SIMEI: O que é e quais suas vantagens?

Pretende abrir um negócio e não sabe por onde começar? O SIMEI pode ser a solução para a formalização da sua empresa

Para empreender é necessário ter à vontade, persistir e montar um bom plano de negócio.

Quando falamos em abrir o próprio negócio, o principal impedimento são os tributos. Sabemos que existem gastos para abrir uma nova empresa, nesse caso, quanto menos gastar melhor.

Existem formas capazes de reduzir esses tributos utilizando o SIMEI.

O que é SIMEI?

Sistema de Recolhimento em Valores Fixos Mensais dos Tributos do Simples Nacional, mais conhecido como SIMEI, é um sistema para recolhimento de valores dos tributos através do Simples Nacional.

O simples nacional é um tributo pago pelos microempreendedores individuais todos os meses.

O SIMEI tem como objetivo facilitar cobranças dos impostos reduzindo os tributos. Dessa forma, o microempreendedor individual encontra menores dificuldades em manter seu negócio.

Além disso, é possível acompanhar e mensurar os resultados pelo Excel.

Caso o empreendedor não tenha familiaridade com a ferramenta, ele pode fazer curso de excel online e garantir um amplo conhecimento.

Essa modalidade pode ser adotada por micro ou pequenas empresas de qualquer parte do país, facilitando os processos contábeis. Algumas exigências devem ser consideradas:

  • Exercer as atividades listadas no Anexo III da Resolução CGSN 94/11;
  • Não ser sócio, administrador ou proprietário de outra empresa;
  • Ter um único estabelecimento;
  • Ter no máximo 1 funcionário.

O que representa o SIMEI na prática? 

Seu objetivo principal é reduzir tributos tornando seu recolhimento mais simples. Na prática existe uma isenção dos impostos federais para o microempreendedor que abriu uma empresa.

Entretanto é necessário realizar o pagamento mensal dos débitos de tributos estaduais. São eles:

  • Valor de R$46,85 que são destinados para a previdência social, esse valor sofrerá reajuste junto ao salário mínimo, pois se trata de 5% sobre o salário mínimo vigente;
  • É cobrado para o estado mais R$1,00 no caso de o MEI ser da categoria comércio;
  • Em caso de prestadores de serviço o acréscimo será de R$5,00.


Como utilizar o SIMEI? 

Para utilizar o SIMEI, é necessário acessar o site do Portal do Empreendedor e preencher o cadastro para a categoria SIMEI. A solicitação precisa ser realizada obrigatoriamente até o dia 31 de janeiro.

Se o microempreendedor individual atender a todos os requisitos, o enquadramento para o SIMEI é feito de imediato, em casos negativos um termo com o motivo do deferimento é emitido.

Casos em que o sistema identifique alguma divergência ou se o empreendedor não optou pelo Simples Nacional, a solicitação ficará em análise até as pendências serem resolvidas.

Quando aceito, o empreendedor assume a obrigação de realizar as taxas. Para isso acesse o portal e gere o boleto conhecido como DAS. E para isso, ter bons conhecimentos em finanças pode ajudar no processo.

Os pagamentos precisam ser realizados até o dia 20 do mês vigente. O recolhimento pode ser feito em casas lotéricas, instituições financeiras tradicionais ou bancos digitais.


Como criar uma empresa forte para o mercado? 

Ter cuidado com a imagem e a marca do seu negócio, seja ele micro ou pequena empresa, pode torná-lo reconhecido, proporcionando vantagens e competitividade.

A marca deve ser a porta de entrada para driblar a concorrência sendo única e especial no mercado. E ela pode inclusive passar pelo processo de rebranding para ficar mais próxima do seu público.

Alguns fatores merecem atenção:

  • Crie sua marca, missão, visão e valores: A marca define a cara da sua empresa e a identidade que você deseja passar. Já missão, visão e valores, são as diretrizes fundamentais que promovem uma instituição. São estabelecidas no nascimento e revisada periodicamente;
  • Aposte em uma boa identidade visual: É tudo aquilo relacionado ao visual da empresa. Uma dica é utilizar a We do Logos, uma plataforma para criar e modernizar identidades visuais;
  • Trabalhe e desenvolva sua identidade visual nas redes sociais: A tecnologia é a peça chave para a divulgação da marca. Use e abuse das redes sociais, deixe sua empresa conhecida através da internet.


Esses fatores são decisivos para aumentar e atrair novos clientes, realizar vendas ou até mesmo firmar contratos. Transmitir confiança através da marca permite vendas mais altas e uma empresa bem-posicionada no mercado. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *