Truques para vender mais

Roger Dooley, autor do livro Brainfluence, estuda o comportamento dos consumidores para atingi-los com mais eficiência. Uma das coisas que Roger descobriu durante as pesquisas é que parte das decisões são feitas pelo subconsciente e que alguns “truques” podem ajudá-lo a convencer o consumidor na hora da venda. Confira cinco deles.

 

 

Fonte


Uma identidade bacana faz a diferença, mas certas fontes, por mais bonitas, estilosas e desenhadas  que seja, podem atrapalhar a leitura e fazer com que o cliente tenha dificuldades na hora de ler certas  informações. Isso inclui cardápios, etiquetas, manuais, cartões, cartazes e outros. “O texto terá mais  chances de ser lido e você transmitirá uma informação mais claramente.” explica Dooley.

 

  Invista nos sentidos

   

A Mundo Verde é um estabelecimento que vende produtos exotéricos e naturais, as lojas estão sempre com aroma de incenso e as músicas tocadas são instrumentais, calmas ou remetem aos sons da natureza. Tanto o aroma quanto o playlist tem a ver com característica da loja. E essa é uma estratégia para  impressiona os sentidos do consumidor, criar uma identidade para o seu negócio e fazer com que ele seja memorável. Esse estímulo deixa o cliente tentado a consumir.

 

 Seja rápido e evite discussões


Evite discussões em qualquer canal de comunicação que você utilizar para falar com o cliente. Quando um consumidor estiver insatisfeito, responda suas questões e tente esclarecer o ocorrido da forma mais solícita possível. Você pode ganhar uma discussão, mas pode perder um cliente. lembre-se! A experiência de uma pessoa é muito valiosa para outro consumidor e um cliente insatisfeito não fará uma propaganda positiva do seu negócio.

 

Venda uma história



Apresentar o produto como quem conta uma história pode engajar o cliente com mais facilidade. Estatísticas, informações técnicas e excessivas confundem e assustam o cliente, principalmente quando o vendedor dispara essas informações como um robô.

 

 Curiosidade



Uma pesquisa realizada em restaurantes mostrou que os consumidores ficavam mais atentos ao valor quando vinha acompanhado do símbolo $. E quando a quantia não estava com o símbolo o consumo aumentava.

 

 

(via)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *