No que investir para alavancar o negócio? Veja dicas para o início

Cada vez mais pessoas sonham em empreender e terem seus próprios negócios. Por mais que no Brasil as dificuldades para realizar esse sonho sejam muitas, não falta quem tenha a coragem de enfrentar esse desafio. E para ter sucesso é necessário saber contornar barreiras que vão da burocracia ao cenário econômico nem sempre favorável. Especialmente no início, quando é necessário inteligência e precisão para saber como investir para alavancar o negócio.

Saber como direcionar e distribuir investimentos nos primeiros anos de uma empresa é fundamental para sua sobrevivência. Segundo pesquisas recentes, cerca de 30% dos novos negócios fecham em apenas dois anos. Por isso, superar as dificuldades iniciais é uma das chaves para atingir o sucesso. Isso demanda visão estratégica e muito planejamento para saber como alocar recursos de modo a obter os melhores resultados e o máximo desempenho.

Confira a seguir algumas dicas que preparamos para ajudar você a alavancar sua empresa no início da operação.

Plano de negócio

No início é sempre assim: poucos recursos e muitas demandas de investimento. Porém, poucas coisas são mais importantes para o sucesso de uma empresa do que um plano de negócio bem estruturado e sólido.

Investir recursos na sua elaboração é uma decisão inteligente, pois quanto melhor for esse plano, mas fácil será tomar decisões nos primeiros anos do empreendimento. Isso porque um bom planejamento deverá incluir previsões de investimento, volume de crescimento e aumento de vendas e de produção.

Assim, ele servirá de guia, ajudando a decidir em quais áreas e em quais momentos aplicar recursos financeiros.

Planejamento estratégico

Saber aonde se quer chegar é fundamental para saber quais rumos tomar para chegar lá. Essa é uma das principais funções de um bom planejamento estratégico. E por isso sua elaboração deve também receber atenção especial.

Com esse direcionamento estratégico, fica mais fácil avaliar como investir no início. Ele ajuda a identificar quais fatores devem receber mais recursos para que o negócio atinja seu potencial e se mantenha no rumo de seus objetivos.

Em outras palavras, esse planejamento ajudará na alocação estratégica de recursos, tornando essa ação mais eficiente e focada nos resultados.

Mão de obra capacitada

Empresas são pessoas. São elas que transformarão o negócio em algo sólido. Por isso, é muito importante investir nelas. Encontrar colaboradores capacitados, engajados e competentes é um desafio enfrentado por todo tipo de empresa, sem distinção de porte ou área de atuação.

Investir no recrutamento, seleção e contratação das pessoas certas é algo que merece atenção e investimento. Se possível, contrate uma consultoria de RH competente. Caso não seja, aplique um bom tempo entrevistando candidatos para ter o máximo de certeza possível de reunir a melhor equipe possível.

Economize com inteligência

Atualmente, dependendo do tipo de negócio que se quer criar, há diversas formas e ferramentas capazes de ajudar no início de uma empresa com baixo custo. São maneiras inteligentes de economizar com fatores básicos, mas igualmente necessários para qualquer negócio. Veja alguns exemplos de economia inteligente.

Espaços compartilhados

A economia colaborativa é um formato de negócio em expansão e que oferece oportunidades para quem está começando a empreender. São espaços compartilhados nos quais é possível dispor de uma boa infraestrutura dividindo os custos com outros usuários.

Salas para abrigar equipes, espaços de coworking e lojas colaborativas são os principais exemplos. Neles, os empreendedores podem contar com salas, mesas, internet, telefonia, limpeza, segurança e outras facilidades cujo custo seria muito alto para um negócio iniciante bancar sozinho. É uma ótima forma de iniciar um negócio economizando na infraestrutura. Ao menos até o momento em que seja possível ter o próprio espaço.

Ferramentas digitais de baixo custo

Hoje a tecnologia oferece uma série de soluções em termos de ferramentas de gestão. Muitas delas a um custo bastante atraente e com perfil modular. Ou seja, você paga à medida que vai necessitando de novos módulos e funcionalidades.

Essa é uma boa estratégia de economia, pois você utiliza e paga apenas pelo que precisa.

Mesmo questões contábeis podem ser solucionadas por meio de serviços digitais de alta confiabilidade e eficiência. A própria Conube é um exemplo disso, pois oferece um serviço online de alta qualidade.

Investimento financeiro

Uma vez que o negócio esteja se consolidando, vão surgir novas necessidades de investimento financeiro. Este é sempre um momento delicado, pois será preciso dimensionar o total desse investimento, a forma de aplicá-lo e os resultados que devem ser alcançados por essa aplicação de recursos. Sem falar no desafio de conseguir um bom financiamento.

A regra de ouro para quando chegar esse momento é: planejamento. A melhor forma de aplicar recursos financeiros de modo inteligente é ter uma visão clara do momento do negócio e de qual deve ser sua próxima etapa de crescimento.

Dois passos são fundamentais:

  • Identificar os objetivos – é necessário ter claro o que se deseja atingir com o investimento, quais resultados ele deve trazer e em qual prazo. Em outras palavras, deve-se saber como esse investimento deverá obter retorno, seja pelo incremento de vendas, aumento da produtividade, desenvolvimento de novos produtos, aumento na participação de mercado, entre outros.
  • Dimensionar o volume do investimento – uma vez que os objetivos estejam claros, é possível avaliar do que é preciso para alcançá-los. A partir daí torna-se viável avaliar qual seria o investimento necessário e qual a melhor forma de aplicá-lo com inteligência e estratégia.

Um cuidado extra na hora de investir para alavancar o negócio

Quando se trata de negócios e estratégia, a paixão e o entusiasmo exagerado devem ser deixados de lado. Esse é um alerta importante porque é natural que um empreendedor queira muito ver seu negócio se desenvolvendo e ganhando musculatura. Porém, é preciso muito cuidado e planejamento para que o desejo e o entusiasmo não afetem a racionalidade das decisões.

É muito importante que as perspectivas de crescimento e de investimento da empresa sejam sempre baseadas em critérios bem avaliados e fundamentados. São esses critérios que devem guiar as decisões e todo planejamento. Por maior que seja o desejo e a vontade de ver sua empresa dando certo, os fatores racionais é que devem prevalecer na hora de tomar decisões de investimento.

Estabelecer princípios de como investir para alavancar o negócio é a melhor maneira de atingir os resultados esperados. Nesse processo, o planejamento se torna uma ferramenta indispensável. Assim, mesmo diante dos inúmeros desafios e barreiras que o empreendedorismo nacional precisa enfrentar para ter sucesso, o caminho para o crescimento e a consolidação do negócio poderá ser percorrido com o mínimo de sobressaltos e o máximo de resultados.

E você? Qual dica daria para alavancar uma empresa no início? Deixe seu comentário abaixo!

Se você quer mais dicas para melhorar o seu negócio, acesse Conube!

* Criada sob medida para quem quer abrir empresa ou quem já tem empresa aberta e quer praticidade e tranquilidade para o seu dia a dia, a Conube é um Escritório de Contabilidade Online que está transformando e facilitando a maneira com que os empreendedores lidam com a burocracia e os impostos no Brasil. Controle tudo pela internet de forma simples, rápida e intuitiva.