Top Designer – ZéAndrade.CT

 

 

 

 

 

 

 

[abaixo]

Nome: José R Andrade Jr
Cidade: Curitiba
Estado: PR
Apelido no WDL: ZéAndrade.CT
Projetos: 420
Vitórias: 25

Resuma-se em uma frase: “Simplicidade, simpatia e bom humor”.

 

 

We do Logos – Como você começou no design?

Zé Andrade – Gosto muito de artes gráficas, especialmente de cartunismo, tipografia e identidade visual. Meu pai sempre trabalhou com vendas, e desde moleque sobrava para mim ajudá-lo a bolar cartazes, folders e cartões. Meu primeiro e mais antigo cliente.
Apesar de ter começado um curso de Publicidade e feito cursos livres de desenho; por força da vida acabei caindo no mundo da tecnologia, sendo toda minha formação nesta área, em que trabalho há mais de 10 anos.
Utilizo as habilidades gráficas para trabalhos complementares e também como diferencial, em um mercado em que muita gente se vira na frente de uma tela preta com letras brancas. Ah, também tive a oportunidade de participar de concursos de criação de logos, vencendo alguns.
Tenho como meta pessoal me aprofundar em design de interação, que julgo ser o ponto de encontro da tecnologia com o design. Logo, estou buscando algumas alternativas de estudo nesta área para o próximo ano.

 

 

WDL – Onde você busca inspiração?

Zé – A minha fórmula (e talvez de várias pessoas) para inspiração envolve outras duas palavras: observação e motivação.

Observação: Estar sempre atento ao mundo à sua volta, pois constantemente somos bombardeados por imagens, sons, cores, movimentos, etc. Tudo isto vira combustível. Boas referências como livros, revistas, filmes, desenhos, são fundamentais.

Motivação: É quando você olha para um desafio e sente um impulso a resolvê-lo. É você querer muito participar daquilo. Isto te faz buscar uma solução, uma saída. Isso te ajuda a não desistir, te ajudar a superar as limitações. Mesmo com boas ideias, sem motivação, o resultado e a continuidade de um projeto estarão comprometidos.

 

 

 

WDL – O que levou você ao We do Logos?

Zé – A dica de um colega que, ao ler uma matéria sobre a We do Logos num portal de notícias, me indicou o site. No princípio pensava que se tratava de um concurso para um logotipo. Depois entendi que tratava-se de um portal de concorrência criativa. Sabendo que poderia aprimorar meus conhecimentos com possibilidade de ganho financeiro, foi juntar a fome com a vontade de comer.

 

 

WDL – O Que os designers devem fazer para ter sucesso no We do Logos?

Zé – Ah, é só seguir “Os 5 princípios do Designer Samurai” (muitas destas dicas já foram ditas por outros colegas entrevistados pela WDL).

 

* Honra: Se você quer ter sucesso no We do Logos, respeite os outros competidores e os clientes, mesmo que eles não te respeitem. Não tome nenhuma atitude que prejudique alguém. Siga as regras, não trapaceie, respeite a criação dos outros, reconheça seus erros, pois vencer através de atalhos é ilusão e irresponsabilidade. Mesmo que pareça informal, o ambiente é profissional. Antes perder uma concorrência para uma boa ideia do que se perder em más ideias.

 

* Fé: Acredite nas suas ideias. Elas poderão sempre ser aprimoradas, retrabalhadas, até alcançar a satisfação do cliente. Mesmo que você não vença uma concorrência, não quer dizer que sua arte era ruim, apenas não foi a escolhida. Continue tentando.

 

* Coragem: Num ambiente de competição, utilize os recursos que estão à sua disposição para fazer valer a justiça e manter o equilíbrio. Não aceite as irregularidades passivamente, ser conivente com o que está errado prejudica a todos. Faça a sua parte.

 

* Humildade: Você não sabe tudo, e sua arte não é a melhor do mundo. Sempre existe uma arte para cada projeto, nem sempre a mais bela, a mais sofisticada, é a que vencerá. Não tenha vergonha nem raiva de perder, isto faz parte do processo. Busque a opinião valorosa dos colegas, reconheça suas limitações, e encare as derrotas como uma oportunidade de crescimento. Estude sempre, tanto a técnica como os fundamentos.

 

* Paciência: Procure entender a necessidade do cliente, orientá-lo, mesmo que isto não te traga a vitória no projeto. Valorize a comunicação quando estabelecida. Mesmo que e o retorno e a conclusão demorem, se acontecerem, valerão a pena. Se um projeto te esgotar sem retorno, se desvincule dele, recupere-se e concentre-se em novos desafios.

 

 

WDL – O que você mais gosta em ser designer?

Zé – Ainda falta muito para que eu possa me considerar um designer, mas um privilégio muito significativo para mim nesta atividade, é poder comunicar através de uma imagem. Conseguir transmitir bem uma mensagem através de um logo é quase como fazer mágica.

 

 

WDL – Quais são os 5 projetos criados por você no We do Logos que o resultado mais lhe agradou?
1. Cursor

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[abaixo]

 

2. Brincando com Crianças

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[abaixo]
3. Tamanduá Digital

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[abaixo]
4. Mata Tropical

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[abaixo]

5. Estratégia Concursos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[abaixo]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *