Entrevista com o Web Designer Orlei

Veja a entrevista com o web designer Orlei (também conhecido como Visage Web)  e conheça um pouco sobre sua trajetória profissional, como é o trabalho de criação de sites e o mercado para o freelanceer.

 

WDL. Qual sua trajetória profissional?

Orlei. Ingressei no universo da informática aos 13 anos. Ainda estávamos passando pela transição das tecnologias 386 e lançando o extinto 486, foi onde dei meus primeiros passos com programação em DBASE e QBASIC. Fiz diversos cursos de programação em linguagens diferentes, passando por cursos técnicos em diversos campos da informática.
Paralelo a isso, sempre fui um ótimo desenhista. Desde criança sempre tive muita intimidade com lápis e papel. Aos 8 anos, já desenhava histórias em quadrinhos, representava amigos e parentes por meio de caricaturas.
Além dos conhecimentos de programação, acabei realizando cursos de desenho técnico, artístico e publicitário. Hoje estou participando de um seminário na Academy of Art University’s School of Web Design & New Media em San Francisco, Califórnia.

 

WDL. Quando surgiu o interesse em trabalhar com web?

Orlei. Minha afinidade com a arte também trouxe experiência com a música, hoje, além de programador e webdesigner, sou guitarrista da banda Cogumelo Plutão, autora de vários sucessos de novelas globais como, por exemplo, Esperando na Janela. Porém muito antes de chegar a tocar em uma banda grande, eu passei por varias bandas de garagem. Com o avanço da tecnologia tornou-se obrigatório ter um site.
Como não tinha condições financeiras de contratar um projeto profissional, acabei tendo que aprender para desenvolver o próprio site da banda. Logo em seguida, quando coloquei meu primeiro trabalho no ar, vários amigos começaram a ficar interessados. Foi então que aos poucos identifiquei que tinha encontrado um novo caminho dentro da arte e que poderia me auxiliar financeiramente.

 

WDL. Você tem preferência por alguma linguagem, por quê?

Orlei. Cada linguagem tem suas vantagens e desvantagens. Gosto do ASP pela arquitetura objetiva, porém o PHP é uma linguagem que foi desenvolvida para ser aplicada na WEB, então creio que hoje as duas sejam as minhas preferidas.

 

WDL. Quais suas fontes de referências?

Orlei. Tenho muito respeito e admiração por Steve Jobs, sua ousadia e paixão. Identifico-me muito com a forma como ele levou sua vida e os seus negócios.

 

WDL. O que um site precisa para ter um visual bacana e ser funcional?

Orlei. Um dos tópicos que estamos discutindo esta semana é o conceito de percepção de mercado. Infelizmente, o Brasil e diversos países no mundo ainda utilizam uma abordagem inadequada quando contratam um web site. O foco esta destorcido e dentro de um propósito onde estamos tratando de identidade visual e representação de produtos e serviços, existe pouquíssimo ou quase nenhum trabalho de identificação de prioridades. Em linhas gerais, um site deve reproduzir através de imagens e tecnologias adequadas o que exatamente a empresa faz e tem a oferecer. Isto tudo deve acontecer sem que o cliente precise ler 30 linhas ou clicar em 100 fotos.

 

WDL. Como é a demanda de trabalho para desenvolvedores?

Orlei. É um mercado maravilhoso, apesar de muita reclamação da incoerência de preços e consecutiva desvalorização da classe. Não acredito que isso venha a me afetar, quando você conquista um portfólio de clientes considerável e mantém um equilíbrio na qualidade do atendimento e serviços, automaticamente novas portas se abrem e novos projetos acabam caindo na sua mesa. Basicamente, o grande segredo é esquecer o que os outros estão fazendo e buscar seu lugar ao sol, usando suas habilidades e diferenciais.

 

WDL. Trabalhar por conta própria pode ser rentável?

Orlei. É um negócio que deve ser encarado como um desafio rentável, porém exige extrema disciplina e dedicação, assim como qualquer outro trabalho. Nesse exato momento, alguém em algum lugar do mundo está buscando um desenvolvedor e sua mesa deve estar preparada.

 

WDL. Quais as vantagens do trabalho freelancer?

Orlei. O simples fato de você poder escolher o melhor momento para trabalhar já lhe agrega a inspiração. É um negócio rápido e pode ser comercializado em qualquer parte do mundo.

 

WDL. Quais dicas você daria para quem deseja trabalhar como freelancer?

Orlei. O serviço de programação é somente uma fração do seu produto. Valores como cumprir prazos, feedback dos processos e organização de demandas, por exemplo, também devem integrar a sua rotina diária.

 

Para conhecer alguns trabalhos do Orlei, também conhecido como Visage Web, clique aqui!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *