Como criar logotipo criativo em 8 passos

Criar logotipo é uma das tarefas mais desafiadoras para um designer. E uma das mais importantes para a empresa que encomenda este trabalho. Afinal, o logotipo deve reunir de forma atraente uma série de elementos que simbolizem o posicionamento da marca nos corações e mentes dos consumidores.

E esta tarefa não é fácil! Como criar logotipo pode levar ao público final, sem falar em outros stakeholders, como empregados, investidores e órgãos públicos, uma mensagem tão complexa?

A peça deve ter todo um poder de síntese, mas sem deixar de entregar as muitas nuances do posicionamento e sem excluir nenhum dos públicos.

Para auxiliar profissionais de comunicação e marketing, designers e criativos, fizemos um esquema do passo a passo para criar logotipo. É claro que se trata apenas de um roteiro sugerido, pois cada trabalho criativo terá suas particularidades, mas temos certeza de que será útil para muitos dos envolvidos na tarefa de criar logotipo.

Veja também: 10 dicas importantes para a identidade visual da sua marca

Passo a passo para criar logotipo

Passo 1: Lendo o Briefing

Aqui já aparece uma questão importante: existe um briefing? Isto é: um documento formal onde consta exatamente o que deve ser feito, datas de entrega, perfil do público alvo, posicionamento da empresa, preços do produto (se for o caso), cores que a empresa usa, logotipos anteriores (se houver), outros logotipos usados pela empresa, tipos de arquivo ou materiais físicos que devem ser entregues, manual da marca etc.

E isto é só um pincelada do que deve conter um briefing para criar logotipo.

De qualquer forma, este documento deve ser lido atentamente para que o designer se certifique de que entendeu tudo o que precisa ser feito corretamente. E deve fazer novas perguntas, caso necessite de mais informações.

Para sermos mais assertivos, vamos dar um passo atrás:

Passo 0: Certificar-se que existe um briefing completo do cliente

A responsabilidade está com ele, por isso, não vamos detalhar como se faz um briefing, ok?

Saiba mais: Importância do briefing para trabalhos de design 

Passo 2: Estudando o mercado

Tudo bem que o briefing já deveria ter passado boa parte disso, mas o que estamos fazendo aqui, na verdade, é abrindo a mente, acostumando nosso cérebro às simbologias, termos, cores e táticas que o seguimento usa para criar logotipo deste ramo de empresa ou produto.

Conforme esse trabalho flui, a criatividade vai construindo pontes, traçando caminhos que, com o tempo, vão gerando ideias.

quanto-custa-um-logo

Passo 3: Procurando referências

Não se deve confundir o trabalho anterior com este. Depois de ver as tendências do mercado, agora o designer vai pesquisar logotipos que atendam a esses caminhos, dando ainda mais forma as ideias para criar logotipo para este job.

E essas referências não precisam ser mais deste mesmo segmento. Por exemplo: foi notado que usam muito folhas e a cor verde. Podemos buscar referências disso em qualquer tipo de indústria, não necessariamente uma relacionada ao produto ou empresa. E, na verdade, é até bom que as coisas não sejam muito parecidas com as usadas pelos concorrentes.

Atenção: a busca de referências não pode ser plágio ou cópia. Muitas vezes serve de alerta exatamente para indicar que caminhos NÃO SEGUIR!

Passo 4: Achando a ideia conceito

Neste ponto muitos falam em brainstorming. Mas esta técnica criativa demanda um grupo… por isso, se não houver outras pessoas envolvidas para discutir e somar opiniões sem barrar ideias etc, não tem como fazer brainstorming.

Este é o momento do ócio criativo, quando o profissional busca uma ideia conceito que delineará todo raciocínio da peça. Aqui começa a parte mais divertida do trabalho de criar logotipo, traçando rabiscos nos papéis ou com a tela do computador aberta na frente do designer, que vai juntado elementos até se convencer de que achou a trilha certa.

Relatos de pessoas criativas afirmam que as melhores ideias surgem durante o banho ou enquanto dormimos…

Passo 5: Com ou sem nome da empresa?

Criar logotipo só com um símbolo ou integrar o nome da empresa nele? Dúvida cruel… A melhor opção é fazer as duas coisas, ver como fica, testar.

Outra saída é quando o logotipo criado se restringe ao próprio nome da empresa escrito de forma criativa, numa tipografia especial, como é o caso do Google e da Coca-cola.

Mas, aí, vamos para o passo seguinte…

Passo 6: Qual tipografia usar

Aqui está uma parte importante do trabalho de criar logotipo. E diversos sites na internet vão te ajudar a encontrar tipografias e, em muitos casos, baixar gratuitamente, sem problemas. As vezes é preciso comprar.

A dica aqui é transparecer o posicionamento. Letras estreitas e de traços finos geralmente significam leveza e elegância, letras bold dão ideia de solidez, letras com serifas são mais clássicas e conservadoras, letras inclinadas podem sugerir movimento e velocidade. O designer deve testar e experimentar até achar a solução

Veja isto: Como escolher a tipografia ideal para seu projeto?

Passo 7: Escolhendo as cores

É, muitas vezes a empresa já tem uma paleta de cores definida, mas em muitas casos isso vai fazer parte do trabalho de criar logotipo.

Normalmente preto e prata transmitem sofisticação, vermelho é para energia, verde para ecologia, laranja dá fome, amarelo pode ser riqueza, azul é muito usado em limpeza, cores pastel são mais femininas, cores fortes e metálicas mais masculinas etc. Mas tudo isso não pode ser levado ao pé da letra. Lembre-se: ideias pré-concebidas inibem sua criatividade!

Passo 8: Integrando os elementos

Agora chegou a hora de compor um conjunto, acertar as proporções e integrar a ideia em um conceito harmônico. É bom, além de uma prancha só com o logotipo, montar exemplos com ele aplicado em diversas peças e mídias, como cartões de visita, folhetos, anúncios, camisetas, canetas etc.

Confira: Qual o significado de logo e logotipo? E logomarca, existe?

Uma maneira rápida e eficiente para empresas conseguirem criar logótipo eficiente é por meio de nossa plataforma criativa, We Do LogosDesigners profissionais se cadastram nela e aguardam um pedido de criação por parte de um cliente. Assim que recebem seus pedidos, os criativos enviam sua propostas no prazo indicado e o cliente escolhe e paga por aquela que mais gostou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *