Você sabe qual a plataforma ideal para a sua loja virtual?

A plataforma de loja virtual ideal é uma das bases que sustentará o seu e-commerce. É por meio dela que o usuário terá acesso ao seu negócio, fará pesquisas de produtos e serviços, compras e pagamentos. Você também usará essa plataforma para administrar o seu empreendimento virtual.

O grande número de modelos de plataforma atualmente disponível pode gerar dúvidas sobre qual seria a melhor opção. Pode-se dizer que a melhor plataforma é aquela que apresenta a relação entre custo e benefício mais vantajosa, pois cada uma poderá adequar-se a uma necessidade diferente.

Continue acompanhando este post para conferir os tipos existentes e descobrir aquele que melhor se enquadra ao modelo e à situação financeira do seu negócio.

Que modelos de plataforma de loja virtual usar?

Aluguel de licença

Esse é considerado um dos tipos mais comuns e funciona da seguinte forma: a empresa desenvolve uma plataforma padrão e comercializa a licença de uso com a cobrança de uma taxa referente à instalação (ou set-up), além de uma mensalidade, que normalmente está vinculada ao tráfego da loja.

Venda de licença de uso

Essa modalidade é semelhante ao aluguel de licença, mas sem mensalidade. Nesse modelo, o código-fonte pertence à empresa que desenvolveu a sua plataforma e qualquer ajuste que você quiser realizar terá de ser feito por essa mesma empresa.

Caso você compre o código-fonte, será possível que qualquer empresa ou profissional capacitado na tecnologia desenvolvida realize ajustes na plataforma.

Código aberto

O código aberto pode estar disponível a custo zero na internet e dá direito à posse do código-fonte. Porém, você terá que contratar uma empresa especializada na plataforma de loja virtual de código aberto.

Haverá variação de investimento para quaisquer desses modelos, que pode ou não estar relacionada à qualidade dos serviços que são oferecidos.

O que pode pesar na hora de escolher a plataforma ideal?

Alguns fatores devem ser levados em conta para auxiliar na sua tomada de decisão entre os modelos citados. Vamos analisar alguns deles abaixo:

O custo envolvido

A verba destinada ao marketing digital deve ser algo definido em seu projeto; portanto, o custo da plataforma é um fator importantíssimo para ser pensado a respeito.

Às vezes, é melhor iniciar com uma plataforma que seja mais simples, eficaz, de custo menor e que atenda às suas necessidades, para depois mudar para plataformas mais complexas. É preciso organizar bem os valores referentes ao investimento de seu projeto.

A fase em que a loja se encontra

Diretamente ligado ao custo, é válido observar em que momento está sua loja virtual. Se o negócio está começando e ainda não é rentável, essa seria a primeira fase do seu e-commerce no mercado. Então, é interessante dar preferência a plataformas mais simples e intuitivas para o consumidor. Possivelmente, essas opções também serão mais em conta.

À medida que a loja virtual for se desenvolvendo, haverá novas opções de plataforma, mais eficientes e adequadas à etapa em que o negócio se encontrar.

As funcionalidades apresentadas

Não contrate uma plataforma de loja virtual sem antes navegar nela. Visite sites de outras empresas que utilizem o mesmo ambiente, simule compras, veja a funcionalidade dos campos de busca dentro da loja, explore suas opções para melhor avaliá-las.

Se possível, solicite um período de experiência para que possa acessar o painel de controle da plataforma. Assim, você saberá detalhes importantes, como de que modo é feito o cadastro de produtos. Liste os itens observados, a fim de identificar as vantagens para a sua loja e a adequação a seus objetivos corporativos.

O posicionamento proporcionado

Quando uma loja virtual começa no mercado, sua visitação ainda é baixa. Por isso, é válido informar-se se a plataforma possui funcionalidades que permitem à loja um melhor posicionamento nos sites de busca (SEO). Por exemplo: se há o cadastro de meta-tags e meta-keywords (palavras-chave).

O cliente precisa encontrar sua loja facilmente na internet para que ela cresça.

Segurança e suporte

As transações via internet usualmente são questionadas pelos consumidores. É preciso estar atento a isso, evidenciando a segurança aplicada na plataforma.

Outro ponto importante é a qualidade do suporte: é imperativo que a plataforma seja estável para que sua loja não acabe ficando offline e, assim, você perca clientes.

A manutenção de plataformas não é algo simples: é preciso encontrar bom atendimento e passar credibilidade aos clientes.

As taxas cobradas

Fique de olho no que é oferecido pela plataforma de loja virtual e se os serviços estão ou não dentro do pacote de pagamento, além da existência ou não de taxas cobradas além do ajustado no início.

Às vezes, as plataformas anunciam maravilhas, que acabam sendo abrangidas com valores abusivos na transação de venda.

O uso de um servidor próprio

Se você considera a customização da loja um dos fatores mais importantes e também deseja inserir botões específicos, cores e tudo da forma como achar melhor, a opção de um servidor próprio pode ser uma vantagem para você. Alguns modelos de plataforma expõem limites de customização, enquanto que outros softwares oferecem maior independência, alto nível de personalização e controle amplo das soluções on-line.

É comum que itens altamente personalizados venham acompanhadas de um custo mais elevado. Então, é importante verificar se será algo rentável para o seu e-commerce, de forma efetiva. E será preciso algum conhecimento de tecnologia, ou terá de contratar alguém responsável pela manutenção, visto que o seu tempo é precioso, como gestor, para se dedicar a esse aprendizado.

Se sua loja está na primeira fase, talvez seja melhor guardar essa opção para o futuro.

Onde os concorrentes estão

Antes de escolher a plataforma, tenha em mente a qualidade do serviço da empresa que a desenvolverá e o nível de customização permitido. Uma dica é pesquisar em quais delas seus concorrentes estão se posicionando. Não se esqueça do público-alvo e de outros itens que sustentam o seu negócio, como: logística, atendimento, marketing e produto.

Os especialistas sugerem que o investimento realizado não ultrapasse mais de 25% do total da verba disponível para todo o projeto na plataforma.

Não importa a plataforma de loja virtual escolhida: não é o modelo mais popular que será necessariamente o ideal para você e seu negócio. O importante é o êxito e a funcionalidade da sua loja, e isso vai além dessa escolha. É sempre bom oferecer ao seu cliente uma boa experiência de compra, pois isso pode trazê-lo de volta e fidelizá-lo. Conteúdo, bom atendimento e credibilidade podem ser o seu diferencial competitivo no mercado!

Agora você já consegue pensar na melhor escolha para o seu e-commerce? Então compartilhe este texto em suas redes sociais e ajude mais pessoas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *