Conheça alguns erros dos pontos de venda

Os pontos de venda são locais onde os clientes têm grandes chances de concretizar suas compras. Afinal, é lá que eles têm os produtos em mãos e os vendedores têm a oportunidade de estar em contato direto com eles.

No entanto, existem algumas falhas cometidas por vários empreendedores que acabam afastando os compradores. Afinal, do mesmo jeito que pontos de venda bem trabalhados abrem chances para mais vendas, os erros nesses locais podem não só deixar passar oportunidades de aumentar seu faturamento, mas também arruínam o potencial de atratividade da sua loja.

É essencial, portanto, que alguns deslizes bem comuns sejam avaliados e evitados. Para que você fique mais atento e não perca vendas ou clientes, veja alguns desses erros que podem acabar com o êxito nos pontos de venda!

Descuidar da vitrine

A vitrine é o primeiro contato que o cliente tem com sua loja. Com base nela, ele poderá tomar a decisão de entrar para conhecer mais os seus produtos. Um erro bem comum da maioria das lojas é encher a vitrine com vários produtos diferentes.

Essa tentativa de mostrar tudo de uma vez para os clientes acaba criando um amontoado confuso. E, ao invés de atrair a atenção das pessoas, acaba afastando os compradores em potencial. É importante que você se lembre de que a vitrine não é um catálogo. Ela deve ser um convite para o consumidor.

Prefira vitrines bem-arrumadas e com uma boa iluminação. Um fundo liso, de cor clara pode auxiliar. Muitas vezes, o menos é mais. Por isso, você pode optar por expor apenas promoções, uma linha específica de produtos, algumas novidades, sem pecar pelo excesso. O exagero de mercadorias em exposição pode dissipar a atenção das pessoas, fazendo com que elas percam o foco em uma oferta ou mercadoria em especial.

Uma dica é procurar mais informações sobre a arte do vitrinismo e se inspirar em algumas dicas simples, porém, eficientes para melhorar a sua vitrine.

Manter uma iluminação inadequada

Um ambiente de penumbra geralmente é desagradável para a maioria das pessoas. Afinal, ninguém gosta de fazer suas compras e fechar negócios em ambientes escuros. Isso dá uma sensação de perigo e não induz o consumidor a comprar.

Em contrapartida, os ambientes extremamente claros podem prejudicar a boa visibilidade dos clientes. O segredo da iluminação é manter o equilíbrio e a adequação entre ambiente e itens em exposição. Busque sempre a intensidade de luz ideal, dependendo do tipo de produto que você vende e o público que você atende.

Não prestar atenção à temperatura adequada

Quando você está em um ambiente extremamente quente ou muito frio, a sua reação natural é procurar um local com temperatura mais amena, não é mesmo? É conveniente pensar que isso também acontece com seus clientes.

Se sua loja for quente ou gelada demais, será um convite para que seus consumidores saiam logo de dentro do seu estabelecimento, sem que possam relaxar e ficar mais tempo no lugar a fim de olhar com mais tranquilidade suas mercadorias. Isso, com toda certeza, atrapalhará as vendas.

Manter uma temperatura adequada é um pequeno cuidado que ajuda a reter o cliente dentro do estabelecimento durante um período maior. Dessa forma, ele estará mais tempo em contato com seus produtos.

Seus atendentes também terão a oportunidade de mostrar mais artigos e vender mais para esse cliente, que estará mais confortável. Por esse motivo, invista em climatizadores ou outros equipamentos que ajudam a deixar a temperatura do ambiente amena, constante e agradável.

Não organizar tons e deixar cores desajustadas

Acredite se quiser, mas as cores usadas nos pontos de venda podem influenciar bastante as aquisições dos consumidores. Por esse motivo, as cores que você utiliza em sua identidade visual e em seu ponto de venda devem ser muito bem pensadas. Não escolha uma tonalidade apenas porque você gosta dela; escolha uma cor pelo efeito que ela causa nos consumidores e por conta da expressividade que pretende que sua marca passe no mercado.

Por exemplo: vermelho, amarelo e laranja são cores muito aplicadas para levar o consumidor à compra por impulso. Isso acontece porque esses matizes transmitem uma sensação de urgência.

Já verde e azul são cores que fazem a pessoa relaxar e pensar um pouco mais para comprar. Por isso, são muito utilizadas em linhas de produtos que precisam transmitir maior confiança aos consumidores, por exemplo.

Evite cores que sejam agressivas demais, chocantes ou ainda que levem o consumidor a ter um pensamento ou uma sensação negativa. Busque cores que transformem o seu ponto de venda em um ambiente agradável e atrativo.

Não ser simpático

A simpatia é um aspecto extraordinário e que deve fazer parte dos pontos de venda. Afinal, se sua equipe não for agradável e não imprimir confiança para a sua clientela, certamente as pessoas buscarão a concorrência.

Um deslize bastante comum é iniciar o contato com os clientes com frases feitas, como: “Posso ajudar?” ou “Deseja alguma coisa?”. Apesar de serem clichês e até despontar um pouco de educação e eficiência, existe uma alternativa melhor para aumentar suas chances de sucesso.

Aborde seus clientes com simpatia, empregando, por exemplo, um simples “Bom dia!” ou “Boa tarde!”; inicie então uma conversa e descubra qual a demanda ou os gostos daquele cliente. Dessa forma, pode-se oferecer a solução adequada para o perfil encontrado.

Outro erro fatídico nos pontos de venda é a falta de paciência ou a ausência de interesse da sua equipe para com as necessidades dos clientes. Treinamentos podem ser úteis para ajudar a melhorar o atendimento e proporcionar à clientela tudo o que ela precisa a fim de ser mais bem atendida em sua loja.

Evitar esses erros em seu ponto de venda é uma forma de otimizar suas vendas. Afinal, você poderá criar um ambiente suave e mais propício às vendas. Lembre-se de que a organização é fundamental para conquistar um novo cliente. Busque sempre atender suas expectativas e até mesmo superá-las, para que possa fidelizá-lo e, assim, aumentar suas vendas consideravelmente também no futuro, com o seu retorno.

Um erro comum de muitos empreendedores é não investir nos seus pontos de venda. Se você realmente quer o sucesso do seu negócio, invista no interior de sua loja e veja a diferença!

Gostou dessas dicas sobre como evitar os erros mais comuns dentro dos pontos de venda? Conte o que achou delas e deixe também suas sugestões!