UX Design: o que é e como introduzir na sua empresa

UX Design: o que é e como introduzir na sua empresa

UX é a sigla que abrevia o termo User Experience – que, em português, significa Experiência do Usuário. A expressão UX Design, que não é nova, ganhou popularidade e foi ressignificada nos últimos tempos devido ao amplo desenvolvimento de tecnologias, assim como a rápida expansão da internet, que amplia os locais de oferta para empresas e marcas.

De forma objetiva, UX Design  tem como propósito criar uma experiência única e de alto nível para usuários de determinado produto ou serviço. Se trata, na verdade, de pensar na concepção desses serviços e produtos com a finalidade de entregar algo que as pessoas gostem de usar. Pode parecer uma etapa óbvia no desenvolvimento de um projeto, mas é recorrente encontrarmos por aí empresas que não levam a experiência do usuário a sério.

Entender as necessidades e desejos do usuário é essencial para desenvolver serviços que gerem altos níveis de satisfação. Esses insights são importantes para as tomadas de decisão sobre a concepção do produto ou serviço. Como usuários querem acessá-lo? Como eles poderão acessá-lo? A diferença na resposta entre essas duas perguntas é o que move o trabalho de quem é responsável pela UX. São muitos os pontos de um produto e serviço que influenciam na experiência do usuário, mas o principal deles é a interface – por isso a experiência é aliada ao design.

Mas quais são os benefícios de se preocupar com a experiência do usuário? Como já ressaltado, é ela que influencia diretamente nos níveis de satisfação do cliente. Se o seu produto ou serviço impacta alguém de forma positiva, é possível que você fidelize essa pessoas e que ela vire um embaixador da sua marca, recomendando a experiência para outras pessoas. De forma orgânica, você acaba por aumentar o valor do seus produtos e, consequentemente, da sua empresa.

Para colocar o UX Design em prática, é preciso saber usar as ferramentas certas e dominar os processos de trabalho que guiam equipes centradas no usuário. Apesar de parecer apenas um cuidado que os gerentes de produto precisam ter, o trabalho de experiência do usuário é bem estruturado e complexo. Para realizá-lo, é preciso conhecer as estratégias e técnicas que tratam de geração de ideias, planejamento, desenho, validação e pesquisa, métricas e lançamento de um produto viável mínimo.

Além disso, é essencial que o profissional que guie essa função saiba trabalhar com métricas de sucesso. Afinal, é preciso avaliar e monitorar a reação dos usuários que consomem o serviço ou produto quando ele estiver disponível para consumo. Uma das métricas mais importantes para coletar e avaliar essas reações é conhecida como HEART: Happiness (Felicidade), Engagement (Engajamento), Adoption (Adoção), Retention (Retenção) e Task Success (Sucesso das Tarefas). Cada uma dessas etapas consolida informações importantes sobre a experiência do usuário e servem como insights para aprimorar o serviço ou produto oferecido a eles.

Ficou interessado no conceito e quer aprender mais sobre ele? Todos as definições e processos citados acima são explicados com profundidade no curso UX Design & Design Thinking: Experiência do Usuário nos negócios.

Além do conteúdo fundamental, no curso você também aprende sobre a filosofia do Lean UX, que junta os principais conceitos de Lean Startup, Design Thinking e Desenvolvimento ágil, para acelerar os seus projetos. A tática foca no problema dos usuários do produto, absorve as informações importantes do mercado e responde com agilidade às suas necessidades.

É um curso essencial para quem se manter atualizado para o mercado de trabalho e para quem quer se inspirar e levar inovação para o trabalho do dia a dia. Não perca essa oportunidade: saiba como entregar o melhor produto para o seu cliente através de UX Design e alavanque os resultados do seu negócio!