GUIA: como calcular o ROI em projetos em 4 passos simples

Como calcular o ROI é uma pergunta que parece que ganhou repentino destaque e que está na moda em algumas áreas, principalmente com o surgimento de startups e a busca de sua implantação de forma viável e lucrativa.

Na verdade o ROI (Return On Investment, do idioma inglês), como o próprio nome diz ao ser traduzido, é um indicador do retorno sobre um investimento. E é um dos mais tradicionais métodos usados para isso.

Outras metodologias, como o Valor Presente Líquido (VPL), a Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Payback, também são utilizadas para se avaliar a viabilidade de investimentos e, principalmente, compará-los e classificá-los, na busca da melhor opção de uso de determinado capital a ser aplicado.

Mas por envolverem cálculos mais complexos e o estudo de todos os componentes do fluxo de caixa de uma forma mais detalhada, acabam dando espaço para o ROI, um método mais ágil de fazer o mesmo trabalho, empregando uma fórmula simples que você mesmo pode usar em sua empresa para definir o retorno esperado de seus projetos.

Marca forte ajuda a vender

Como é o cálculo do ROI

Para saber como calcular o ROI você deve primeiro conhecer sua fórmula simples, que poderia ser assim expressa:

ROI = GANHO OBTIDO – GASTOS x 100
                                 GASTOS

Ao fazer estas contas você chegará a uma porcentagem que indicará a eficiência de determinada ação para gerar caixa.

Assim, se o resultado do cálculo do ROI for 30%, isso significa que a cada R$ 100,00 investidos em um projeto, você conseguirá de volta R$ 130,00, embolsando, grosso modo, um lucro de R$ 30,00. Ou seja: 30% do valor investido.

Explicando como calcular o ROI em projetos dessa maneira, parece que é realmente muito fácil.

Mas como determinar quais são os ganhos obtidos e o investimento de forma correta? O que compõe cada um desses elementos da fórmula?

Para ajudar você a encontrar todos esses números sem nenhum mistério, siga o passo a passo que preparamos para facilitar sua vida.

Como calcular o ROI em projetos

São 4 passos:

  1.    Definir o investimento
  2.    Determinar os ganhos obtidos
  3.    Calcular um ROI preliminar
  4.    Criar cenários

Passo 1: Definindo o investimento

Para facilidade de nomenclatura e cálculo, vamos chamar de desembolsos todos os montantes usados para investir no projeto, incluindo os custos e as despesas que ele vai gerar em um dado período de tempo.

Eles se dividem em dois tipos:

  • Desembolsos diretos: Aquisição de equipamentos, máquinas e softwares, treinamentos, seleção de novos profissionais, reformas de instalações etc.
  • Desembolsos ao longo do tempo: Horas homem empregadas no projeto a cada mês, aluguel de instalações, pagamentos de assinaturas para uso de softwares, manutenção, energia elétrica etc.

Passo 2: Definindo os ganhos obtidos

Todo ganho que o projeto conseguir trazer a mais para a empresa. Por exemplo: ao trocar determinada máquina, seus produtos poderão ser produzidos por um custo 15% menor, aumentando a lucratividade da empresa.

Essa diminuição de custos pode significar, por exemplo, um aumento de R$ 1.000.000,00 no lucro da empresa.

Passo 3: Calculando um ROI preliminar para o projeto

Digamos que ao somar todos os desembolsos diretos neste projeto de aquisição da máquina, você chegou a um montante de R$ 450.000,00.

Quanto aos desembolsos ao longo do tempo, considerando um período de um ano, você chegou a um valor de R$ 350.000,00.

Somando estes valores, temos:

GASTO = R$ 800.000,00

Quanto ao ganho, conforme visto no passo 2:

GANHO OBTIDO =  R$ 1.000.000,00

Substituindo na fórmula:

ROI = 1.000.000 – 800.000 x 100
                       800.000

ROI = 0,25 x 100 = 25%

Portanto, caso o cenário não mude e tudo ocorra como o planejado, o retorno sobre este investimento será de 25%, isto quer dizer que a cada R$ 100,00 investidos, depois de um ano, o retorno foi de R$ 125,00.

Mas e se nem tudo correr como o planejado? E se o cenário econômico mudar? Como calcular o ROI em projetos com mudança de cenários? Veja o passo 4.

Veja também: Mas afinal, o que são Simulações de Cenários Econômico-Financeiros?

Passo 4: Criando cenários

Ao criar cenários você poderá flexibilizar suas previsões e estar preparado para contingências. O importante é saber fazer as perguntas certas para prever 3 cenários:

  1.    Cenário Pessimista
  2.    Cenário Realista
  3.    Cenário Otimista

Digamos que o cálculo do ROI que já fizemos foi o cenário realista.

Um cenário pessimista poderia considerar o seguinte:

  • O que aconteceria se o dólar subisse e o preço da máquina aumentasse em R$ 50.000?
  • O que aconteceria se o governo aumentasse o IPI sobre nosso produto e nossa economia de custos diminuísse em R$ 50.000?

Ao responder a essas perguntas, o cálculo do ROI pessimista seria modificado para este:

ROI pessimista = 950.000 – 850.000 x 100
                                          850.000

ROI pessimista = 0,12 x 100 = 12%

Um cenário otimista poderia responder as seguintes perguntas:

  • O que aconteceria se uma queda no preços da energia elétrica aumentasse nossa diminuição de custos de produção em mais R$ 75.000,00?
  • O que aconteceria se uma nova tecnologia diminuísse o custo de manutenção anual da nova máquina em R$ 35.000,00?

ROI otimista = 1.075.000 – 765.000 x 100
                                       765.000

ROI otimista = 0,40 x 100 = 40%

Como você viu, a criação de cenários pode ser muito importante para sua decisão sobre investimentos em projetos e o cálculo de riscos.

Um exemplo de Cálculo de ROI em projetos

Imagine uma empresa que decidiu fazer um treinamento na área de vendas com o objetivo de aumentar o ticket médio de compra em suas lojas para R$ 150,00, o que significará um GANHO OBTIDO de R$ 190.000,00 em um ano.

Os desembolsos diretos neste projeto são os seguintes:

Contratação de consultor de treinamento: R$ 30.000,00

Impressão de material: R$ 5.000,00

Os desembolsos ao longo do tempo serão os seguintes:

  • Aluguel de equipamento de projeção por 3 meses: R$ 5.000,00
  • Aluguel de salas de aulas por 3 meses: R$ 15.000,00
  • Horas de vendedor gastas em treinamento por 3 meses R$ 100.000,00
  • Uso de plataforma EAD por 1 mês após treinamento inicial: R$ 2.000,00

Somando estes valores:

GASTOS = R$ 157.000,00

Substituindo na fórmula:

ROI = 190.000 – 157.000 x 100
                      157.000

ROI = 0,21 x 100 = 21%

Bom, acho que depois de tantas contas, você já sabe exatamente como calcular o ROI em projetos de sua empresa.

E se estivar pensando em iniciar algum projeto de comunicação e design de materiais digitais ou gráficos, como criar embalagens, por exemplo, uma alternativa que pode gerar um excelente ROI é usar os serviços do We Do Logos, o maior site de concorrência criativa da América Latina.

criação de embalagem

Confira algumas embalagens cridas por nossos designers.

Veja mais:

dicas nomes criativos empresas

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.