Marketing de guerrilha

Diariamente, o consumidor é bombardeado com propagandas de todos os lados e, nem sempre, essas inserções são percebidas como deveriam. Como chamar a atenção para a sua marca no meio de tanta informação? Pois saiba que o marketing de guerrilha é a resposta. Confira a seguir tudo sobre esta estratégia!

Aprenda mais sobre o que é marketing de guerrilha

O marketing de guerrilha é uma forma de promover um serviço ou produto de forma extremamente criativa. As estratégias são realizadas fora das mídias convencionais como rádio, TV e impressos, que são meios mais caros de divulgar uma marca. Porém, pela forma como são postas em prática acabam atraindo a atenção desses veículos e conseguindo uma exposição, digamos… Gratuita.

Por ser realizado nas ruas, esse estilo de ação atinge todo tipo de pessoa, além do público-alvo. Devido à originalidade consegue propagar o nome da empresa pelo famoso “boca a boca”.

Para divulgar a nova temporada da série Orange is the new black, a Netflix usou a fachada de um prédio em Paris para simular uma prisão, cenário principal da trama. Em cada cela, modelos simulavam a rotina das presidiárias, que logo eram identificadas pelo contexto: a identidade visual da marca e do filme.

Saiba como ele surgiu

O termo “guerrilha” foi inspirado na guerra do Vietnã (1954–1975), pois os vietnamitas demonstraram uma enorme habilidade estratégica para superar os conflitos. A tática de guerrilha aplicada ao campo de batalha ficou conhecida como uma ação pontual, rápida e imprevisível para atingir um objetivo maior.

O conceito de marketing de guerrilha surgiu nos anos 70, mas só foi difundido uma década depois com a publicação do livro homônimo, do autor Jay Conrad Levinson. Para ele, a essência dessa estratégia é atingir metas convencionais (como lucro e satisfação do cliente) por meio de métodos não convencionais.

Descubra se esta estratégia custa caro

Na visão de Levinson, o maior investimento é em energia, não em dinheiro. É claro que isso dependerá muito do projeto, pois o orçamento pode ser pequeno, razoável ou grande. O mais importante é conseguir causar um impacto positivo nas pessoas e gerar comentários.

A Casa do Pão de Queijo, que tem um logotipo muito conhecido com a imagem de uma senhora de cabelos brancos, contratou um grupo de mulheres da terceira idade para promover a marca. Elas foram caracterizadas como a mulher que representa a identidade visual da empresa e posicionadas em diferentes pontos de venda.

A ação consistiu em distribuir cupons de desconto na compra de pães de queijo. Os resultados foram animadores: a marca foi promovida de uma maneira simpática e as vendas do produto aumentaram 30%. Sem contar que as vendas beneficiaram também outros mix de produtos. Uma ação simples, de baixo custo e muito eficaz.

Outra ação que não precisou de investimentos exorbitantes foi da Nestlé. A empresa montou um assento personalizado no meio de uma praça pública. O material do banco imitava a aparência de uma barra de chocolate parcialmente descascada. A embalagem mostra que se trata de Kit-Kat, um produto da Nestlé que combina wafer com chocolate.

Conheça 9 dicas para começar a praticar marketing de guerrilha

Defina claramente seus objetivos

O briefing do projeto deve ser bem elaborado para não causar impacto negativo na campanha. O objetivo é uma das principais informações, que deve ter um foco: aumentar o engajamento com a marca, gerar comentários nas redes sociais, lançar um novo produto, gerar tráfego para o site, entre outros.

Conheça o estilo de vida do seu público-alvo

Conhecer o seu público-alvo é uma das etapas mais importantes para o sucesso de qualquer estratégia de marketing, principalmente, do marketing de guerrilha. Dessa forma, é possível saber o que fazer para surpreendê-lo positivamente. Isso evita gafes e outras situações embaraçosas que prejudicam a comunicação da campanha.

Faça o público interagir com a marca

Uma forma de fazer com que a sua marca seja realmente lembrada é provocar uma interação maior com o consumidor. A tecnologia é uma grande aliada para isso. Promova engajamento nas redes sociais, crie enquetes, utilize QR Codes nos produtos para apresentar vídeos, dicas úteis, entre outros.

Tenha ideias inovadoras

A Colgate desenvolveu uma ação na Tailândia muito criativa para lembrar as crianças de escovar os dentes depois das refeições. Ao chupar um picolé, elas eram surpreendidas com o palito em forma de uma escova dental. O material continha o logotipo impresso da marca e a frase: “Não se esqueça”!

Seja pauta de boas notícias

Para aumentar o efeito boca a boca do marketing de guerrilha, o ideal é ser destaque em sites e jornais. Promova parcerias com blogueiros e jornalistas locais para fazer com que as suas ideias sejam registradas e perpetuadas.

Utilize mídias tradicionais e digitais

Muitas ações de marketing de guerrilha são feitas por meio de cartazes impressos, adesivos, outdoors e, claro, ideias extraordinárias. Além das mídias tradicionais, fortaleça a sua estratégia de marketing digital. Provoque a participação do seu público, seja ousado e crie conteúdos virais (que provoquem grande repercussão).

Replique os comentários

No Twitter, é possível replicar o comentário de alguém sempre que for conveniente para a empresa. Essa ação simples ajuda a aumentar a divulgação de uma campanha, pois quando um comentário é replicado, outras pessoas poderão ler o conteúdo e saber do que se trata aquele assunto.

Disfarce o tom de publicidade

Faça com que as suas campanhas não pareçam mera publicidade. Isso é possível se você levar em consideração a criatividade, o fator surpresa e o gênero humor, que podem ser explorados isoladamente ou em conjunto. Quanto mais original e espontâneo for o anúncio, mais despertará a curiosidade das pessoas.

Monitore os resultados

Fique atento aos instrumentos capazes de mensurar os resultados da sua estratégia. Avalie a reação das pessoas, o número de acessos ao site e redes sociais, número de curtidas e compartilhamentos, comentários, enfim, tudo que for importante para uma análise bem detalhada dos resultados.

Percebeu que o grande diferencial do marketing de guerrilha é a criatividade? Cada campanha é única, mas todas elas têm uma coisa em comum: é preciso colocar a identidade visual da marca em destaque, pois só assim os resultados serão alcançados.

Gostou de saber mais sobre marketing de guerrilha? Não deixe de ler também: Como preparar um bom plano de marketing!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *