5 Dicas de gestão financeira para Freelancers

Trabalhar a hora que quiser, escolher os jobs que vai pegar, montar seu próprio escritório em casa  e ao mesmo tempo ter a liberdade de trabalhar de onde quiser (caso queira viajar) são algumas das vantagens de ser um freelancer. Mas nem tudo é flores, um dos grandes questionamentos que esses profissionais enfrentam é como gerir a vida financeira de um freelancer?

Calma, tem jeito de fazer tudo isso e ganhar dinheiro! Separamos 5 dicas tops de gestão financeira para freelancers, para você não deixar a peteca cair.

1. Guarde 10% do que você ganha

A primeira dica é essencial para que você consiga ter uma vida de financeira saudável como freelancer. Guardar uma parte do que você ganha, te garante poder ter tranquilidade em momentos de apertos ou que a economia não está lá tão boa. Se pra você é difícil guardar dinheiro, uma dica boa é criar uma Conta Poupança em um banco diferente do que você usa a conta corrente e só depositar lá, e esquecer… Pode acreditar que uma hora ou outra a gente precisa de um dinheirinho extra.

2. Calcule o quanto você quer ganhar por mês

Existe uma conta muito fácil de fazer para saber quantos clientes você tem que fechar para ter a renda que deseja. Primeiro você pensa no macro, quanto você quer ter de renda mensal, por exemplo R$5.000, desse ponto você estipula quantas horas diárias você quer trabalhar, vamos colocar 8 horas por dia, um mês tem em média 22 dias que dão 176 horas. E aí, é só dividir o valor da renda pelo o número de horas no mês: 5000/176 = R$30 a hora. Dessa forma, se você leva 4 horas para fazer um logo, você pode cobrar R$240 no valor final. Fácil né? Dessa forma você consegue se planejar e entregar o que o seu cliente precisa.

3. Invista pelo menos 5% do que você ganha

Como profissional autônomo, você precisa garantir sua aposentadoria e o que você irá construir na sua vida. Por isso, nossa dica é que você invista pelo menos 5% do que você ganha em imóveis ou fundos de investimentos. A longo prazo com certeza será uma ótima opção para garantir uma vida tranquila como freelancer.

4. Utilize ferramentas para acompanhar seu fluxo financeiro e estar regularizado

Acompanhar o que você está ganhando e como está gastando ou investindo seu dinheiro também é essencial na gestão financeira de freelancers. Além de claro, manter-se em dia com o Governo. Mesmo sendo freelancer, como um profissional autônomo você tem que emitir nota fiscal em cima de tudo que você vende, já que está recebendo dinheiro pelo serviço, certo? Nós temos uma parceria muito legal com a Contabilizei, uma plataforma online que facilita a Contabilidade do seu negócio. E o melhor freelancer We Do Logos tem 3 meses grátis para usar (só é necessário pagar o primeiro para ativação) e depois você ganha mais três de crédito. Ótimo né? Entra lá e conte com eles para organizar sua vida Contábil.

5. Invista em si

Sim, a vida não é só trabalho e você não pode viver só disso. Separe um pouco da grana para fazer um bom curso, viajar ou até mesmo comprar aquele computador novo que você está sonhando! Isso tudo também ajuda muito na sua produtividade e com certeza na sua vida financeira.

E aí, o que achou das nossas dicas? Conta pra gente como você organiza sua vida financeira!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *