We Do Logos

Criar logomarca: 5 dicas para diferenciar sua empresa

Criar logomarca: 5 dicas para diferenciar sua empresa

Empresa sem logomarca é a mesma coisa que um time de futebol sem distintivo.

Já viu algum sem? Todo time tem o seu e é por meio desse símbolo que a torcida pode se identificar com o clube preferido, vestir a camisa e mostrar para todo mundo qual o time do seu coração.

É com o distintivo que a massa faz suas bandeiras e adesiva seus carros. É com essa marca registrada do time que o admirador se identifica perante os amigos e conhecidos para mostrar toda sua paixão por aquelas cores!

Tem aqueles que até tatuam na pele, eternizando essa relação emocional tão poderosa para sempre, no próprio corpo!

E mais: esta preferência é transmita de pai para filho, quase como uma herança cultural ou característica genética, uma espécie de obrigação de perpetuar o time para as gerações futuras.

Você quer clientes apaixonados como esses? Que vestem a camisa?

Exageros a parte, de um ótimo produto ou serviço, atendimento prestativo, planejamento estratégico e tudo mais que uma boa empresa necessita para prosperar e crescer, criar logomarca seria uma boa ideia!

Veja nossas 5 dicas para criar logomarca e conquiste logo um lugar nos corações e mentes de seus clientes!

1- Pergunte

Criar logomarca significa fazer muitas perguntas. Afinal, você precisa transmitir para seu público exatamente o que sua empresa pode fazer por ele. Que problema do seu cliente sua empresa resolve? De que maneira?

É esse tipo de pergunta que você vai ter que fazer para descobrir quais os atributos e características que seu produto ou serviço tem a oferecer.

E essas perguntas devem ser feitas tanto para alguns clientes escolhidos a dedo, aqueles mais fiéis e as vezes até defensores de sua marca, como para sua equipe interna, sócios e colaboradores. São essas pessoas que conhecem seu produto ou serviço a fundo e tudo o que ele significa.

Você pode começar esse trabalho criando uma lista de perguntas. Para ajudar você nesse processo, montamos algumas perguntas básicas, confira:

1- O que faz com que você tome a iniciativa de comprar nosso produto (ou usar nosso serviço)

2- Que problema ou necessidade ele resolve para você?

3- Como você se sente ao comprar/usar? Por exemplo: Feliz, orgulhoso, conformado, triste, prático, satisfeito, apressado, com fome, bonito, mais rico, mais pobre etc.

4- Se nosso serviço ou produto fosse uma cor, qual seria?

5- E se fosse uma meio de transporte?

6- Um país?

7- Uma forma geométrica?

8- Se fosse um animal, qual seria?

10- Você levaria nosso produto (ou contrataria nosso serviço) se fosse viajar para aonde?

11- Para quem daria de presente?

12- Gostaria de ganhá-lo de presente?

13 – Em que data/ocasião?

14- Se tivesse mais dinheiro, compraria/usaria outro?

15- Se não encontra disponibilidade de nosso serviço/produto, deixa de comprar ou substitui?

16- Por qual produto/serviço?

17- Qual desses adjetivos melhor descreve nosso produto/serviço? Marque uma das duas alternativas de cada linha.

(   ) Moderno             (   ) Antiquado

(   ) Ágil                      (   ) Lento

(   ) Prático                (   ) Complicado

(   ) Chic                    (   ) Brega

(   ) Inovador             (   ) Tradicional

(   ) Valioso               (   ) Barato

(   ) Forte                    (   ) Fraco

(   ) Resistente          (   ) Frágil

Esta são apenas algumas sugestões de perguntas. É possível que algumas delas não se encaixem no tipo de produto ou serviço que sua empresa oferece. Cabe a você excluir as inadequadas e criar novas.

2- Seja autêntico

Como você percebeu, essas pergunta são bastante genéricas e procuram mais sentimentos e emoções que características e atributos físicos de seus produtos ou serviços.

Ao criar logomarca, é este seu objetivo: reafirmar as sensações positivas que seus clientes enxergam em sua marca. O logo vai se tornar uma etiqueta mental que coloca seus produtos ou serviços em determinado lugar dentro do imaginário do cliente.

Este é o posicionamento de sua empresa.

Por exemplo: um automóvel Mercedes Benz é rápido, tem alta tecnologia, é bonito e tem design diferenciado, mas que lugar ele ocupa na mente do consumidor? Rapidez e tecnologia? Não é bem isso… Seria beleza e design? Também não!

O lugar ocupado é: sucesso e exclusividade.

É claro que os outros elementos também estão presentes e cada consumidor é independente. O posicionamento é geral, não específico.

O slogan atual da Mercedes Bens é: prepare-se para sua nova vida.

Uma vida de sucesso, de quem chegou lá e pode se dar ao luxo de ter um carro sofisticado.Esse posicionamento é autentico: transmite as características reais do produto e, ao mesmo tempo, aquelas que o público enxerga nele. É perfeito.

Sua logomarca é uma estrela na cor prata dentro de um círculo da mesma cor. Vamos analisar esses elementos. Prata: um metal precioso, estrela: símbolo de sucesso, círculo: delimita a área que só alguns conseguem alcançar. Em outras palavras: sucesso e exclusividade.

Esse é seu objetivo ao definir sua logomarca. Ser autêntico. Não tente parecer o que sua marca não é, não vai dar certo. E seu público vai perceber que suas promessas não estão sendo cumpridas.

Mas como criar logomarca que consiga isso? Vá direto ao assunto!

3- Seja objetivo

Na maioria das vezes, o menos é mais. Esqueça seu gosto pessoal e ideias mirabolantes, cheias de elementos e cores em excesso. Veja o exemplo da Nike ou da Apple. A primeira é um mero sinal ondulado em uma única cor: preto. A outra é uma fruta, com uma mordidinha do lado.

Quer outro bom exemplo? Wolkswagem. Duas letras dentro de um círculo. Tudo em azul.

A era do rococó e dos exageros pictóricos se foi. Selecione as principais características que você colheu com seus questionários e parta para o próximo passo: o briefing.

4- Briefing claro e completo

Não tem como alguém criar logomarca se você não passar claramente para ela o que sua empresa precisa transmitir aos consumidores e o que eles enxergam nela atualmente.

A dica é não querer direcionar o trabalho do profissional. Passe os conceitos que você tirou dos questionários, eventualmente fale de algumas cores e elementos que poderiam ajudar mas não seja impositivo.

Veja também: Importância do briefing para trabalhos de design

Busque referências de outras marcas que goste e se tiver trabalhos anteriores da empresa apresente-os com seu feedback sobre eles.

Então, envie para o designer. Mas qual designer?

5- Contrate um designer

O último passo pode ser tanto o mais fácil quanto o mais difícil. Procure indicações de um bom designer que trabalhe bem e cobre um bom preço ou se preferir use dezenas de designers profissionais. Como?

Com a We Do Logos, um site de concorrência criativa feito sob medida para empresários como você: que querem qualidade, agilidade e um ótimo custo.

O site já tem milhares de designers profissionais cadastrados, é o maior site de concorrência criativa na América Latina.

Você faz assim: cadastra seu pedido de criação de logomarca (ou outro material que necessite), tudo online e muito prático. Em 24 horas começará a receber as primeiras propostas de logo.

Em seguida, você vai selecionando as melhores opções e pedindo ajustes até conseguir a logo do jeito que você quer, muito antes do que imagina.