Quer empreender? Conheça o funil de ideias para um novo negócio

A atual crise econômica no Brasil e o aumento do desemprego fez crescer o número de novos empreendimentos no país. Dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostram que mais de 11 milhões de empresas foram criadas nos últimos quatro anos.

Porém, muitas empresas acabam encerrando suas atividades antes mesmo de completar três anos. Especialistas acreditam que o maior desafio daqueles que querem empreender é encontrar uma ideia inovadora capaz de garantir sua longevidade no mercado.

Por isso é preciso saber elaborar um funil de ideias para um novo negócio e encontrar aquela que fará a sua empresa se destacar no mercado.

Dicas de marketing

Saiba mais: Por que fazer um planejamento estratégico na sua empresa?

O que é funil de ideias?

O funil de ideias é uma ferramenta utilizada para selecionar uma ideia que seja viável e eficiente ao mesmo tempo. No caso de criação de um novo negócio, esse funil é muito útil para aqueles que ainda não sabem em quê investir.

Com o funil para ideias é possível organizar seus pensamentos e estabelecer critérios de escolha a respeito de qual rumo seguir.

A definição de uma ideia empreendedora é feita por meio de duas abordagens. A primeira está ligada à experiência pessoal, enquanto a segundo parte da observação de mercado. Mas veremos isso mais a frente.

Veja também: Porque uma consultoria de planejamento estratégico pode revolucionar seu negócio

Qual a importância do funil de ideias para um novo negócio?

Ter conhecimento sobre aquilo em que se investe é fundamental. Se você apostar em uma ideia sem antes analisar se ela tem de fato potencial de sucesso, seu negócio pode se tornar mais um daqueles que fecham as portas logo no início. Fazer uma boa pesquisa de marketing podem ajudar muito!

Dessa forma, saber elaborar um funil de ideias para um novo negócio é um passo fundamental para quem deseja empreender. Por exemplo, abrir um bar em uma região onde já existam muitos bares pode não ser uma boa ideia. Ou se você não tem experiência no mercado de bares, talvez seja melhor olhar para outro segmento.

O funil é uma maneira de traçar cenários com cautela para evitar fracassos e prejuízos.

Veja mais: Planeje uma apresentação da empresa perfeita para conquistar investidores

Como o funil de ideias para um novo negócio funciona na prática?

Agora que você já sabe o que é e como o funil de ideias para um novo negócio é importante, que tal descobrir como ele funciona na prática?

Ser criativo e inovar é estar sempre à frente de seus concorrentes. Mas encontrar aquela ideia que colocará o seu negócio em destaque não é nada fácil. Por isso, um bom funil de ideias precisa considerar aspectos relacionados a sua experiência pessoal e às demandas do mercado.

Aspectos baseados em vivências pessoais

Quem você é?

Elenque os seus interesses, sua formação acadêmica, suas experiências profissionais, etc. Isso indicará qual é o seu perfil de negócio.

O que você sabe fazer?

Faça uma lista contendo as suas habilidades e conhecimentos. A partir disso, comece a definir ideias para o seu negócio. Mas coloque apenas atividades que você sabe desempenhar. Por exemplo: se você sabe cozinhar, abrir um pequeno restaurante pode ser uma boa ideia.

Quem você conhece?

Esse é o famoso networking: professores, colegas, empresas, entidades, etc. Recorrer a sua lista de contatos ajudará na prospecção dos seus primeiros clientes.

Aspectos baseados no mercado

Tendências e oportunidades de mercado

  • Quais caminhos o mercado empreendedor tem seguido ultimamente?
  • Identifique nichos que ainda não foram explorados;
  • Anote ideias que deram certo em outro local e que poderiam ser adaptadas a sua realidade;
  • Investigue insatisfações de clientes com algum produto ou serviço. O que você pode fazer para atender melhor esse público?
  • Pesquise sobre áreas que tendem a crescer.

Quais ideias apresentam compatibilidade com seu perfil?

  • A partir do que foi identificado como tendências e oportunidades de mercado, escolha as ideias que mais te motivariam.
  • Classifique essas ideias em ordem de interesse.

Há mercado para essa ideia?

  • Avalie quem seriam os seus potenciais clientes.
  • Quem seriam seus concorrentes diretos?
  • Como o mercado para a sua ideia evoluirá a médio e longo prazo?
  • Por que haveria mercado para a sua ideia?

Encontrar uma boa ideia para começar uma empresa não é fácil. Mas essa tarefa ficou menos complicada agora que você conhece o funil de ideias para um novo negócio, não é mesmo?

Seja qual for a sua escolha, opte por fazer aquilo que você goste e que te motive a continuar fazendo!

Confira: Quero montar meu próprio negócio, e agora?

We Do Logos