Retratos datilografados

Pensando em dissertar a moda antiga, na época que fazia faculdade, a inglesa Keira Rathbone decidiu ir a um bazar e comprar uma maquina de escrever. Sem ideia para redigir, descobriu uma forma peculiar para a utilização do aparelho. Datilografando letras, números e caracteres Keira começou a cria diversas artes, bem parecidas com as que costumamos ver na web. Porém a criação na máquina de escrever certamente deve dar um pouco mais de trabalho. Enjoy 😉