Quatro dicas para não ficar no vermelho

Não é fácil para uma empresa iniciante controlar os gastos, até porque nem todo mundo tem familiaridade com finanças. O problema é que quando esses gastos saem do controle, as empresas recorrem ao financiamento de emergência e acabam pagando juros muito altos.

Porém algumas iniciativas podem evitar que um descontrole nas finaças ameace a empresa. Veja algumas dicas.

 

 

 

Plano de Contas

Crie um plano e separe os gastos por área como, por exemplo, operacional, marketing, da folha de pagamento, papelaria e limpeza. Assim você saberá ao longo do ano quanto é o gasto de cada parte da empresa.

Após essa separação, divida essas despesas em duas categorias: fixas, referentes aos gastos ao longo do ano e variáveis. Assim, quando você precisar investir ou economizar saberá onde cortar custos sem comprometer o negócio.

 

 

Indicadores de desempenho

Outra tática para acompanhar o desenvolvimento da empresa é criar uma ferramenta de gestão, que são os indicadores de desempenho. Eles são divididos nas áreas estratégicas e operacionais.

Operacional: O empresário deve listar as atividades realizadas e a taxa de conversão, diariamente.

Estratégico: O empresário deve acompanhar dados mais amplos como as vendas totais, estoque, rotatividade da empresa e o nível de endividamento, por exemplo, uma vez ao mês.

Se o operacional detectar baixo fluxo de caixa em uma ou duas semanas, o estratégico deve ser avaliado para saber em que os dados afetam a empresa. Os problemas apresentados em ambos podem ser solucionados com auxílio do plano de contas, pois este vai indicar quais despesas podem ser cortadas sem afetar a saúde da empresa.

 

 

Controle do fluxo

O fluxo diz respeito às contas diárias da empresa e não é algo anormal ele fechar e negativo. Mas para que não haja desespero é preciso organizar os recebimentos futuros como cheques pré-datados e conciliá-los com os pagamentos que devem ser feitos no mês.

 

 

Empréstimos

Quando não há uma organização entre gastos e pagamentos, muitos empresários acabam recorrendo aos empréstimos. Porém as taxas de juros acabam aumentando os custos. Se a única solução for recorrer aos empréstimos, apresente seu plano de contas ao gerente.

Assim ele poderá sugerir o tipo de financiamento ideal para a sua empresa e uma linha com menos juros. O bom é prever a necessidade de um financiamento no plano de negócio sem implicar no desenvolvimento da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *