, não há presença online forte.

Existem mil lojas de todos os tipos de nichos, você precisa ser visto dentre essas mil lojas, mesmo que sejam por 100 clientes que sejam fiéis.

Depois vêm as questões “burocráticas” como precificação, fornecedores, entrega.

Parece complicado, mas tendo por onde se guiar dá pra tirar de letra.

Conclusão

O foco é gerar tráfego, sem isso, os clientes não chegam até a sua loja.

Na internet há disponíveis gratuitos ou pagos, uma imensa gama de materiais para te ajudar em cada uma dessas etapas.

No começo é um pouco mais trabalhoso, principalmente se você nunca trabalhou com isso.

Essa semana no nosso PodCast Fala Empreendedor, o tema é exatamente como começar um e-commerce com pouco dinheiro.

Tem muitas dicas, segredos e exemplos práticos pra você.

Então vai lá em alguma das nossas plataformas e comece agora a aprender a ganhar dinheiro.

Esperamos você lá!

Estamos disponíveis no Spotify, Itunes, Anchor e SoundCloud.

E não esqueçam de acompanhar nossas redes sociais e compartilhar com os amigos para levar nosso conhecimento cada vez mais longe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *