Mascotes para logo: Como empresas se destacam!

Imagem-Empresas-com-mascotes-WeDoLogos

Não são muitas empresas que acreditam no valor que um mascote pode agregar a sua marca.

O principal motivo para não utilizarem um mascote é o medo de parecerem infantis e até mesmo dispersos, sem compromisso com o trabalho. Muitos empreendedores procuram manter o papel de ‘pessoa séria’ frente às suas empresas e buscam utilizar uma linguagem mais rebuscada, e certa formalidade, acreditando que isso trará ao negócio a segurança necessária para ter novos clientes.

Mas o que eles esquecem de pensar é que um mascote quando bem trabalhado, pode contribuir para aumentar as vendas, fortalecer a marca, auxiliar nas campanhas publicitárias e dar mais credibilidade ao negócio.

3 motivos para criar um mascote para sua empresa

1- Fortalecer a imagem

Primeiramente, marcas relacionam-se com pessoas e pessoas têm necessidades, desejos e preferências. Toda empresa tem uma imagem a ser zelada e que vai além dos elementos visuais, perpassa pela linguagem que utiliza no atendimento com o cliente, o posicionamento em relação a alguma situação, e até mesmo tem relação com o perfil das pessoas que são contratadas para trabalhar na equipe. Quando a empresa sabe exatamente quem é o seu público, quais as suas necessidades e a forma como ele gostaria de ser tratado, por que não criar uma mascote que consiga traduzir tudo que o cliente espera encontrar com o seu serviço ou produto?

2 – Deixar claro o posicionamento

A partir do entendimento da necessidade do negócio, criar um mascote auxilia no reconhecimento da empresa e na definição do espaço ocupado diante do mercado. Desse modo, o negócio conseguirá alavancar suas vendas e se posicionar, no mercado, de uma maneira em que novas portas se abrirão.

3 – Estratégia de diferenciação

Criar um mascote pode auxiliar na diferenciação da empresa e fortalecer uma ligação mais íntima com o cliente. Afinal, com o bombardeio de comunicação que sofremos no dia-a-dia, estabelecer empatia com um mascote é uma forma de ter um contato mais próximo com seu cliente e ser lembrado em meio aos seus concorrentes.

Faz sentido para minha empresa ter um mascote para logo?

Se você tiver um negócio voltado para segmentos que pedem seriedade, então, provavelmente ter um mascote não seja tão fácil. Ainda assim, é possível, desde que a estratégia esteja bem alinhada aos desejos e necessidades do seu público.

Um mascote para logo faz com que a marca se conecte melhor com seu cliente. Por isso, ter um personagem animado representando a empresa, pode ser bem positivo, como foi nos casos da Magazine Luiza com a “Lu”, com a “Nat”, da Natura e em vários outros.

Os mascotes humanizam, ou seja, dão uma ‘cara’ para sua empresa e isso permite uma melhor aproximação com o público.

Confira alguns casos de sucesso de empresas que investiram em mascotes para logo e alcançaram outro patamar por conta disso:

Michelin (Bibendum)

Imagem-Mascote-Michelin-WeDoLogos

O mascote ‘Bibendum’ da Michelin vem ao encontro do que colocamos acima. Pneu é um assunto sério e seu mau uso pode acarretar graves riscos. Mesmo diante de um assunto tão importante, que é a segurança, a estratégia da Michelin em utilizar um mascote foi inusitada e muito acertada!


Criado em 1894 com a missão de humanizar, aconselhar os motoristas com boas práticas de trânsito e até mesmo divertir, o mascote mudou o comportamento do marketing do segmento de pneus – que na época fazia poucos investimentos. A empresa teve um ‘boom’ nas vendas, após o lançamento, e o mascote ficou muito conhecido pelo mundo afora.


Além disso, vale ressaltar que quase 130 anos depois o mascote ‘Bibendum’ continua sendo utilizado e reconhecido como o grande símbolo da Michelin.

Natura (Nat Natura)

Imagem-Mascote-Nat-Natura-WeDoLogos

A Nat é a assistente virtual da Natura, a criação deste mascote teve como objetivo reduzir em 30% os atendimentos feitos via central telefônica, sem contar que a assistente está disponível 24h por dia, 7 dias por semana.

Em 2018, ocorreu o planejamento e desenvolvimento do mascote. Vale destacar que, através de pesquisas realizadas pelo departamento de marketing da própria Natura junto aos seus colaboradores e clientes, foram definidas as características físicas e psicológicas para que o personagem fosse inclusivo, com atitudes e linguagem acolhedora, de maneira que demonstrasse exatamente os valores da marca.

Magazine Luiza (Lu)

A Lu é o grande case de sucesso da Maganize Luiza, criada em 2003. Ademais, é pioneira na humanização de atendente virtual.

A personagem, criada com o objetivo de humanizar o atendimento ao cliente na plataforma, caiu na graça do povo e possui excelente popularidade nas redes sociais.


Em 2020, durante a pandemia, a empresa começou a produzir conteúdos para o TikTok, onde Lu aparece dançando sozinha até mesmo com outras personalidades reais da rede social.

Essa é a verdadeira maneira de usufruir  de um personagem. E os resultados avançam o meio social. Nos últimos 5 anos, o Magazine Luiza valorizou em uma porcentagem superior a 1000% e se tornou uma das principais plataformas de e-commerce no país.

Sucrilhos Kellogg’s (Tigre Tony)

Imagem-Tony-Sucrilhos-WeDoLogos

O tigre Tony da marca Sucrilhos Kellogg’s faz analogia a força e a saúde. O carismático personagem no seu discurso, sempre encoraja as crianças e os adultos a praticarem esportes. Esse é um excelente exemplo de mascote que deu certo e faz parte da infância de muitas pessoas, afinal, há 50 anos ele está presente na mesa do café da manhã de muitos lares. E é claro, assim como qualquer marca, ele em alguns momentos da sua vida precisou ser repaginado. Atualmente, está com traços mais humanos, mais musculoso, mas continua com a sua bandana vermelha no pescoço, que se tornou um adereço permanente do mascote.

Confira alguns mascotes para logo criados na We Do Logos:

Imagem-Mascotes-Criados-pela-WeDoLogos

Por fim, saiba mais sobre a We Do Logos:

BannerCTAInstitucional-WeDoLogos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *